JOHN DANIEL IMBODEN, CSA - História

JOHN DANIEL IMBODEN, CSA - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

GENERAL JOHN DANIEL IMBODEN, CSA
ESTATÍSTICAS VITAIS
NASCIDO: 1823 em Staunton, VA.
FALECEU: 1895 em Damasco, VA.
CAMPANHAS: Harper's Ferry, First Bull Run, Shenandoah Valley e Gettysburg.
MAIOR RANK ALCANÇADO: General de brigada.
BIOGRAFIA
John Daniel Imboden nasceu perto de Staunton, Virgínia, em 16 de fevereiro de 1823. Ele freqüentou o Washington College por dois anos, depois ensinou na escola e estabeleceu um escritório jurídico em Staunton. Embora tenha servido na legislatura estadual por dois mandatos, ele não pôde ser eleito delegado à convenção de secessão da Virgínia. Imboden organizou a artilharia de Staunton e, depois que o estado se separou, liderou as tropas enquanto tomavam o arsenal dos EUA em Harpers Ferry. Imboden lutou na Primeira Batalha de Bull Run e organizou um comando de cavalaria em 1862 chamado de 1º Patrulheiros Partidários. O 1º Partisan Rangers lutou com o major-general Thomas J. "Stonewall" Jackson em sua campanha no Vale de Shenandoah de 1862. Imboden foi nomeado general de brigada para o posto em 28 de janeiro de 1863. Ele cortou as ferrovias de Baltimore e Ohio e capturou gado de Virgínia Ocidental no "Raid Imboden"; e participou da campanha de Gettysburg. Ele liderou a cavalaria que acompanhava o tenente Jubal A. No início de suas operações contra o major Philip H. Sheridan na campanha de Shenandoah Valley de Sheridan. No final de 1864, Imboden adoeceu de febre tifóide e encerrou a Guerra Civil na prisão. Após a guerra, ele trabalhou para desenvolver os recursos minerais e de mineração da Virgínia. Imboden morreu em 15 de agosto de 1895, em Damasco, Virgínia.

The Town & # 039s History

Damasco no centro durante o outono. Foto creditada a Metayel.

Os primeiros registros de Damasco datam do século XVIII, com o famoso homem da fronteira Daniel Boone abrindo caminho do Tennessee à Virgínia, com a intenção de viajar para o Kentucky. Um dos homens que percorreu esse caminho foi Henry A. Mock, Jr., que fundou uma comunidade com sua família no sudoeste da Virgínia em 1821. Chamando a comunidade de Mock's Mill, a família ganhava a vida trabalhando na terra e construindo usinas movidas a pelo Laurel Creek local.

Em 1886, o ex-general confederado John Daniel Imboden comprou a cidade de Mock, renomeando a comunidade Damasco após a cidade síria, com a intenção de desenvolver as terras vizinhas. Apesar da compra, a família Mock continuou morando na cidade recém-renomeada. Atualmente, Eleanor Mock Dunbar Grasselli, descendente de Henry A. Mock Jr., é a historiadora da cidade.

John D. Imboden nasceu em 16 de fevereiro de 1823 perto de Staunton, no condado de Augusta, Virgínia. Depois de frequentar o Washington College entre 1842-43, Imboden foi autorizado a ler e praticar direito antes de entrar na carreira política, onde atuou por dois anos na legislatura do estado. Um sulista de coração, Imboden defendeu a secessão da Virgínia da União e quando a Guerra Civil estourou em 1861, Imboden serviu no exército confederado como capitão da força de artilharia de Staunton.

Participando de operações como a ocupação de Harpers Ferry e a Primeira Batalha de Bull Run, Imboden lutou ao lado dos famosos generais Stonewall Jackson e Robert E. Lee, subindo na hierarquia até sua promoção a general de brigada em janeiro de 1863. Na queda de 1864, Imboden contraiu febre tifóide e foi posteriormente hospitalizado por várias semanas. Ao se recuperar, Imboden foi dispensado do comando e transferido para trabalhar em um campo de prisioneiros de guerra em Aiken, Carolina do Sul, onde permaneceu até o fim da guerra.

Mapa de recursos minerais do condado de Washington, c.1890.

Após a guerra, Imboden escreveu sobre o desenvolvimento de terras agrícolas em 1867 no jornal O fazendeiro, aconselhando os agricultores a estarem atentos a minerais e outros recursos naturais que poderiam ser usados ​​para desenvolver a área. A principal preocupação de Imboden era a aquisição de depósitos de minério de ferro, que ele acreditava poderem ser encontrados perto da superfície do solo. Em 1886, Imboden comprou Mock's Mill, dando à comunidade seu nome atual.

Permanecendo na cidade até sua morte em 1895, Imboden escreveu continuamente sobre a importância de obter recursos que podem ser usados ​​para desenvolver a cidade e as terras remotas no condado de Washington. Embora ele nunca tenha tido a chance de ver, uma das realizações industriais da cidade foi a conclusão de uma ferrovia ligando Abingdon a Damasco em 1901.

A cidade continuou a ver o desenvolvimento no final do século XIX até a década de 1920. Durante esse tempo, a indústria madeireira prosperou e com quantidades abundantes de madeira, Damasco teve um grande crescimento econômico. Em 1912, a área ao redor de Damasco, no condado de Washington, produzia mais madeira do que toda a Pensilvânia na época. Após a decisão de construir a Trilha dos Apalaches, Damasco viu um maior desenvolvimento econômico com a trilha que passa pela cidade para os caminhantes, proporcionando-lhes várias acomodações.

O tráfego na cidade flutuou, mas não foi até a década de 1990 quando Damasco experimentou um afluxo de visitantes devido ao aumento do turismo. Com acesso a lojas e restaurantes, bem como uma variedade de atividades recreativas, Damasco se tornou uma atração popular para turistas e caminhantes. Hoje, a atmosfera amigável de Damasco e outras trilhas pitorescas disponíveis lhe valeram os apelidos de "Cidade mais amigável na trilha" e "Cidade da trilha, EUA", respectivamente.


Após a eleição de Abraham Lincoln, Imboden concorreu sem sucesso a uma vaga na convenção de secessão da Virgínia. Amigo do ex-governador da Virgínia e proeminente secessionista Henry A. Wise, Imboden também estava entre aqueles que defendiam a separação imediata da União.

Quando a Guerra Civil estourou, Imboden levantou e organizou a Artilharia Staunton e se tornou seu primeiro capitão. A bateria recém-organizada estava entre as tropas da Virgínia que ocuparam o arsenal federal abandonado em Harpers Ferry em 19 de abril de 1861. Na primeira batalha de Bull Run (Manassas) em 21 de julho de 1861, Imboden liderou sua bateria em ação, apoiando a brigada do General Barnard Bee em alguns dos combates mais intensos para segurar Henry House Hill crucial. As funções de Imboden durante os meses após Bull Run permanecem desconhecidas, mas na primavera seguinte ele apareceu novamente, desta vez levantando o Primeiro Regimento de Rangers Partisan, mais tarde conhecido como a Sessenta e Segunda Infantaria Montada da Virgínia, uma formação de tropas montadas destinadas a fazer ataques de guerrilha atrás linhas inimigas. No entanto, ele lutou nas forças de "Stonewall" Jackson em Cross Keys e Port Republic, 8 e 9 de junho de 1862, no Vale Shenandoah. No inverno seguinte, Imboden foi promovido a general de brigada em 28 de janeiro de 1863. Seu comando depois disso foi a Brigada do Noroeste do Departamento da Virgínia do Norte.


John Daniel Imboden (1823 - 1895)

A página Findagrave de John Daniel Imboden dá sua vida de 1823-1895. Também é uma biografia observando seu serviço na CSA.

