2 de fevereiro de 2018 Dia 14 do segundo anov - História

2 de fevereiro de 2018 Dia 14 do segundo anov - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

11:00 O PRESIDENTE recebe seu briefing diário de inteligência

sala Oval

11h30 O PRESIDENTE se reúne com desertores norte-coreanos

sala Oval

14h00 O PRESIDENTE sai da Casa Branca a caminho do Centro Nacional de Alvejamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras

South Lawn

14h15 O PRESIDENTE chega a Sterling, VA, zona de pouso

Sterling, VA LZ

14h25 O PRESIDENTE parte da zona de desembarque de Sterling, VA, a caminho do Centro Nacional de Alvejamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras

Sterling, VA LZ

14h35 O PRESIDENTE chega ao Centro Nacional de Alvejamento de Proteção de Fronteira Aduaneira

Centro Nacional de Patrulha de Fronteira

14h40 O PRESIDENTE faz um tour pelo Centro Nacional de Alvos de Alfândega e Proteção de Fronteiras

Centro Nacional de Patrulha de Fronteira


14h50 - Horário das ligações para viagens fora da cidade

15h05 O PRESIDENTE participa de uma mesa redonda de Alfândega e Proteção de Fronteiras

Centro Nacional de Patrulha de Fronteira

15h50 O PRESIDENTE sai do Centro Nacional de Alvo da Patrulha de Fronteira e Alfândega dos EUAa caminho de Sterling, VA, zona de pouso

Centro Nacional de Patrulha de Fronteira

16:00 O PRESIDENTE parte de Sterling, VA, zona de pouso a caminho da Base Conjunta Andrews

Sterling, VA LZ

16h40 O PRESIDENTE e THE FIRST LADY partem de Washington, D.C., a caminho de Palm Beach, FL

Base Conjunta Andrews

19:00 O PRESIDENTE e A PRIMEIRA SENHORA chegam em Palm Beach, Flórida

Aeroporto Internacional de Palm Beach


Dia dos Povos Indígenas

Dia dos Povos Indígenas [1] é um feriado que celebra e homenageia os povos indígenas americanos e comemora suas histórias e culturas. É comemorado em todos os Estados Unidos na segunda segunda-feira de outubro e é um feriado oficial da cidade e do estado em várias localidades. Tudo começou como uma contra-celebração realizada no mesmo dia do feriado federal americano do Dia de Colombo, que homenageia o explorador italiano Cristóvão Colombo. Muitos rejeitam comemorá-lo, dizendo que ele representa "a história violenta da colonização no Hemisfério Ocidental", [2] e que o Dia de Colombo é uma sanitização ou encobrimento das ações de Cristóvão Colombo, como escravizar os nativos americanos. [3] [4] Foi instituído em Berkeley, Califórnia, em 1992, para coincidir com o 500º aniversário da chegada de Colombo às Américas em 12 de outubro de 1492. Dois anos depois, Santa Cruz, Califórnia, instituiu o feriado. [5] A partir de 2014, muitas outras cidades e estados adotaram o feriado. [6]


O sentimento do consumidor em fevereiro foi o segundo maior em 14 anos

Os números: O índice de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan em fevereiro foi o segundo mais forte em 14 anos, embora a leitura final tenha sido revisada para um toque inferior a 99,7.

A leitura inicial era de 99,9, e a previsão do economista compilado pelo MarketWatch era de uma leitura de 100. O índice estava em 95,7 em janeiro.

O que aconteceu: Os consumidores tiveram avaliações favoráveis ​​de empregos, salários e maior pagamento após os impostos, disse a Universidade de Michigan. A maior proporção de famílias desde 1998 relatou que suas finanças melhoraram em comparação com o ano anterior.

Curiosamente, o relatório disse que os cortes de impostos não geraram apoio universal, ao contrário das reduções anteriores. O relatório notou uma divisão partidária na reação a eles.

A grande imagem: Com os cortes de impostos sendo adicionados a uma economia que já tinha altos empregos, os consumidores estão de bom humor. A Universidade de Michigan disse que os dados são consistentes com um ganho de 2,9% nos gastos ajustados pela inflação neste ano.


Títulos estão assustando ações

O mercado altista se festejou com taxas de títulos extremamente baixas durante anos, mas esses dias podem estar chegando ao fim.

Os investidores temem que os rendimentos do Tesouro aumentem para níveis que tornem as ações menos atraentes e obriguem o Federal Reserve a combater a inflação aumentando agressivamente as taxas de juros.

O presidente do Federal Reserve de Nova York, Bill Dudley, disse à Bloomberg News na quinta-feira que, se a economia dos EUA continuar se fortalecendo, o banco central pode estar justificado em aumentar as taxas quatro vezes este ano. Wall Street espera três aumentos nas taxas, no máximo.

Dudley, que chamou a queda do mercado de "batatas pequenas", disse que "o júri ainda não decidiu" quanto ao número de aumentos nas taxas.

Washington está colocando mais pressão sobre as taxas. O Senado dos EUA chegou a um acordo bipartidário na quarta-feira que aumentaria os limites de gastos em US $ 300 bilhões nos próximos dois anos. O acordo, juntamente com cortes de impostos republicanos, pode elevar o déficit orçamentário federal para US $ 1,07 trilhão no ano fiscal de 2019, de acordo com estimativas do Bank of America.

Wall Street prevê que mais gastos do governo forçarão o Departamento do Tesouro a tomar mais dinheiro emprestado com a venda de títulos adicionais. Para aumentar a demanda por essa oferta mais alta, as taxas podem ter que subir.

O mercado de ações ainda está em alta desde a eleição do presidente Trump. Suas promessas de grandes cortes de impostos corporativos ajudaram a levantar o Dow em mais de 8.000 pontos, embora desde então ele tenha devolvido cerca de um quarto desse aumento.