Inicialmente Capitão Imboden na Companhia do Capitão Garber, Artilharia Leve, Artilharia Staunton. Algumas de suas atividades de guerra incluíram a captura do arsenal da União em Harper's Ferry em 1861, e como Coronel no 62º Regimento da Infantaria Montada da Virgínia, ele liderou as batalhas de Cross Keys e Port Republic. Mais tarde, como Brigadeiro-General, John foi encarregado de proteger a caravana CSA em retirada com 10.000 feridos. A distância de 60 milhas é um longo trabalho árduo de 10 dias devido às fortes chuvas.

O general Imboden contraiu a febre tifóide em 1864, encerrando sua prontidão para a batalha. Ele exerceria a advocacia após a Guerra Civil.

Seu irmão James era sargento-mor da 18ª Infantaria da Virgínia e está enterrado no Cemitério Nacional de Arlington.

John Daniel Imboden morreu em 1895 e está enterrado no cemitério de Hollywood em Richmond, Virgínia. [1]

John nasceu em 1823. Ele faleceu em 1895.

Brigadeiro-general confederado da Guerra Civil. No início da guerra, ele era advogado na prática quando comissionou um capitão na Artilharia Staunton Confederada. Em abril de 1861, ele marchou com sua artilharia Staunton em Harpers Ferry, Virgínia e capturou o Union Arsenal. Depois de deixar o comando de artilharia, ele organizou um batalhão de patrulheiros partidários designado como 62ª Infantaria Montada da Virgínia, que liderou como Coronel nas Batalhas de Cross Keys e Port Republic. Promovido a Brigadeiro-General em janeiro de 1863, comandou a cavalaria nas batalhas de Chambersburg, Gettysburg e Shenandoah. Durante a campanha do Vale de 1864, ele foi incapacitado pela febre tifóide e passou o resto da guerra em serviço na prisão em Aiken, Carolina do Sul. Após a guerra, ele retomou a prática jurídica e trabalhou para desenvolver a indústria de mineração de carvão da Virgínia.


-> Imboden, John D. (John Daniel), 1823-1895

Imboden comandou a artilharia de Staunton na captura de Harper's Ferry em abril de 1861. Ezra Ayres Carman tornou-se general de brigada na Guerra Civil.

Da descrição de Letters to Ezra Ayres Carmen, 1878-1880. (Universidade de Harvard). ID de registro do WorldCat: 83176258

Da descrição da assinatura recortada do registro do Brown's Hotel: Washington, [n.d.]. (Desconhecido). ID de registro do WorldCat: 269555514

Imboden comandou a artilharia de Staunton na captura de Harper's Ferry em abril de 1861. Ezra Ayres Carman se tornou um general de brigada da União na Guerra Civil.

Do guia das Cartas para Ezra Ayres Carmen, 1878-1880., (Biblioteca Houghton, Biblioteca do Harvard College, Universidade de Harvard)

Da descrição de Papers of John D. Imboden, 1861-1894. (Desconhecido). ID de registro do WorldCat: 79451116

Advogado, general do Exército Confederado.

John Daniel Imboden nasceu perto de Staunton, Virginia. Ele frequentou o Washington College e, em seguida, estabeleceu um escritório de advocacia em sua cidade natal. Mais tarde, ele representou sua região na legislatura da Virgínia. Ele entrou no Exército Confederado como capitão quando a guerra começou, e era um general de brigada em 1863. Ele era um veterano de várias campanhas e, após um surto de febre tifóide, foi designado para a prisão, posição em que serviu pelo resto de a guerra. Após a guerra, Imboden voltou para Staunton e seu escritório de advocacia. Ele também se envolveu no desenvolvimento de recursos minerais naquela área.

A partir da descrição de Papers, 1847 - 2 de setembro de 1892. (Biblioteca Pública de Lynchburg). ID de registro do WorldCat: 63542025

Advogado, general do Exército Confederado.

John Daniel Imboden nasceu perto de Staunton, Virginia. Ele frequentou o Washington College e, em seguida, estabeleceu um escritório de advocacia em sua cidade natal. Mais tarde, ele representou sua região na legislatura da Virgínia. Ele entrou no Exército Confederado como capitão quando a guerra começou, e era um general de brigada em 1863. Ele era um veterano de várias campanhas e, após um surto de febre tifóide, foi designado para a prisão, posição em que serviu pelo resto de a guerra. Após a guerra, Imboden voltou para Staunton e seu escritório de advocacia. Ele também se envolveu no desenvolvimento de recursos minerais naquela área.

Da descrição dos documentos de John Daniel Imboden, 1833-1892. (Bibliotecas da Universidade de Kentucky). ID de registro do WorldCat: 13482051


George Washington Imboden Col.

Ближайшие родственники

Sobre o Coronel George W. Imboden (CSA)

O coronel George W. Imboden nasceu em 25 de junho de 1836 em Christian Creek, Condado de Augusta, Virgínia, filho de George (1793-1874) e Isabella Wonderlick (1803-1884) Imboden. Ele frequentou a Staunton Academy, Virginia, e foi admitido na Ordem dos Advogados em 1858.

Quando a guerra começou em 1861, George e seus quatro irmãos alistaram-se no Serviço Confederado. Em 17 de abril de 1861, George alistou-se na Artilharia de Staunton mais tarde renomeada Bateria de Imboden (para seu irmão Brigadeiro General John Imboden). George mais tarde se tornou o coronel do 18º Calvário da Virgínia.

Durante a guerra, George foi ferido duas vezes, seu segundo ferimento foi tão grave que foi dito que ele usava uma barba para cobrir a cicatriz em seu rosto.

A carreira política de George começou na Virgínia Ocidental em 1872, quando ele era membro do Comitê Executivo do Estado (Democrata). Mais tarde, ele foi um delegado na Convenção Nacional do Partido em Baltimore.

Em 1878, ele foi eleito para a Câmara dos Delegados do Condado de Fayette. Ele serviu como presidente do Tribunal do condado de Fayette de janeiro de 1881 a janeiro de 1885. Ele foi eleito primeiro prefeito de Ansted e, mais tarde, serviu como secretário da cidade até 1907. Ele traçou as ruas de Ansted e as nomeou.

Um homem de profundas convicções religiosas, o coronel Imboden compareceu e serviu como ancião da Igreja Metodista de Ansted. Ele também serviu como Superintendente da Igreja até 1898.

O Coronel foi um grande trabalhador, leitor ávido, viajante e pensador. Ele era um filantropo. Ele cedeu o terreno onde foi construída a Prefeitura de Ansted e onde fica a Igreja Metodista. Ele e sua esposa contribuíram com muitos dólares para construir a Igreja Metodista de Ansted.

Enquanto vivia em Contentment, o coronel Imboden praticou a advocacia e fez o que pôde para tornar Ansted um lugar melhor. Embora de estatura pequena em comparação com os outros, ele realizou muito pela cidade e por aqueles que precisavam de sua ajuda.

Col. Geo.W. Imboden, da 18ª cavalaria da Virgínia, morreu no domingo, 8 de janeiro de 1922, em Austead, condado de Fayette, W. Va., Aos 87 anos de idade. Antes da guerra de '61 -5, ele era advogado em Staunton, Va., E membro da artilharia de Staunton, comandado por seu irmão, John D. Imboden, posteriormente promovido a brigadeiro-general.

Em 13 de dezembro de 1862, o coronel Imboden foi comissionado e designado para a 18ª cavalaria da Virgínia da brigada do general John D. Imboden. A artilharia de Imboden se destacou na batalha travada em Manassas, em '61, e foi mencionada nove vezes distintas pelo General Beauregard em seu relatório. Em um deles, ele diz: & quotÉ digno de nota, que este encontro de um canhão de seis libras, manuseado por artilheiros voluntários, derrotou um adversário tão notório, como a bateria Sherman, que desistiu do concurso, sob a ilusão de que tinha metal mais pesado do que o seu próprio, para lidar com ele. & quot A bateria de Sherman era o comando alardeado dos EUA

Após a guerra, o coronel Imboden, localizado em Austead, se interessou pelas minas de carvão daquela seção e ocupou muitos cargos de importância em Austead. Ele deixa sua esposa.

Alguns dos "meninos mais velhos" estão morando em Staunton e vão se arrepender dessa perda.

A morte do coronel Imboden deixa apenas dois irmãos, Capitão Frank M. Imboden, de Bristol, Virgínia, e Sergt. James Imboden, de Arlington, condado de Fairfax.


Imboden nasceu em Staunton, no Vale Shenandoah da Virgínia, e estudou no Washington College, mas não se formou. Mais tarde, ele ensinou em uma escola para mudos, surdos e cegos, e também serviu como membro da Câmara dos Delegados da Assembleia do Estado da Virgínia. Em novembro de 1859, ele se tornou capitão da Artilharia Staunton da Milícia do Estado da Virgínia e ingressou no Exército dos Estados Confederados na Guerra Civil Americana.

Ele perdeu a audição em seu ouvido esquerdo na Primeira Batalha de Bull Run em 1861 devido ao barulho de uma explosão de canhão, e ele ajudou Stonewall Jackson em sua Campanha do Vale. De abril a maio de 1863, auxiliado por William E. Jones, ele lançou um ataque à B & ampO Railroad e em julho serviu como retaguarda de Jeb Stuart. Ele escoltou suprimentos e trens feridos após a Batalha de Gettysburg e continuou a lutar na Virgínia até ficar incapacitado pela febre tifóide em 1864. Ele foi nomeado comandante do campo de prisioneiros de guerra de Aiken na Carolina do Sul e comandou campos de prisioneiros até o final de a guerra, e ele foi libertado. Em 1886 ele fundou a cidade de Damasco e extraiu carvão e minério.


Exército Confederado

Comandante do Departamento Confederado da Virgínia Ocidental

Serviço militar: foi nomeado major da 3ª Infantaria de Kentucky com o início das hostilidades com o México. Ele marchou com a 3ª para a Cidade do México em 1847, mas não viu nenhum combate lá.

Carreira política: ele ganhou uma cadeira na legislatura de Kentucky em 1849 e derrotou o general Leslie Combs para uma cadeira no congresso em 1851. Breckinridge, um democrata, foi reeleito para um segundo mandato em 1853. Ele se aposentou da política dois anos depois com muitos amigos em Washington. Ele foi nomeado em 1856 como companheiro de chapa de James Buchanan aos 35 anos de idade. A eleição vencida fez dele o vice-presidente mais jovem da história dos Estados Unidos.

Sua política era moderada e não favorecia a secessão. Ele relutantemente aceitou uma oferta para presidente na eleição de 1860. Breckinridge ficou em segundo lugar no Colégio Eleitoral, atrás de Lincoln. Ele foi um senador até bem depois que as armas de Sumter soaram. Em setembro de 1861, suas duras opiniões contra a guerra do presidente Lincoln o tornaram impopular em casa. Ele deixou Washington e vestiu um uniforme confederado.

Serviço Militar da Guerra Civil: ele foi comissionado general de brigada e serviu com as forças confederadas no Western Theatre. Ele lutou nas batalhas de Shiloh, Corinth, Vicksburg, Baton Rouge, Stones River, Jackson e Chickamauga. Em 1863, ele foi promovido a major-general e comandou brevemente um corpo de exército no Exército de Bragg no Tennessee. Breckinridge não se dava bem com seu comandante, e o Departamento de Guerra decidiu transferi-lo para o leste, para a Virgínia Ocidental. Ele foi nomeado para comandar o Departamento da Virgínia Ocidental em 25 de fevereiro de 1864. Ele chegou a seu novo quartel-general em Dublin, Virgínia, em 4 de março para assumir o comando no dia seguinte. Ele começou com uma viagem de inspeção de seu comando que o levou a várias centenas de quilômetros a cavalo. Ele começou com um treino regular para os homens, instrução de oficial e disciplina estrita para combater deserções.

Em 1o de maio, Breckinridge recebeu um despacho de Lee ... "será impossível enviar quaisquer reforços para o Vale deste exército." Ele descobriu que Averill estava saindo de West Virginia em direção a Staunton. Em 4 de maio, Breckinridge recebeu uma mensagem de Richmond. Dizia: "As informações recebidas aqui indicam a propriedade de fazer uma junção com o General Imboden para enfrentar o inimigo em seus movimentos em direção a Staunton. Comunique-se com o General Lee e o General Imboden." Foi enviado da autoridade máxima, o presidente Jefferson Davis.

Ele estava pronto para ir ao encontro de Averill em 4 de maio com três brigadas de infantaria, cerca de 4.000 homens e 2.600 soldados. Ele descobriu naquele dia que Averill não era seu único adversário. Sigel estava em movimento e ameaçava todo o Vale. Breckinridge esperou ordens do general Lee, que chegaram às 5:00 da manhã. em 5 de maio. Lee ordenou que Breckinridge encontrasse Sigel e o conduzisse para o norte antes que seu flanco esquerdo estivesse em perigo. O general enviou ordens imediatamente para reunir suas forças por via férrea em Staunton. Ele chegou à cidade de Staunton na noite de 8 de maio, após um longo dia na sela. Ele recebeu notícias angustiantes de que Crook estava a apenas alguns quilômetros de sua sede no Dublin Depot. Suas reservas estavam lá para oferecer a Crook uma ... "recepção calorosa" perto da Montanha Cloyd.

Ele partiu novamente para o norte em 13 de maio, com ordens de movimentação emitidas às 6h00. No dia 14, seu exército marchou para Lacey Spring, ao sul de New Market. Ordens de Breckinridge foram emitidas para começar a marchar para o norte à 1h30 da manhã. Às 3:00 AM Breckinridge acordou o general Imboden em seu quartel-general. As forças CS estabeleceram uma linha ao longo da colina de Williamson e começaram a fortificá-la com obras de campo ferroviárias. Foi concluído por volta da madrugada de 15 de maio. Esta linha foi importante como uma posição defensiva em caso de retirada.

Breckinridge ordenou que Imboden atacasse as linhas da União em um retrocesso, criando uma manifestação. Uma seção de artilharia sob Berkley foi enviada à crista para disparar contra a linha da União. O general foi pessoalmente ao topo da colina de Shirley para inspecionar os danos causados ​​pelas armas. Imboden foi convocado para a colina e ele e o general em comando inspecionaram o terreno à sua frente. Ele recebeu uma boa notícia naquela colina de que suas reservas haviam derrotado Averill e Crook não era mais uma ameaça. O general afirmou ao Coronel Edgar… "Bem, eu lhe ofereci batalha e ele se recusa a avançar sobre nós". Ele se virou para Imboden ... "Podemos atacar e açoitá-los aqui e eu farei isso." Ele ordenou que suas tropas ocupassem a nova posição em Shirley's Hill às 10h00. Doze canhões foram colocados no topo da colina e disparavam contra as posições inimigas. Ele se encontrou com Scott Shipp e disse-lhe que ... "se a ocasião exigir, ele os usará com muita liberdade." Com suas linhas formadas, ele começou a deslocar suas forças bem à vista do inimigo para confundi-las por volta das 11h00. Pouco tempo depois, os escaramuçadores da 30ª Virgínia desceram a colina em direção à 18ª Infantaria de Connecticut. O general se reuniu novamente com os cadetes na retaguarda. Ele disse a eles: "Jovens senhores, espero que não haja ocasião de usá-los, mas, se houver, espero que cumpram seu dever".

Com todas as suas forças descendo ao longo do Vale do Novo Mercado, ele reformou seus homens para o avanço colina acima. A cidade estava firmemente nas mãos dos Confederados novamente por volta das 12h30. Breckinridge moveu sua artilharia ao longo de uma série de elevações a leste do pique. Esta posição permitiu que a artilharia disparasse na frente e obliquamente nas linhas da União. Ele permitiu que Imboden continuasse com o plano de cruzar Smith's Creek e queimar a ponte sobre o North Fork do rio. Pouco antes das 14h, as linhas confederadas moveram-se para o norte novamente sob um feroz bombardeio da União.