Fevereiro - Histórico do clima

2020: Quando uma frente fria passou pelo interior do noroeste, fortes ventos impactaram grande parte do leste de Washington e do norte de Idaho Panhandle. Danos generalizados a árvores foram relatados em Post Falls, Idaho, especialmente em Lucky Pines Mobile Home Estates e bairros vizinhos. Por volta das 6h00 às 7h00 do dia 1º de fevereiro, quase 50 casas foram evacuadas depois que árvores inclinadas foram denunciadas à polícia local. Um total de 3 casas foram severamente danificadas e várias receberam pequenos danos devido à queda de árvores. Ocorreram 5.000 cortes de energia no norte de Idaho Panhandle, devido à queda de árvores nas linhas de energia. Uma rajada de vento de 65 mph foi medida em um local DOT próximo localizado na Railroad Bridge por volta das 8h.

2006: A chuva, seguida por condições de congelamento, trouxe condições de gelo para o Vale do Rio Wenatchee. Vários acidentes graves ocorreram em torno de Cashmere e 3 pessoas ficaram gravemente feridas.

2003: Períodos de chuva forte e neve causam inundações em pequenos rios, o rio Palouse e o rio Coeur d & # 39Alene. As inundações ocorreram nos condados orientais de Kootenai, Shoshone, Latah e Whitman. Uma casa perto do Wolf Creek Lodge foi inundada, assim como várias estradas. Pequenas inundações também foram relatadas em Palouse Park, na cidade de Palouse.

2000: O derretimento rápido da neve e as fortes chuvas locais causaram inundações em Palouse. As inundações ocorreram ao norte de Moscou e em várias fazendas em Washington. A rodovia 27 de Oakesdale a Tekoa foi fechada.

2020: Uma tempestade de inverno trouxe várias voltas de neve para o Noroeste do interior de 4 a 5 de fevereiro de 2020. A primeira onda chegou na tarde de 4 de fevereiro e trouxe um leve acúmulo de neve (& lt = 1 & rdquo). Vários relatos de condições de estrada extremamente geladas levaram a um grande número de colisões, uma das quais resultou em uma fatalidade perto de Ritzville. A maioria dos acidentes e fechamentos ocorreu na Interestadual 90 através do condado de Adams e Spokane, e do condado de Kootenai em Idaho, com mais de 150 colisões relatadas na região pela Patrulha Estadual de Washington.

1991: 0,5 polegada de chuva derreteu 5 polegadas de neve em Colville, causando algumas inundações. Alguns danos menores relatados.

2020: Um rio atmosférico paralisado foi seguido por um vale de ondas curtas trazendo recorde de precipitação moderada a forte. Isso levou a uma mistura de chuva forte e neve úmida que causou subidas bruscas em pequenos riachos e riachos em partes do Panhandle central de Idaho até a pradaria de Camas. Numerosos locais atingiram acumulações de chuva de 24 horas de 1 & rdquo ou mais no dia 6. O aeroporto de Lewiston teve uma precipitação recorde de 1,24 & rdquo. Com a contribuição do derretimento da neve, houve relatos de inundações e deslizamentos de rochas nos condados de Nez Perce e Latah. Observadores treinados relataram enchentes em Lapwai Creek, Potlatch River, Mission Creek e Cottonwood Creek. No condado de Latah, aumentos bruscos levaram Paradise Creek à inundação em Moscou.

1999: Neve pesada e rajadas de vento combinaram para criar condições brancas na montanha Schweitzer. 5 esquiadores desapareceram e foram encontrados com alguns ferimentos leves 24 horas depois. 1,09 polegadas de precipitação caiu em Quincy, a maior precipitação registrada na cidade para um dia de fevereiro.

2008: Neve forte e tempestade considerável ocorreram na parte da manhã e no início da tarde. Na área de Lewiston, ventos fortes causaram danos a um edifício, com áreas de neve soprada nas elevações mais altas ao redor de Lewiston. A neve soprada criou uma breve tempestade de neve entre Lewiston e Moscou, que temporariamente fechou a Rodovia 95 dos EUA. Os ventos também derrubaram um poste de energia na área dos Pomares de Lewiston. Todas as escolas foram fechadas em Camas Prairie, com várias outras escolas fechadas em North Idaho. No sul do condado de Kootenai, quase todas as estradas ficaram intransitáveis ​​após a tempestade, com muitas outras fechadas no norte de Idaho. As rajadas de vento de pico deste evento incluem 59 MPH em Lewiston que ocorreram às 6h56. O acúmulo de neve variou principalmente entre sete e quinze centímetros nas áreas dos vales e quinze a trinta e cinco centímetros nas montanhas. Em Washington, a rodovia dois de Wilbur a Creston foi fechada. No sul e no oeste do condado de Spokane, todas as estradas do condado foram fechadas em 8 de fevereiro por causa dos altos montes de neve após a tempestade. Nas áreas de Spokane e Pullman, a neve terminou entre 3 e 4 da manhã, mas uma quantidade considerável de neve soprada ocorreu durante a manhã. Na Spokane International, uma rajada de vento de pico de 52 MPH foi medida às 5h02. Em Pullman, uma rajada de vento de pico de 58 MPH foi registrada às 5h06. Em Clarkston, a Biblioteca do Condado de Asotin foi fechada depois que uma combinação de manutenção contínua e ventos fortes causaram o rompimento de algumas rochas. O acúmulo de neve deste evento variou principalmente de dez a quinze centímetros. À tarde, uma avalanche ocorreu perto do Lago Wenatchee, destruindo uma casa de férias de US $ 1,1 milhão.