Imboden lembrou que o general estava com os homens durante a batalha. Ele era . ”Firmando-os em todos os lugares com sua presença pessoal”. Outro soldado, o tenente James Clay observou que “o general Breckinridge é o homem mais corajoso que já vi. Ele não tem medo de ir a qualquer lugar do mundo. “Ele escolheu avançar sua força com duas linhas no escalão. Ele finalmente mudou-se para o leste de suas linhas para se juntar à Bateria de Chapman. O capitão recebeu a ordem de "mover suas armas para a frente, onde poderiam matar alguém". O general havia encontrado um bom ponto de observação ali e passava a maior parte do tempo naquele setor do campo.

Eram quase quinze para as três horas. As linhas confederadas ao longo do campo de trigo de Bushong estavam sendo devastadas por tiros da esquerda e do centro. Surgiu uma lacuna entre a 51ª Virgínia e a 62ª Virgínia. O major Charles Semple, assustado, encontrou o general com as armas e implorou por apoio da reserva. Ele disse: “General, por que você não coloca os cadetes na linha? Eles lutarão tão bem quanto nossos homens. ” O general respondeu: "Não, Charley, isso não vai funcionar, eles são apenas crianças e não posso expô-los ao fogo que nosso centro receberá." O major comentou… ”O Federal está certo sobre nós. Se os cadetes forem convocados, podemos fechar a lacuna em nosso centro. ” Breckinridge tornou oficial: “Coloque os meninos… e que Deus me perdoe pela ordem. Por volta das 15h, o avanço dos Estados Unidos é interrompido e o ataque de cavalaria do leste é revertido. A linha confederada avançou com o Batalhão de Cadetes constituindo o centro. A derrota federal havia começado. Os cadetes capturaram um dos Napoleões de 12 l / b de Von Kleiser diretamente na frente de sua posição.

Breckinridge encontrou os coronéis Smith e Patton a pé atrás de suas respectivas linhas. O general desmontou do Velho Sorrel e o ofereceu aos oficiais. Ele comentou com eles ... "Não estou com vontade de cavalgar, quando vocês, cavalheiros, que suportaram o peso da luta, estão caminhando." Ele foi rejeitado e acompanhou seus subordinados por um tempo. Ele montou novamente e cavalgou até a posição de cadete. Ele disse a eles: "Jovens senhores, tenho que agradecer o resultado das operações de hoje. “Chegou a ordem de mandá-los para a retaguarda quase trinta minutos depois da hora. O general disse-lhes: “Muito bem, virginianos! Muito bem, homens!

Por volta dessa época, um oficial regular do exército chamado Capitão Henry DuPont e sua bateria de rifles de 3 "retardaram o avanço de Breckinridge. Ele os implantou em uma formação escalonada ao longo da lança e começou a se retirar em pelotões em direção a Rude’s Hill. O general Breckinridge deixou as fileiras descansarem por quase uma hora para que os trens avançassem com munição. O general Imboden voltou às suas linhas sem cruzar o riacho e sem disparar a ponte do North Fork. O general moveu seus homens e armas para perseguir os Federados e silenciar a DuPont. A perseguição continuou subindo a crista sul de Rude’s Hill e descendo por Meem’s Bottom até a ponte do rio. A derrota continuou até que os soldados da União cruzaram e dispararam contra a ponte, por volta das 19h00.

Com Sigel em rápida retirada no vale, Lee ordenou a Breckinridge que movesse o grosso de seus homens para Staunton e a Virginia Central Railroad. Ele seria transferido para o leste para se juntar ao Exército da Virgínia do Norte. O exército embarcou em carros para a viagem até Hanover Junction em 19 de maio.

Breckinridge liderou suas brigadas nas batalhas de North Anna e Cold Harbor. Um projétil inimigo durante a campanha matou seu famoso cavalo de guerra, Old Sorrel. O general ficou ferido na queda. Ele voltou para Valley para operar contra o General Hunter. Ele não conseguia andar, mas ainda estabeleceu uma defesa para a cidade de Lynchburg. Ele comandou um corpo no Exército do Vale de Early e o conduziu a Martinsburg em 4 de julho contra seu antigo adversário, Franz Sigel. Sua divisão sob o comando de Gordon lutou bem na batalha de Monocacy de 11 a 12 de julho de 1864. Breckinridge lutou em um pequeno confronto em Kernstown contra Crook e estava com Early em Winchester em 19 de setembro. Ele recebeu ordens para retornar ao Departamento de Southwestern Virginia para repelir vários ataques e liderar um de sua autoria.

Em janeiro de 1865, ele foi chamado para o leste para uma nova missão, Secretário da Guerra. Ele foi oficializado em 6 de fevereiro. Ele organizou a evacuação de Richmond em 2 de abril e participou do processo de entrega entre o General Sherman e o General Johnston na Estação de Durham, Carolina do Norte. Ele escapou pela Geórgia, Flórida e através do estreito para Cuba.

Ele passou os próximos três anos e meio no exílio na Inglaterra, Europa e Canadá. Em fevereiro de 1869 ele voltou aos Estados Unidos e foi para casa em Lexington, Kentucky. Ele trabalhou em uma nova ferrovia lá e atuou como presidente de uma seguradora de vida. Ele era abertamente contra a Ku Klux Klan. Breckinridge adoeceu e faleceu em 17 de maio de 1875, apenas dois dias após o aniversário de sua grande vitória no New Market. Ele tinha 54 anos.

Brigadeiro-general John Echols, Primeira Brigada, Membro Honorário - Turma de 1843

Fonte: Generals in Gray

John Echols nasceu em Lynchburg, Virginia, em 20 de março de 1823, e se formou no Washington College. Ele estudou direito em Harvard e foi admitido para exercer a advocacia em 1843. Antes da Guerra Civil, ele foi advogado da commonwealth, membro da assembleia geral e delegado à convenção de secessão. Depois de recrutar o serviço nos condados do oeste, Echols comandou a 27ª Infantaria da Virgínia em First Manassas com uma patente de tenente-coronel, e logo foi promovido a coronel. Ele foi gravemente ferido em Kernstown durante a campanha do Vale de 1862, e foi comissionado como general de brigada a partir de 16 de abril de 1862.

Seu serviço posterior foi quase inteiramente na Virgínia Ocidental (exceção Cold Harbor) durante o qual ele participou de vários compromissos, incluindo a Batalha de New Market. Após a guerra, o General Echols se tornou um empresário de destaque em Staunton, Virgínia e Louisville, Kentucky, ajudando a organizar a ferrovia Chesapeake e Ohio fora da antiga Virginia Central e servindo no conselho de visitantes do Instituto Militar da Virgínia e Washington e Lee University. Um homem enorme, com um metro e noventa de altura e pesando cento e sessenta libras, dizia-se que raramente fazia um inimigo e nunca perdia um amigo. Ele morreu em Staunton, em 24 de maio de 1896, e está enterrado lá.

Coronel George S. Patton Sr, 22ª Infantaria da Virgínia, Classe VMI de 1852

"O coronel George Patton Sênior (26 de junho de 1833 - 25 de setembro de 1864) foi um coronel confederado durante a Guerra Civil Americana. Ele foi o avô do general George S. Patton na Segunda Guerra Mundial. George Patton também foi o bisavô do Major General George Smith Patton, que morreu em 2004.

Quando a Guerra Civil Americana estourou, ele serviu na 22ª Infantaria da Virgínia dos Estados Confederados da América, passando de capitão a coronel do regimento. Como tenente-coronel, ele foi ferido no ombro na Batalha de Scary Creek, na atual West Virginia, em 17 de julho de 1861 [2]. Ele foi ferido novamente em Giles Court House, desta vez no estômago. Na Batalha de Opequon, também conhecida como Terceira Batalha de Winchester, ele foi mortalmente ferido e morreu em 25 de setembro de 1864. "(Extraído da Wikipedia - Leia mais).