2019: Uma frente ártica trouxe ventos de nordeste com rajadas de até 40 mph para grande parte do noroeste do Pacífico. Isso criou uma tempestade significativa de neve e condições semelhantes a nevascas com muitos bloqueios de estradas, como a rodovia US-2. A neve caindo também afetou áreas como a State Route 27 perto de Colfax e no Waterville Plateau e Moses Lake. Houve mais neve no final de fevereiro, mas não tão forte quanto a tempestade de 8 de fevereiro e 9 de fevereiro. Fevereiro de 2019 foi o mês de fevereiro com mais neve para muitos locais. Lewiston teve neve 31,3 & rdquo, que foi 4,1 & rdquo mais do que o normal.

2002: Um sistema de baixa pressão trouxe neve e ventos fortes para Palouse no início da manhã. Ventos e rajadas de 40 mph sustentados até 53 mph causam deriva profunda, que fechou várias rodovias, incluindo rodovias 270 e 195 em torno de Pullman, e visibilidade reduzida. Árvores e linhas de energia foram derrubadas, várias em estradas principais.

1996: Inundações históricas. As chuvas no norte de Idaho causam enchentes severas e quase recordes ao longo dos rios até o dia 20. Alguns rios corriam até 2,5 metros acima de suas margens. Vários diques em Meadowhurst e Riverdale falharam. O rio St. Joe's causou US $ 20 milhões em danos, destruindo 179 casas e forçando 400 pessoas a evacuar. 350 ficaram desabrigados. O Coeur d & # 39Alene causou US $ 24 milhões em danos, destruiu 167 casas, desalojou 2.000 pessoas e prendeu 4.000. 1,32 polegada de chuva caiu em Pullman, a maior precipitação a cair na cidade em um dia de fevereiro.

1999: Neve pesada, rajadas de vento e temperaturas extremamente baixas causam condições perigosas ao longo das encostas leste das Cascades. 2 snowmobilers desapareceram por 11 dias. Um morreu e o outro ficou ferido.

2011: Ventos fortes foram relatados no norte de Idaho e no leste de Washington na noite de 12 a 13. Vários relatos de rajadas de vento entre 35 e 50 mph foram observados nos vales de Idaho com um relato de uma rajada de vento de até 75 mph a aproximadamente 6.500 pés de altitude nas montanhas Selkirk. Várias árvores e linhas de energia foram relatadas para baixo durante o evento. Ventos de 30-50 mph foram relatados ao longo da Bacia de Columbia. Rajadas de 50-72 mph foram relatadas no sul do condado de Grant. As cidades de Mattawa, Royal City e Othello receberam relatos de poeira soprada. Várias telhas foram arrancadas de uma casa residencial e galhos de árvores de cinco centímetros de diâmetro supostamente quebrados perto de Beverly.

2001: Uma massa de ar frio ártico moveu-se rapidamente sobre o leste de Washington e o norte de Idaho. Isso trouxe fortes ventos para a região. Rajadas de 57 mph foram registradas em Oroville. Um sistema de baixa pressão formou-se na área à tarde, trazendo ar quente e úmido à noite. Isso produziu uma forte nevasca nas primeiras horas da manhã do dia 16.

2003: Uma tempestade isolada ocorreu em Pinehurst, que causou danos causados ​​pelo vento em várias casas. Uma residência que sofreu os maiores danos ao telhado da casa e ao galpão próximo, junto com a derrubada de uma seção de cerca de 21 metros e meia dúzia de arbustos altos.

1994: As rajadas de vento atingiram 72 mph em Othello e 60 mph em Royal City. Os fortes ventos arrancaram várias árvores no sul dos condados de Grant e oeste de Adams.

1993: 30 centímetros de neve caíram em Wenatchee em um período de 16 horas. Uma pessoa morreu quando seu carro escorregou em um guarda-corpo devido ao gelo na estrada.

1991: Chuvas moderadas, além do derretimento da neve, causam inundações em fazendas perto do rio St. Joe e do Coeur d & # 39Alene.

2011: Um evento de neve pesada de longa duração enterrou o leste de Washington e o norte de Idaho da noite do dia 21 à tarde do dia 24. Numerosos distúrbios trouxeram nevascas constantes por toda parte. A maioria dos locais no norte de Idaho experimentou 36 a 56 horas de queda de neve durante o período de quatro dias, com locais de vale recebendo entre um e dois pés de neve, enquanto as montanhas receberam mais de dois a cinco pés. Uma forte frente ártica se moveu pela região na noite do dia 23. Uma combinação de faixas de neve pesada se desenvolvendo ao longo da frente seguida por fortes ventos de nordeste atrás da frente resultou em condições de nevasca por várias horas em Boundary, Bonner e Condado de Kootenai & # 39s antes que a tempestade diminuísse na manhã do dia 24. A polícia relatou que as condições de apagão contribuíram para 85 acidentes de carro e 50 deslizamentos de veículos. Várias rodovias foram temporariamente fechadas devido à neve acumulada, incluindo a rodovia 195, a rodovia 41 entre Post Falls e Rathdrum, e as pistas oeste da Interestadual 90 perto da saída da rodovia 41. A maioria dos distritos escolares cancelou as aulas em 24 de fevereiro. A quantidade de neve no leste de Washington durante o período de três dias nessas zonas montanhosas variou de 30 a 90 centímetros. Várias voltas de neve pesada também impactaram a parte superior da Bacia de Columbia e a área de Spokane, principalmente nos dias 23 e 24, mas devido à natureza altamente convectiva da neve, a quantidade total de neve da tempestade variou de dez a quatorze polegadas. Na noite do dia 23, uma forte frente ártica se mudou para a região. Uma combinação de faixas de neve pesada se desenvolvendo ao longo da frente e ventos fortes do nordeste atrás da frente resultaram em condições de nevasca por várias horas em todo o condado de Spokane.