Tenente Coronel Clarence Derrick, 23º Batalhão da Virgínia

"O coronel Clarence Derrick morreu em Greensboro, Alabama, em 9 de dezembro de 1907, em seu septuagésimo primeiro ano. Ele nasceu em Washington, DC, e foi nomeado pelo presidente Buchanan como cadete" livre "para West Point em setembro , 1857, graduando-se lá em junho de 1861, o quarto em sua classe. Ele renunciou ao exército dos Estados Unidos em julho e entrou no serviço da Confederação do Sul como oficial regular de artilharia. "

Cadete Clarence Derreck, Classe USMA de 1861.

Colega de classe do Capitão Henry A. DuPont, 5ª Artilharia dos EUA

Tenente Coronel George M. Edgar, 26º Batalhão da Virgínia, Classe VMI de 1856

"LTC George M. Edgar 26º Batalhão, 1ª Brigada, Exército do Sudoeste da Va. A CSA também ocupou muitos cargos de professor em todo o sul. Ele nasceu em Union (Va) W.Va. em 1837, frequentou a academia local e se formou na VMI em 1856. Foi professor assistente da VMI e depois lecionou na Flórida. Alistou-se como soldado raso no 1º Regimento da Flórida, mas foi promovido a 1º Sargento. Quando a guerra civil estourou, ele renunciou e voltou para o Va. e ajudou a criar uma companhia de homens na qual ele finalmente se tornou capitão. (59ª Va.) "

Brigadeiro-general Gabriel Colvin Wharton, Segunda Brigada, Classe VMI de 1847

Fonte: Generals in Gray

Gabriel Colvin Wharton nasceu em 23 de julho de 1824, em Culpeper County, Virgínia. Ele se formou em segundo lugar na classe de 1847 no Instituto Militar da Virgínia. Ele então assumiu a profissão de engenheiro civil e passou vários anos antes da Guerra Civil no Arizona, onde se juntou a interesses de mineração. Eleito major da 45ª Infantaria da Virgínia em julho de 1861, tornou-se coronel da 51ª Infantaria da Virgínia no mês seguinte. Ele liderou seu regimento na campanha do general John B. Floyd na Virgínia Ocidental naquele verão e outono. Escapando com Floyd de Fort Donnellson em fevereiro de 1862, ele foi transferido para o leste. Ele serviu aos generais Loring e Samuel Jones, novamente na parte oeste da Virgínia, e foi promovido a general de brigada. Ele recebeu o comando temporário do Distrito de Valley e foi General Longstreet em East Tennessee no inverno e na primavera de 1863-64. Ele comandou sua brigada no Novo Mercado e na perseguição de Hunter e também lutou com ela sob o comando do General no início da campanha de Shenandoah e no ataque a Washington. Seu comando foi dominado e dispersado em Waynesboro em março de 1865. Ele finalmente foi libertado em liberdade condicional em Lynchburg em 21 de junho.

No final da guerra, o General Wharton fixou residência em Radford, Virgínia, onde viveu por mais de quarenta anos. Eleito várias vezes para o Senado estadual, dedicou muito tempo ao desenvolvimento da mineração no estado e morreu em Radford em 12 de maio de 1906. Ele está enterrado no cemitério da família.

Tenente Coronel J. Lyle Clark, 30º Batalhão de Atiradores de Elite da Virgínia

LADO: Confederação

EMPRESA: F & ampS

RANK DO SOLDADO EM: tenente-coronel

SOLDIER'S RANK OUT: tenente-coronel

ALTERNATE NAME:

FILM NUMBER: M382 ROLL 11

PLAQUE NUMBER:

NOTAS: none

Lieutenant Colonel John P. Wolfe, 51st Virginia Infantry

SIDE: Confederação

COMPANY: F&S

SOLDIER'S RANK IN: Capitão

SOLDIER'S RANK OUT: tenente-coronel

ALTERNATE NAME:

FILM NUMBER: M382 ROLL 61

PLAQUE NUMBER:

NOTAS: Company Note - A

Colonel George H. Smith, 62nd Virginia Mounted Infantry, VMI Class of 1853

"In 1861 Smith entered the Confederate States Army on June 11 as a Private in the Pendleton Rifles, which became Company E of the 25th Virginia Infantry. Elected as Captain on July 1, he and his men were part of the surrender after the Battle of Rich Mountain. Being paroled 2 weeks later he was formally exchanged in March 1862, and was elected as Colonel of his regiment. He was wounded in the Battle of McDowell and received another wound at the Second Battle of Bull Run. After recovering in late 1862 Smith was ordered by the War Department to take several hundred newly exchanged soldiers to Colonel John D. Imboden for service in western Virginia, and was offered the command of them. In January 1863 he became Colonel of the new 1st Regiment Virginia Partisan Rangers, that became the 62nd Virginia Mounted Infantry,[2] as part of General Imboden's Cavalry Brigade and took it into the Jones-Imboden Raid.

In June 1863 the brigade went North, and took part in the Gettysburg Campaign as part of Imboden´s Command that covered the retreat into Virginia. Smith and his men spent the rest of 1863 and early 1864 scouting and skirmishing in northwestern Virginia. While Smith acted as brigade commander on behalf of General Imboden he was transferred with his (now dismounted) regiment to the forces of General John C. Breckinridge. He participated in the battles of New Market and Cold Harbor. Rushing to take part in the Lynchburg Campaign Colonel Smith and his regiment were reassigned to General Imboden and mounted again and took part in the further Valley Campaigns of 1864. When General Imboden was struck with typhoid fever Smith took command of the brigade on July 5 and reassumed it several times till the end of the war. Being nominated for a promotion to Brigadier General by his division command General Lunsford L. Lomax the nomination was at first vetoed by General Lee. Later on in 1865 General Lee endorsed the promotion, but it was too late in the war to be realized." (From Wikipedia - Read more)

Brigadier General John Daniel Imboden, Valley District Cavalry

Source: Generals in Gray

John Daniel Imboden was born near Staunton, Virginia, February 16, 1823. He attended a country school until his sixteenth year, after which he had two terms at Washington College. Thereafter he taught school for a time, studied law, and opened an office in Staunton. He was twice the representative of his district in the legislature and an unsuccessful candidate for the Virginia secession convention.

He entered Confederate service at the very beginning of the war as captain of the Staunton Artillery, a light battery which he commanded at the initial capture of Harper's Ferry. After service at First Manassas, he organized the 1st Virginia Partisan Rangers (later called the 62nd Virginia Mounted Infantry) and took part in the battles of Cross Keys and the Port Republic under Stonewall Jackson. Promoted brigadier general to rank from January 28, 1863, Imboden conducted a famous raid into Northwestern Virginia, where he severed the Baltimore and Ohio Railroad and captured several thousand cattle and horses. On the retreat from Gettysburg, he was instrumental at Williamsport in saving the trains of the army. He later captured the garrison at Charlestown, West Virginia, and fought gallantly during Early's Valley Campaign of 1864, General Imboden served during the balance of the war on prison duty at Aiken, South Carolina, following which he settled in Richmond and resumed his law practice. During the later years of his life, he resided in Washington County, Virginia, where he pioneered in developing the mining resources of the area. His death occurred at Damascus, a small town which he had founded, on August 15, 1895 he is buried in Richmond.

Colonel George W. Imboden, 18th Virginia Cavalry

Born in Augusta County, Virginia, George William Imboden (June 25, 1836-January 8, 1922) became a distinguished attorney, Confederate soldier, and a leading citizen of Ansted. After attending Staunton Academy, he studied law and was admitted to the bar in 1858. In 1859, he married Mary Frances Tyree, daughter of an Ansted innkeeper. Imboden enlisted in the Southern service on April 17, 1861. He rose to the rank of colonel by December 1862, when he took command of the 18th Virginia Calvary which fought at Chancellorsville and in many other battles. He was seriously wounded at Gordonsville, Virginia.