2002: Um jato forte de nível superior causa ventos fortes no topo das montanhas panhandle e nas Cascatas até o dia 22. Silver Mountain registrou rajadas de 99 mph, Mission Peak registrou ventos sustentados de 50 mph e uma rajada de 94 mph, e Schweitzer registrou uma rajada de 80 mph.

2007: A neve constante causa vários acidentes em Palouse, a maioria na área de Moscou-Pullman. Vários ferimentos indiretos foram relatados.

2003: Duas avalanches ocorreram com 90 minutos de intervalo em um raio de 20 milhas devido ao aquecimento das temperaturas e queda de neve anterior. A primeira avalanche ocorreu por volta das 11h30, perto do Lago Keokee, cerca de 16 quilômetros a noroeste da estação de esqui Schweitzer. Dois esquiadores do interior foram capturados e um deles foi morto. O segundo ocorreu por volta das 13h, cerca de 5 milhas a leste do Lago Priest. Três snowmobilers foram capturados e um deles foi morto.

1999: As fortes chuvas e o derretimento da neve causaram inundações generalizadas nos condados de Benewah e Latah em Idaho, e nos condados de Whitman e Lincoln em Washington até o dia 25. Muitas estradas, empresas e porões foram inundados. A rodovia 2 no condado de Lincoln foi fechada.

2019: Os ventos do nordeste de 25-35 mph, juntamente com uma leve queda de neve, resultaram em um deslocamento considerável e neve soprada no leste de Washington. Quatro rodovias do estado de Washington foram fechadas durante todo o dia devido à neve: SR 221 (perto de Prosser), SR 27 (perto de Lind), SR 21 (perto de Latah) e SR 241 (perto de Sunnyside).

2011: A depressão do nível superior que pairava sobre Idaho no dia anterior lentamente afundou no leste de Washington da tarde de 28 à tarde de 1º de março. A elevação desempenhou um grande papel nos totais de queda de neve que variaram de nove a quinze polegadas acima de 2.000 pés a menos de uma polegada em elevações abaixo. Embora nunca relatado, a neve soprada pode ter tido um impacto significativo nas viagens pelas Northern Blue Mountains. Alder Ridge RAWS a uma altitude de 4500 pés relatou ventos sustentados entre 15 e 25 mph com rajadas de 40 mph.

1991: Uma polegada de neve causou condições geladas, resultando em duas pessoas feridas em Peterson Hill, perto de Bonners Ferry.


2018 foi o quarto ano mais quente já registrado para o mundo

A tendência de aquecimento de longo prazo da Terra e rsquos continuou em 2018, já que o calor persistente em grandes áreas de terra e oceano resultou no quarto ano mais quente do globo e rsquos no recorde climático de 139 anos da NOAA e rsquos. O ano está logo atrás de 2016 (mais quente), 2015 (segundo mais quente) e 2017 (terceiro mais quente).

Em análises separadas das temperaturas globais, cientistas da NASA, do Met Office do Reino Unido e do link externo da Organização Meteorológica Mundial também alcançaram a mesma classificação de temperatura.

Aqui estão alguns destaques das descobertas da NOAA e do rsquos:

Temperaturas globais de 2018

A temperatura média global durante 2018 foi 1,42 graus F acima da média do século XX. Isso marca o 42º ano consecutivo (desde 1977) com uma temperatura global acima da média. Nove dos dez anos mais quentes ocorreram desde 2005, com os últimos cinco anos compreendendo os cinco mais quentes.

A temperatura média global da superfície do mar era 1,19 graus F acima da média, enquanto a temperatura da superfície terrestre estava 2,02 graus acima da média, ambas as quarta maiores já registradas.

Grande parte da Europa, Nova Zelândia e partes do Oriente Médio e Rússia registraram altas temperaturas terrestres. Partes do oceano Pacífico meridional e partes do oceano Atlântico norte e sul também registraram temperaturas recordes na superfície do mar.

Desastres climáticos e meteorológicos de bilhões de dólares americanos de 2018

Em 2018, os EUA experimentaram 14 desastres climáticos e climáticos, cada um com perdas superiores a US $ 1 bilhão e todos totalizando cerca de US $ 91 bilhões em danos. Tanto o número de eventos quanto seu custo cumulativo ficaram em quarto lugar desde o início dos registros em 1980.

No topo da lista está o furacão Michael, que causou US $ 25 bilhões em danos, seguido pelos incêndios florestais no oeste dos EUA e o furacão Florence, que causou cada um US $ 24 bilhões em danos.

O mais importante foi o número de humanos: pelo menos 247 pessoas morreram e muitas mais ficaram feridas nos 14 desastres.


A AWS disse que mitigou um ataque DDoS de 2,3 Tbps, o maior de todos os tempos

O recorde anterior para o maior ataque DDoS já registrado foi de 1,7 Tbps, registrado em março de 2018.

Por Catalin Cimpanu por Zero Day | 17 de junho de 2020 - 16:03 GMT (09:03 PDT) | Tópico: Segurança

ZDNet recomenda

As redes privadas virtuais não são essenciais apenas para proteger suas conexões Wi-Fi não criptografadas em cafés e aeroportos. Cada trabalhador remoto deve considerar uma VPN para se manter seguro online.

A Amazon disse que seu serviço AWS Shield mitigou o maior ataque DDoS já registrado, interrompendo um ataque de 2,3 Tbps em meados de fevereiro deste ano.

O incidente foi divulgado no AWS Shield Threat Landscape [PDF] da empresa, um relatório que detalha os ataques da Web mitigados pelo serviço de proteção AWS Shield da Amazon.

O relatório não identificou o cliente AWS visado, mas disse que o ataque foi realizado usando servidores web CLDAP sequestrados e causou três dias de "ameaça elevada" para a equipe do AWS Shield.

CLDAP (protocolo de acesso de diretório leve sem conexão) é uma alternativa ao protocolo LDAP mais antigo e é usado para conectar, pesquisar e modificar diretórios compartilhados na Internet.

O protocolo foi abusado para ataques DDoS desde o final de 2016, e os servidores CLDAP são conhecidos por amplificar o tráfego DDoS em 56 a 70 vezes seu tamanho inicial, tornando-o um protocolo muito procurado e uma opção comum fornecida por serviços DDoS de aluguel .

O recorde anterior para o maior ataque DDoS já registrado era de 1,7 Tbps, mitigado pelo NETSCOUT Arbor em março de 2018.

Antes disso, o maior ataque DDoS já registrado foi um ataque DDoS de 1,3 Tbps que atingiu o GitHub um mês antes, em fevereiro de 2018.

Os ataques Netscout e GitHub DDoS abusaram de servidores Memcached expostos à Internet para atingir larguras de banda massivas.

Na época dos ataques de 2018, o Memcached era um novo vetor de ataque DDoS, e muitos grupos de hackers e serviços DDoS de aluguel correram para abusar de mais de 100.000 servidores Memcached para criar confusão na Internet.

No entanto, nesse ínterim, ataques DDoS massivos se tornaram uma raridade, principalmente devido a provedores de serviços de Internet (ISPs), redes de distribuição de conteúdo (CDNs) e outros grandes participantes da Internet trabalhando juntos para proteger sistemas Memcached vulneráveis.

Hoje em dia, a maioria dos ataques DDoS costumam atingir o pico na faixa de 500 Gbps, motivo pelo qual a notícia do ataque de 2,3 Tbps da AWS foi uma surpresa para os participantes do setor.

Por exemplo, em seu relatório trimestral para o primeiro trimestre de 2020, o serviço de mitigação de DDoS Link11 relatou que o maior ataque de DDoS que mitigou foi de 406 Gbps. Em seu relatório DDoS para o primeiro trimestre de 2020, a Cloudflare disse que o maior ataque DDoS que mitigou atingiu um pico de mais de 550 Gbps.

A Akamai também relatou hoje cedo sobre a mitigação de um ataque DDoS de 1,44 Tbps na primeira semana de junho de 2020.

No entanto, esses números são raridades e os valores discrepantes em todos os relatórios trimestrais de DDoS. A maioria dos ataques DDoS são de pequena escala. Link11 disse que o tamanho médio de um ataque DDoS no primeiro trimestre de 2020 foi de apenas 5 Gbps.

A Cloudflare disse que 92% dos ataques DDoS que mitigou no primeiro trimestre de 2020 estavam abaixo de 10 Gbps e que 47% eram ainda menores, abaixo de 500 Mbps.


Conteúdo

Carreira Amadora Editar

O pai de Verlander, Richard, o enviou para a Richmond Baseball Academy quando ele era jovem. Ele foi capaz de lançar uma bola rápida de 135 km / h logo após entrar na academia. Sua velocidade atingiu um patamar de 86 mph (138 km / h) durante seu último ano na Goochland High School, durante o qual ele foi desviado por uma infecção na garganta. [8] A velocidade de Verlander aumentou para 87 mph (140 km / h) durante seu primeiro ano em Old Dominion.

Old Dominion University Editar

Verlander, um arremessador destro de 6 ′ 5 ", 200 libras (1,96 m, 91 kg), jogou pelo time de beisebol da Old Dominion University por três anos. Em 17 de maio de 2002, ele bateu o recorde da época com 17 rebatidas James Madison. Em 2003, ele estabeleceu um recorde escolar de uma única temporada ao registrar 139 eliminações. Em 2004, ele quebrou seu próprio recorde estabelecendo um novo recorde da Colonial Athletic Association (CAA) com 151 eliminações. Verlander completou sua carreira como o melhor de todos os tempos líder de strikeouts na Old Dominion University, CAA e na história da Commonwealth of Virginia (Divisão I) com 427 em 335 + 2 ⁄ 3 innings. Durante seus três anos, ele teve uma média de 11,5 strikeouts por nove innings e sua carreira escolar ganhou média de corridas ( ERA) foi 2,57.

2003: Medalha de prata nos Jogos Pan-americanos Editar

Verlander defendeu a seleção nacional de beisebol dos Estados Unidos em 2003 e ajudou os Estados Unidos a ganhar a medalha de prata nos Jogos Pan-americanos. Ele foi nomeado Rookie da CAA do ano em 2002 e recebeu todas as honras da CAA em 2003 e 2004. Verlander foi nomeado Atleta Masculino do Ano da ODU Alumni Association em 2004 e foi a segunda escolha geral no draft de 2004 da Liga Principal de Beisebol pelos Detroit Tigers.

Ligas menores Editar

A carreira de Verlander no beisebol profissional começou quando ele foi selecionado pelos Detroit Tigers com a segunda escolha geral no Draft 2004 da MLB. Ele assinou um contrato em 25 de outubro de 2004. Verlander fez sua estreia profissional em 2005. Ele jogou por dois dos afiliados da liga secundária de Detroit: o Lakeland Flying Tigers (A +) e o Erie SeaWolves (AA), e também começou dois jogos pelo Tigres em julho. Depois de postar um recorde de 9–2 e um ERA de 1,67 em 13 partidas para Lakeland, Verlander se juntou aos SeaWolves em 20 de junho.

Detroit Tigers Editar

2005–2006: estreia na MLB, AL Rookie of the Year e World Series Edit

Verlander fez sua estreia na MLB em 4 de julho de 2005. Ele foi 0–2 com um ERA de 7,15 em suas duas únicas partidas da temporada.