Moving to Fayette County in 1870, Imboden actively promoted industrialization of the two Virginias. His older brother and business partner, Gen. John D. Imboden, had already established himself politically in Virginia. George acted as attorney and served as a director of the Gauley Mountain Coal Company, the Loup Creek Colliery, and the Deepwater Railway.

Imboden served Ansted and Fayette County from 1870 to 1922, holding office in the House of Delegates (1876), as president of the Fayette County Commission (1881–85), first mayor of Ansted (1891–92), and town recorder (1891–1907). A tall, slender man with piercing eyes and a no-nonsense military demeanor, he married Angia M. Dickinson, daughter of a Fayette County pioneer in 1869, after the death of his first wife. George W. Imboden died at home and was buried in Confederate gray in Westlake Cemetery. His home in Ansted, known as Contentment, is a National Register property that now serves as a Fayette County museum.

Peters, J. T. & H. B. Carden. History of Fayette County. Charleston: Jarrett Printing, 1926.

Delauter, Roger U. Jr. 18th Virginia Cavalry. Lynchburg: H. E. Howard, 1985.

Woodward, Harold R. Jr. Defender of the Valley: Brigadier General John D. Imboden, CSA. Berryville, VA: Rockbridge Publications, 1996.

Beckelheimer, Christine. "George W. Imboden," in , History of Fayette County. Fayetteville: Fayette County Chamber of Commerce, 1993.

Athey, Lou "George W. Imboden." e-WV: The West Virginia Encyclopedia. 04 December 2012. Web. 06 May 2020.

Colonel Robert White, 23rd Virginia Cavalry

"Robert White (February 7, 1833 – December 12, 1915) was an American military officer, lawyer, and politician in the U.S. state of West Virginia. White served as Attorney General of West Virginia (1877–1881) and served two terms in the West Virginia House of Delegates, representing Ohio County in 1885 and 1891.

Prior to the outbreak of the American Civil War, White was commissioned a captain of the Frontier Riflemen, which later became Company I of the 13th Virginia Volunteer Infantry Regiment, commanded by Colonel A. P. Hill in 1861. In 1864, he was commissioned as a colonel in command of the 23rd Virginia Volunteer Cavalry Regiment and served in that capacity until the unit disbanded in April 1865."

Major William McLaughlin, Confederate Artillery Commander

William McLaughlin was born 6 January 1828 in Rockbridge County, Virginia, to Edward Irving McLaughlin (d. 1858) and Betsy Nesbit McLaughlin (1792-1869). He apprenticed as a surveyor with his father, but became interested in the law. McLaughlin graduated from Washington College in 1850, then studied law under Judge John White Brockenbrough (1806-1877). McLaughlin was admitted to the bar in 1851, but continued his studies for two years before commencing his practice in Lexington, Virginia, in 1853.

When the Civil War began, McLaughlin enlisted in the Rockbridge Artillery and served throughout the war, rising to the rank of major. After the war ended, McLaughlin returned to Lexington where he was appointed to the board of trustees for Washington College. McLaughlin suggested that the school hire Robert E. Lee (1807-1870) to be its president and after Lee's death, pushed for the school to be renamed Washington and Lee University. He represented Rockbridge County in the constitutional convention of 1867-1868 and in the House of Delegates in 1869. McLaughlin was appointed judge for the 13th judicial circuit in 1870. He married first Sallie Mayse (d. 1882) 30 November 1875, and married second Fannie M. Coffman. McLaughlin died in Lexington 18 August 1898.

1st Lieutenant Randolph H. Blain, Jackson&rsquos Battery

BATTLE UNIT NAME: Jackson's Company, Virginia Horse Artillery (2nd Organization 1863-65)


Slitherine

Note: Iverson was not very well liked by the men of the 20th North Carolina. He bickered with field officers of the unit over who should be the next colonel. He threatened to resign if not given a furlough in February 1863, but had his bluff called by Stonewall Jackson. At Gettysburg, one dying colonel stated he would make sure the imbecile Iverson would never lead them into battle again.

Brigue. Gen. John D. Imboden (b. 1823, d. 1895) Despite having no formal military training, John Daniel Imboden advanced through the ranks of the Confederate Army. Imboden was born Feb. 16, 1823, in Staunton, Virginia. He was educated locally and attended Washington College in Lexington. He taught school and later went into law with an office in Staunton. He won two terms to the Virginia legislature. At the start of the war, Imboden was a captain in the Staunton Artillery. He commanded this unit in the first capture of Harpers Ferry. He fought in the Confederate victory at First Manassas, helping in the defense of Henry House Hill. After that, he organized a unit of partisan rangers, the First Virginia Partisan Rangers (later the 62nd Virginia Mounted Infantry). Fighting under Stonewall Jackson during the Valley Campaign of 1862, Imboden commanded his forces in Confederate victories at Cross Keys (June 8) and Port Republic (June 9). Imboden earned promotion to brigadier general to rank from Jan. 28, 1863. Along with Grumble Jones, Imboden led a raid into northwestern Virginia which severed the Baltimore & Ohio Railroad and captured large numbers of livestock during the spring of 1863. During the Pennsylvania Campaign, Imboden s command was part of the units protecting the left flank. The command missed most of the battle, stationed in Chambersburg, Pennsylvania. But on the retreat back to Virginia, Imboden stepped up. Placed in command of the 17-mile long wagon train of wounded, Imboden defended the column from Federal cavalry. With the Potomac River flooded, Imboden was pushed into a fight at Williamsport, Maryland. Imboden s men were joined by artillery and men from the wagon train to defeat a force commanded by John Buford and Judson Kilpatrick July 6. That bought enough time to evacuate everyone across the river. In the Shenandoah Valley, Imboden raided West Virginia and captured the Charleston garrison October, 1863. In May of 1864, Imboden s cavalry defeated Gen. Franz Sigel at Port Royal May 11, 1864. He played a key role in the Confederate victory at New Market May 15, 1864. His forces were incorporated into those of Jubal Early for the Valley Campaign of 1864 and fought with distinction. Imboden fell ill in the fall of 1864, victim of typhoid. He was sent to Aiken, South Carolina, to command prisoners of war. After the war, he initially settled in Richmond, where he practiced law. Later, he moved to Washington County, Virginia, and pioneered development of mining resources in the area. He died in Damascus, Virginia, a small town he founded, Aug. 15, 1895. He was buried in Richmond.