Ele fez parte do elenco do Tigers de 2006 a partir do treinamento de primavera. Em sua primeira temporada completa da Liga Principal, Verlander teve 17-9 com uma ERA de 3,63, eliminando 124 rebatedores em 186 entradas. Em 4 de julho de 2006, no McAfee Coliseum em Oakland, Califórnia, Verlander, Joel Zumaya e Fernando Rodney lançaram várias bolas rápidas a mais de 160 km / h. Foi a primeira vez na história da MLB que três arremessadores do mesmo time o fizeram durante um jogo. [ citação necessária Ele permitiu uma base roubada em 2006 e eliminou sete corredores de base. Em 2006, ele se tornou o primeiro arremessador novato na história do jogo a vencer 10 jogos antes do final de junho e foi nomeado AL Rookie of the Year no final da temporada. Durante o jogo 1 da World Series de 2006, Verlander foi o arremessador inicial do Tigers contra Anthony Reyes do St. Louis Cardinals. Foi a primeira vez em que dois novatos se enfrentaram para iniciar uma World Series. [9] Os Tigers perderam a série para os Cardinals em cinco jogos.

2007−2008: Primeira edição do jogo All-Star e sem rebatidas

Em 2008, Verlander perdeu quatro jogos consecutivos antes de vencer o primeiro. Ele liderou a MLB em derrotas com 17. No geral, ele terminou a temporada de 2008 com um recorde de vitórias e derrotas de 11-17 e um ERA de 4,84. [ citação necessária ]

2009–2010: vitórias pela primeira vez na liga principal e líder eliminado Editar

Verlander se tornou o primeiro titular da Liga Principal em 24 anos a carregar as bases sem ninguém no nono turno ou mais tarde e sair dela sem permitir uma corrida quando conseguiu o feito em 24 de julho de 2009. O arremessador dos Mariners na época, Mike Moore foi o último a fazê-lo, em 16 de setembro de 1985. [10]

Ele terminou a temporada de 2009 com um recorde de 19-9, uma ERA de 3,45 e 269 eliminações líderes da MLB, a maior pontuação de um Tigre desde 308 de Mickey Lolich em 1971, [11] enquanto sua taxa de eliminação de IP 10,1 / 9 liderou todos os americanos Para iniciantes da liga. Suas 19 vitórias lideraram os campeonatos desta temporada. Verlander terminou em terceiro no AL Cy Young Award, votando atrás do vencedor Zack Greinke e do vice-campeão Félix Hernández.

2011: segunda temporada premiada e sem rebatidas Editar

Em 31 de julho, Verlander levou um no-hitter ao oitavo turno contra o Los Angeles Angels antes de entregar um single para Maicer Izturis. Ele caminhou dois e acertou nove. Em 11 de agosto, Verlander venceu seu 100º jogo da liga principal contra o Cleveland Indians. Uma vitória em 27 de agosto fez de Verlander o primeiro Tiger desde Bill Gullickson em 1991 a vencer 20 jogos, e o primeiro arremessador da Liga Principal desde Curt Schilling em 2002 a alcançar 20 vitórias antes do final de agosto. [17]

Ao final da temporada, Verlander conquistou a Tríplice Coroa de arremessos na AL, liderando a liga em vitórias (24), eliminações (250 empatados em sexto lugar na história do Tigres) e ERA (2,40). [18] O arremessador canhoto do Los Angeles Dodgers Clayton Kershaw conquistou a Liga Nacional (NL) Triple Crown no início da semana, tornando-se a primeira temporada desde 1924 com um arremessador da Triple Crown em ambas as ligas. Verlander também liderou o AL em innings arremessados ​​(251) e porcentagem de vitórias e derrotas (0,828 sexto melhor na história do Tigres), [19] enquanto postava um melhor WHIP na Liga Principal de 0,92. Ao longo da temporada, ele nunca teve uma saída em que jogou menos de seis entradas ou 100 arremessos. Em 2011, Verlander teve a melhor porcentagem de eliminações / 9 entradas na história do Tigres (8,3) e a segunda melhor porcentagem de vitórias e derrotas na carreira (0,652 também a quarta melhor porcentagem de todos os arremessadores ativos). [19] [20]

Em 2011, Verlander recebeu o prêmio AL Sporting News Arremessador do Ano, o Prêmio Sporting News de Jogador do Ano, o prêmio Players Choice para Jogador do Ano e o arremessador mais destacado da Liga Americana, e um EUA hoje Liga Americana Cy Young. Verlander foi nomeado o atleta da capa de Liga Principal de Beisebol 2K12. [21]

Verlander ganhou o prêmio AL Cy Young de 2011 e o prêmio AL MVP. Ele foi o primeiro arremessador a receber um prêmio AL MVP desde Dennis Eckersley em 1992, o primeiro arremessador titular a fazê-lo desde Roger Clemens em 1986 e o ​​quarto arremessador titular do Tigers a fazê-lo na história da franquia, juntando-se a Denny McLain (1968), Hal Newhouser (1944,1945) e Willie Hernández (1984). Verlander ganhou por unanimidade o Prêmio AL Cy Young de 2011 [22] e também ganhou o AL MVP em uma votação muito mais apertada. Verlander derrotou Jacoby Ellsbury, do Boston, 280 pontos, a 242 pontos, enquanto obteve 13 dos 28 votos para o primeiro lugar. [23] Ele se tornou o segundo arremessador na história do beisebol depois de Don Newcombe a ganhar o prêmio de Novato do Ano, Cy Young e MVP em sua carreira. [24] [25]