Brigue. Gen. Eppa Hunton (b. 1822, d. 1908) From First Manassas (Bull Run) to Sayler s Creek, Eppa Hunton served with Virginia troops through the Civil War. Hunton was born in Fauquier County, Virginia, Sept. 22, 1822, and educated at the New Baltimore Academy. After teaching for three years, Hunton studied law and was admitted to the bar in 1843. He settled at Brentsville in Prince William County and became active in the Virginia militia, reaching the rank of brigadier general. He also served as the commonwealth s attorney in the county. He participated in the secession convention of 1861 and entered Confederate service as colonel of the Eighth Virginia Infantry, which he recruited and helped to equip. At First Manassas (Bull Run), the war s first major battle (July 21, 1861) Hunton s men participated in the successful defense of Henry Hill and then participated in the charge which routed the Federals. The regiment took part in the victory at Ball s Bluff. Hunton was ill at both engagements, but still led his men. After roles at Williamsburg and Seven Pines, the Eighth Virginia played a major role in the Seven Days Campaign (June 25-July 1, 1862). As McClellan s Federals were pushed away from Richmond, Hunton took charge of the brigade when Gen. George Pickett was wounded at Gaines Mill (June 27, 1862). The brigade helped to break the Federal lines there and then silenced a Federal battery. Hunton led the brigade for three days before collapsing of exhaustion. He returned to lead the regiment through the Maryland Campaign. During the campaign leading up to another Confederate victory at Second Manassas (Bull Run), Hunton led Pickett s Brigade. For the Maryland Campaign, Hunton returned to his regiment as R.B. Garnett took the brigade command. Hunton s poor health played a role in who took over the brigade. The regiment fought in a delaying action at South Mountain (Sept. 14, 1862) and again at Sharpsburg (Antietam) Sept. 17, 1862, which ended the first invasion by the Army of Northern Virginia. At Gettysburg, Hunton was too ill to march with his troops during PIckett s Charge July 3, 1863, so he rode on horseback. Hunton received a severe leg wound and his horse was killed in the bloody Confederate assault which sealed the Federal victory. When the Army of Northern Virginia was reorganized following its return to Virginia, Hunton received his promotion and command of the brigade to rank from Aug. 9, 1863. Garnett had disappeared somewhere during Pickett s Charge and his body was never found. During the Overland Campaign, Hunton led his brigade at the stalemates at The Wilderness (May 5-7, 1864) and Spotsylvania Court House (May 8-21, 1864), a Confederate victory at Cold Harbor (May 31-June 12, 1864) and into the Petersburg lines. Attached to Bushrod Johnson s division, the brigade defended White Oak Road March 30, 1865, against the Fifth Corps of Gen. Ayres. The brigade participated in the counterattack which gave the Confederates hope. The next day, the brigade was defeated at Five Forks. On April 6, what was left of the brigade was overrun at Sayler s Creek and Hunton was captured along with at least seven other Confederate generals. He was held at Fort Warren until July 1865. After his return, he practiced law in Warrenton, Virginia, and was elected to four terms in the House of Representatives. He was the only southern representative on the electoral commission which decided the 1876 presidential election between Rutherford B. Hayes and Samuel Tilden. When he declined to run for Congress in 1881, he was appointed to fill the unexpired term of Sen. John Barour. He filled this seat for three years. He died in Richmond Oct. 11, 1908, and was buried in Hollywood Cemetery there.

Brig Gen. William Y. C. Humes (b. 1830, d. 1882) For most of the Civil War, William Young Conn Humes was associated with the cavalry commands of Gen. Joseph Wheeler. Born in Abingdon, Virginia, May 1, 1830, Humes graduated second in the Class of 1851 at Virginia Military Institute. After graduation, he taught in Knoxville, Tennessee, before finally settling in Memphis, Tennessee, where he studied law and was admitted to the bar. He had a law practice at the outbreak of the Civil War. He entered Confederate service as a lieutenant of artillery. He served under Gen. John P. McCown at New Madrid, Missouri and at Island No. 10. He was captured at the latter site, but exchanged back. Returning to Confederate service, he became chief of artillery for Wheeler in March 1863. He spent the rest of the war with Wheeler s units. Humes earned a promotion to brigadier general to rank from Nov. 16, 1863. With the promotion, he moved into brigade command within Wheeler s corps. At Varnell s Station (May 4-5, 1864), Humes commanded a division-sized unit of three brigades which defeated a Federal force which outnumbered his troops by a 5-1 margin. At Pickett s Mills May 27, 1864, Humes again defeated a much larger Federal force with immense slaughter. In August of 1864, Humes led a raid which sacked Dalton, Georgia, and drove Federal forces out of the town. Working with Wheeler, Humes helped to rout a Federal camp under Gen. Kilpatrick, nearly capturing the Federal general at Buck Head Creek Nov. 28, 1864. Humes accomplished the same feat March 9-10, 1865, at Monroe s Cross Roads, North Carolina. However, Humes was wounded in this fight. Humes was nominated for promotion to major general and led division-sized elements. However, there is no record that the promotion was made official. Humes surrendered with the rest of Gen. Joseph Johnston s army and returned to Memphis to practice law after the war. He died Sept. 11, 1882, in Huntsville, Alabama. He was buried in Memphis.


Brigue. Gen. William Young Conn Humes (b. 1830, d. 1882). For most of the Civil War, Humes was associated with the cavalry commands of Gen. Joseph Wheeler. Born in Abingdon, Virginia, on May 1, 1830, Humes graduated second in the Class of 1851 at Virginia Military Institute. After graduation, he taught in Knoxville, Tennessee, before finally settling in Memphis, where he studied law and was admitted to the bar. He had a law practice at the outbreak of the Civil War, leaving it to enter Confederate service as a lieutenant of artillery. Humes served under Gen. John P. McCown at New Madrid, Missouri and at Island No. 10. He was captured at the latter site, but exchanged back. Returning to Confederate service, he became chief of artillery for Wheeler in March 1863, spending the rest of the war with Wheeler s units. Humes earned a promotion to brigadier general to rank from Nov. 16, 1863. With the promotion, he moved into brigade command within Wheeler s Cavalry Corps in the Army of Tennessee. At Varnell s Station on May 4-5, 1864, during the early days of the Atlanta Campaign, Humes commanded a division-sized unit of three brigades which defeated a Union force that outnumbered his troops by a 5-1 margin. At Pickett s Mills on May 27, Humes again defeated a much larger enemy force with immense slaughter. That August, he led a raid which sacked Dalton, Georgia, and drove Union forces out of the town. Working with Wheeler as the Confederates tried to prevent the army of Gen. William T. Sherman from advancing further through Georgia, Humes helped to rout a Union camp under Gen. Judson Kilpatrick, nearly capturing the enemy general at Buck Head Creek on November 28. Humes accomplished the same feat March 9-10, 1865, at Monroe s Cross Roads, North Carolina, but was wounded in the fight. He was nominated for promotion to major general and led division-sized elements however, there is no record that the promotion was made official. Humes surrendered with the rest of Gen. Joseph E. Johnston s army and returned to Memphis to practice law after the war. Humes died Sept. 11, 1882, in Huntsville, Alabama, and was buried in Memphis. (Bio by Bill Battle)

Leadership: 3
Tactics: 3
Initiative: 3
Command: 4
Cavalry: 4

Imboden s ready to go. I should note that the Staunton Artillery was an artillery company (with four 6-pounder smoothbores at 1st Manassas), and therefore he was a captain of that unit.

Brigue. Gen. John Daniel Imboden (b. 1823, d. 1895). Despite having no formal military training, Imboden advanced through the ranks of the Confederate Army. Imboden was born on February 16, 1823, in Staunton, Virginia. He was educated locally and attended Washington College in nearby Lexington (now partly renamed in honor of his future commander, to Washington and Lee University). He taught school and later went into law with an office in Staunton, and also won two terms to the Virginia legislature. At the start of the Civil War, Imboden was Captain of the Staunton Artillery, commanding this unit in the first capture of Harpers Ferry. He next fought in the Confederate victory at First Manassas on July 21, 1861, helping in the pivotal defense of Henry House Hill. Following this, he organized a unit of partisan rangers, the 1st Virginia Partisan Rangers (later the 62nd Virginia Mounted Infantry). Fighting under Gen. Thomas Stonewall Jackson during the Valley Campaign of 1862, Imboden commanded his men in Confederate victories at Cross Keys (June 8) and Port Republic (June 9). That winter, Imboden earned promotion to brigadier general, to rank from January 28, 1863. Along with Gen. William E. Grumble Jones, Imboden led a raid into northwestern Virginia which severed the Baltimore & Ohio Railroad and captured large numbers of livestock during the spring of 1863. During the Pennsylvania Campaign that summer that culminated in the Battle of Gettysburg, Imboden s command was one of the units protecting the left flank of the Army of Northern Virginia during its march northwards. The command missed most of the battle, as it was stationed in Chambersburg, Pennsylvania several miles away. But as the army retreated back to Virginia, Imboden stepped up. Placed in command of the wagon train of wounded that stretched for seventeen miles, Imboden defended the column from pursuing Federal cavalry. The Potomac River s flooded state pushed Imboden into a fight at Williamsport, Maryland, where on July 6 his men were joined by artillery and men from the wagon train itself to defeat a force commanded by Gens. John Buford and Judson Kilpatrick. This action bought enough time to evacuate everyone across the river. Back in the Shenandoah Valley, Imboden raided West Virginia and captured the Charleston garrison that October. On May 11, 1864, Imboden s cavalry defeated Gen. Franz Sigel at Port Royal, and he played a key role in the Confederate victory at New Market four days later. Imboden s forces were incorporated into those of Gen. Jubal Early for the Valley Campaign of 1864, during which they fought with distinction. This was to be the last action Imboden would see during the Civil War: he fell ill in the fall of 1864, a victim of typhoid, and was sent to Aiken, South Carolina, to command prisoners of war. After the war, he initially settled in Richmond, where he practiced law. Later, he moved to Washington County, Virginia, and pioneered development of mining resources in the area. Imboden died in Damascus, Virginia, a small town he founded, on August 15, 1895, and was buried in Richmond. (Bio by Bill Battle)