2012: Cy Young vice-campeão, All-Star e World Series Edit

Em 18 de maio de 2012, Verlander levou um sem rebatidas para o nono inning contra o Pittsburgh Pirates antes de desistir de um único eliminado em uma vitória por 6-0. Foi seu primeiro one-hitter de jogo completo na carreira, seu 16º jogo completo no geral e o sexto shutout na carreira. Verlander, que acertou em 12 pontos no jogo, estava atingindo os 90 e 160 km / h no oitavo turno. [26]

No ALDS de 2012 contra o Oakland Athletics, Verlander começou o Jogo 1 e venceu por 3-1 na decisão. No quinto jogo decisivo da série, ele lançou um shutout de jogo completo permitindo quatro rebatidas enquanto os Tigres venceram por 6-0 e avançaram para o ALCS de 2012. Verlander, que eliminou 11 em cada uma de suas partidas no ALDS, se tornou o primeiro arremessador na história da MLB a registrar mais de 10 eliminações em uma finalização pós-temporada onde o vencedor leva tudo. [30] As 22 eliminações de Verlander na série estabeleceram um recorde para um ALDS. [31]

Verlander fez sua única aparição no ALCS 2012 no jogo 3 contra o New York Yankees. Ele conquistou uma vitória por 2 a 1, derrotando os rebatedores do Yankees em dois rebatidas em oito entradas antes de render um home run na nona entrada para Eduardo Núñez. Tendo desistido de uma corrida no primeiro turno do jogo 1 no ALDS e uma corrida no nono turno do jogo 3 no ALCS, Verlander registrou 24 entradas consecutivas de pós-temporada sem gols entre eles.

Ele lançou o Jogo 1 da World Series de 2012 contra o San Francisco Giants e desistiu de cinco corridas merecidas em quatro entradas lançadas, incluindo desistir de dois home runs para o eventual MVP da World Series Pablo Sandoval quando os Tigres foram varridos na Série.

Verlander terminou em segundo lugar, atrás de David Price, do Tampa Bay Rays, em uma corrida apertada do AL Cy Young Award. Verlander obteve 149 pontos (12 votos para o primeiro lugar) contra 153 pontos de Price (13 votos para o primeiro lugar). [32] Verlander venceu (empate com David Price) seu segundo prêmio consecutivo de arremessador do ano do AL Sporting News.

Edição 2013

Antes da temporada de 2013, Verlander e os Tigres chegaram a um acordo sobre um contrato de sete anos, $ 180 milhões, com uma opção de aquisição de $ 22 milhões para 2020 se ele terminar entre os cinco primeiros na votação do Cy Young Award em 2019. Este contrato o fez o arremessador mais bem pago da história da MLB. [33]

Verlander fez seu sexto dia de abertura consecutivo para os Tigers contra o Minnesota Twins no Target Field em Minneapolis e venceu por 4–2. [34] Em um jogo de 11 de maio contra o Cleveland Indians, Verlander registrou sua 1.500ª eliminação na carreira. [35]

Verlander was selected as a reserve pitcher for the American League All-Star team by his manager, Jim Leyland who managed the 2013 AL team. It was Verlander's sixth All-Star selection, but due to him starting a game on July 14 for the Tigers, he was declared unavailable for the July 16 All-Star game. Entering the All-Star break, Verlander had a 10–6 record, 125 strikeouts and a 3.50 ERA. [36]

In Game 2 of the 2013 ALDS, Verlander struck out 11 Oakland Athletics hitters in seven shutout innings. Verlander did not get the win as the Tigers lost the game, 1–0, in the bottom of the ninth inning. In Game 5 of the same series, Verlander pitched eight shutout innings with 10 strikeouts in a 3–0 victory and taking a no-hitter into the 7th inning. The win sent the Tigers to the American League Championship Series for the third consecutive year. [37] Verlander defeated the Athletics in Game 5 of the ALDS for the second straight season and is one of four starting pitchers in Major League history to have multiple wins in elimination postseason games, joining Bob Gibson, Chris Carpenter, and Matt Cain. [38]

Verlander has thrown 30 consecutive scoreless innings in the postseason against the Athletics, a major league record for a pitcher versus one team surpassing Christy Mathewson's 28 scoreless innings against the Philadelphia Athletics from 1905 to 1911. Verlander is the second pitcher in Major League history with 10 or more strikeouts and zero runs allowed in back-to-back postseason games, joining Sandy Koufax in Games 5 and 7 of the 1965 World Series. [38]

The eventual World Series champ Red Sox eliminated the Tigers in six ALCS games. In the 2013 postseason, Verlander was 1–1 with a 0.39 ERA and 31 strikeouts in 23 postseason innings. The Tiger offense was shut out in two of his three starts. [ citação necessária ]

Edição de 2014

On January 9, 2014, Verlander underwent core muscle surgery. The Tigers projected that Verlander might miss Opening Day in the aftermath of his surgery but he eventually recovered just in time for when pitchers and catchers reported to training camp in February 2014. [41] On March 16, Tiger manager Brad Ausmus announced that Verlander would make his seventh consecutive opening-day start on March 31. [42] On April 12, Verlander got the first two hits of his major league career during a 6–2 road win over the San Diego Padres. This snapped a career 0-for-26 string. [43]

Verlander struggled in the first half of 2014. His strikeouts were down to 6.8 per nine innings pitched, as opposed to an average of 9.2 over the last five years. [44] His ERA and WHIP in the season's first half were also elevated to 4.71 and 1.49 respectively. [45] Verlander was not named to the AL All-Star team for the first time since 2008 snapping a streak of five straight appearances. [46]