Leadership: 4
Tactics: 5
Initiative: 4
Command: 4
Cavalry: 5


Westmoreland Coal’s Appalachian connection

An addition to the coal tipple in Dunbar, Va., likely in the late 1920s. Photo credit: Hagley ID, Box/folder number, Westmoreland Coal Company photograph and video collection (Accession 1993.233), Audiovisual Collections and Digital Initiatives Department, Hagley Museum and Library, Wilmington, DE 19807

A Brief History of Coal in Southwest Virginia

In 1795, just three years after the state of Kentucky was formed and Lee County broke off from Russell County in Virginia, a land grant was given to three men by the names of Fields, Jason and Taylor. The grant contained over 62,000 acres of land and encompassed most of the coal mining areas around Black Mountain west of what is now the city of Norton. The original grant contained a few exclusions including local residents who had claims to the land through “squatter rights.” The land overlapped an area that would come to be known as the Hagan tract. In 1836, Lee County decided to collect unpaid back taxes on heirs of the property of the land grant by repossessing some of the land. Lee County then resold 49,200 acres of the original land grant to John C. Olinger.

In the 1880s, E.K. Hyndman was president of Tinsalia Coal and Iron Company, which formed with help of former Confederate general John Daniel Imboden. Imboden was in charge of acquiring property in Wise County for the Tinsalia Coal Company, and one of his agents acquired most of Olinger’s land, according to Black Mountain, a book by Lawrence J. Fleener, Jr.

Tinsalia Coal’s Hyndman brought the Virginia holdings to the attention of John Leisenring. In 1881, Hyndman succeeded in selling Tinsalia and additional lands totaling 70,000 acres to Leisenring and his group Virginia Coal & Iron Co. With the Tinsalia Coal Company also came the South Atlantic and Ohio Railway, which connected the town of Appalachia, Va., to Bristol, Va. The railway was needed to make the transport of coal economical.

From 1896 to 1902, Virginia Coal & Iron Co. produced coking coal, which is used for steel production. Stonega Coke and Coal was formed as a new corporate business to handle the production of coking coal in 1902. Virginia Coal & Iron Co. held much of the Stonega Coke and Coal stock and was also its landlord. Dr. John Shriver Wentz, the director of Stonega Coke and Coal, began expanding the company, eventually acquiring Keokee Consolidated Coke and Imboden Coke and Coal Company in 1910.

The Interstate Railroad, headquartered in Andover, Va., was also built during this time by Stonega Coke and Coal to haul coal from Stonega to Appalachia. It was during this early period that many of the recognizable coal and railroad camps in Wise and Lee counties were built, including Stonega and Andover, according to Virginia Coal and Iron Company, a book compiled by E.J. Prescott.

The coal company town of Stonega, Va., in approximately 1930. Photo credit: Hagley ID, Box/folder number, Westmoreland Coal Company photograph and video collection (Accession 1993.233), Audiovisual Collections and Digital Initiatives Department, Hagley Museum and Library, Wilmington, DE 19807

Westmoreland Enters the Picture

In 1854, Westmoreland incorporated in Pennsylvania and began mining coal at its Lehigh Mine. Westmoreland’s Virginia story does not begin until 1916 and 1917, when Dr. Wentz of Stonega Coke and Cole became a major shareholder in Westmoreland. The companies became more closely tied in 1929, when the death of Westmoreland Company President S.P. Hutchinson resulted in a situation where E.B Leisenring became the simultaneous president of Stonega Coke and Coal, Virginia Coal and Iron Co. and Westmoreland Coal Co.

Virginia Coal and Iron acquired 52 percent of Westmoreland in 1962. Two years later, Westmoreland merged into Stonega Coke and Coal. The newly combined company went by the name Westmoreland, to preserve the name of the oldest coal mining corporation in the United States.

Around the same time, Virginia Coal and Iron Co. absorbed some of Westmoreland’s land assets in Westmoreland Incorporated. Now entirely a land, mineral rights and investment company, Virginia Coal and Iron changed its name to Penn Virginia Corporation in 1967.

Five years later, Penn Virginia and Westmoreland tried to merge into a single business entity, but that was rejected by committees led by the two companies, largely due to decline in value of Westmoreland shares relative to Penn Virginia, according to a book self-published by Westmoreland. This ultimately led to a more complete separation of the two companies. Still, Ted Leisinering Jr. served as the chief executive officer for both companies for many more years despite the lack of legal connections. There were also still many family connections between the two companies given their long history. Even now, their corporate logos are very similar.

Mergers and Changes

Since the 1972 decision not to merge with Westmoreland, Penn Virginia has also spun off several other companies. It began to acquire oil and gas companies in the 1980s and was listed on the New York Stock Exchange in 1997. Penn Virginia spun off coal and pipeline operations, including all of its Virginia land holdings, into Penn Virginia Resources, which later merged with Penn Virginia GP Holdings to form PVR Partners. PVR Partners merged with Regency Energy Partners in 2014 and was subsequently acquired by Energy Transfer Partners in 2015. Penn Virginia Resources and its corporate owners are still the largest landholder in Wise County,. Penn Virginia also went through a bankruptcy in 2016, but by that time had already spun of its Southwest Virginia land-holding assets through their company PVR Partners.

Two of the six Westmoreland coal silos near Appalachia, Va., which have since been demolished. Photo courtesy of The Post

The old Bullitt Mine complex still sits largely unreclaimed just west of the town of Appalachia. The property is now mainatained by A & G Coal Corporation, which was forced to tear down the coal silos in 2016 by the Virginia Department of Mines, Minerals and Energy because of the company’s failure to reclaim the area. For a while, Westmoreland maintained a small office in Appalachia to help its former miners with health benefits, but in 2014 that closed as well.

In October of 2018, Westmoreland filed for Chapter 11 bankruptcy in the southern district of Texas. There is a public auction for Westmoreland’s assets scheduled for January 22, 2019. Many union miners both here in Virginia and abroad are concerned about their continuing health benefits including black lung payments. Westmoreland’s bankruptcy could still be felt in Southwest Virginia by now-retired miners, but it is unclear what the future holds.

A Bath County, Va., native, Matt uses his backgrounds in geography, GIS mapping and hydrology to help protect Appalachian communities from coal mining pollution as a member of our Central Appalachian / End Mountaintop Removal team. He's also a fantastic square dance caller.


Assista o vídeo: Daniel Wickberg at the OAH 2009


Comentários:

  1. Mijar

    É apenas uma bomba !!!

  2. Mazubei

    Eu parabenizo, a ideia brilhante e é oportuna

  3. Earwyn

    Peço desculpas, mas não se aproxima de mim. Quem mais, o que pode solicitar?

  4. Gordan

    Sim, não é tão ruim. No entanto .......

  5. Daisho

    O post foi ordenado pelo nosso governo :)

  6. Akile

    É um caso especial ..



Escreve uma mensagem