Justin fared somewhat better in the second half of 2014. His season ERA and WHIP dropped to 4.54 and 1.398, respectively. He won his final three decisions to finish with a 15–12 record, and the Tigers won the game in 6 of his last 8 starts. [49] His strikeout rate remained low, however finishing with 159 strikeouts and a 6.9 K/9 IP rate, both the lowest since his 2006 rookie season. He mentioned in 2018 that he had not fully recovered from the core surgery during the 2014 season, contributing to production inferior to his career norms. [50]

Edição 2015

Verlander started the 2015 season on the disabled list due to a right triceps strain, ending his streak of seven consecutive Opening Day starts for the Tigers. This marked the first time Verlander had been placed on the DL in his major league career, following 298 career starts and 1,978 innings pitched. [51] [52] Verlander has thrown more pitches than any other pitcher since his rookie season in 2006, with 32,535 pitches in the regular season, and 1,688 pitches in the postseason. [53]

On August 26, Verlander came within three outs of his third career no-hitter before allowing a double to Chris Iannetta, the first batter in the ninth inning. He finished the game with one hit, two walks, and nine strikeouts in a 5–0 victory over the Los Angeles Angels of Anaheim. This was his seventh career complete game shutout, and second career complete game one-hitter. [57] Verlander finished 2015 with a 5–8 record in 20 starts, but his other stats were a considerable improvement over the previous season. He had a 3.38 ERA and 1.088 WHIP. His walk rate dropped to 2.2 while his strikeout rate inched back up to 7.6.

2016: Cy Young runner-up, American League strikeout leader and 2,000 career strikeouts Edit

Verlander finished the 2016 season with a 16–9 record, while recording 254 strikeouts to lead the American League for the fourth time in his career. He also finished first in the AL with a 1.00 WHIP, and his 3.04 ERA ranked second. His strikeout rate of 10.0 per 9 IP was the second-best of his career, trailing only the 10.1/9 rate posted in 2009. His 4.46 strikeout-to-walk ratio was a career best and a Tiger record for a season, eclipsing the 4.44 mark set by Denny McLain in the 1968 Detroit Tigers season. Verlander joined Nolan Ryan and Roger Clemens as the only three American League pitchers in history to strike out 250 or more batters in a season after turning 33 years old. Verlander's 26 quality starts were tied for the AL lead (with former Tiger Rick Porcello). [63] He threw 3,668 pitches, more than any other major league pitcher. [64]

Following the season, Verlander was named a Gold Glove Award finalist at pitcher, along with R.A. Dickey and Dallas Keuchel. Verlander's five Defensive Runs Saved tied him for fourth among AL pitchers, as did his 29 assists. His 6.61 Wins Above Replacement (WAR) led all AL pitchers. [65] Verlander won his third Tiger of the Year award, as awarded by the Detroit Chapter of the BBWAA. [66]

Following the season, Verlander was announced by the BBWAA as a finalist for the American League Cy Young Award, along with Corey Kluber and former teammate Rick Porcello. [67] Verlander finished second in Cy Young voting, losing to Porcello by five points, 132–137 in what was the second-closest vote in history (to the 2012 AL Cy Young race Verlander lost). Verlander received 14 first-place votes, to Porcello's eight first-place votes, but Verlander was left off two ballots. It marked the third time in history and first in the AL that a pitcher won the Cy Young Award without receiving the most first-place votes. [68] The outcome of the vote inspired Verlander's longtime girlfriend, actress and model Kate Upton to tweet "Hey @MLB I thought I was the only person allowed to fuck Justin Verlander?!" [69]

Edição de 2017

In a win over the Chicago White Sox on April 4, 2017, Verlander tied a franchise record for the most strikeouts on Opening Day with ten, becoming the first Tigers player to do so since Mickey Lolich in 1970. [70] In his 51st plate appearance in interleague play, Verlander recorded his first career RBI in an August 30 game against the Colorado Rockies which was also his last game as a Tiger. [71]

Houston Astros Edit

Rest of 2017: ALCS MVP, World Series championship Edit

Seconds before the waiver trade deadline on August 31, the Tigers sent Verlander to the Houston Astros for prospects Franklin Pérez, Jake Rogers, and Daz Cameron. [72] Verlander won his Astros debut on September 5 against the Seattle Mariners, giving up one run and striking out seven over six innings. [73] He started and won the AL West division-clinching game for the Astros on September 17, allowing one run and striking out ten Mariners batters over seven innings. [74] He won all five of his regular season starts with Houston, posting a 1.06 ERA and 0.65 WHIP in those games. [75] The Astros chose to skip Verlander's final scheduled start on Sunday, October 1 and have him start the first game of the ALDS. [75] As a result, Verlander finished the 2017 regular season with a 15–8 record, 3.36 ERA, 1.175 WHIP, and 219 strikeouts in 206 innings. He threw 3,531 pitches, more than any other major league pitcher for the second consecutive year. [64]

After a couple of injury-riddled seasons, many believed Verlander had lost the fastball velocity to which most fans had grown accustomed. However, his velocity soared back up to an average of 95.3 in his 2017 campaign, four miles per hour faster than his average in 2014 (91.2), and three MPH faster than his average in 2015 (92.3). He also hit triple digits on the radar gun in 2017 for the first time since his 2013 season.

Verlander received a no-decision in Game 2 of the World Series against the Los Angeles Dodgers, the third time he participated in a World Series. He allowed only two hits in six innings, but both hits were home runs and he left the game with the Astros trailing 3–1. The Astros eventually won the game 7–6 in 11 innings. [80] With a chance to clinch the series in Game 6, Verlander gave up three hits and two runs while striking out nine batters in six innings, but was tagged with the loss in a 3–1 final. It was the first time in his career that Verlander failed to win a series-clinching game in the postseason, having gone 3–0 in his three previous chances. It was also his first loss as a member of the Astros. [81] The Astros defeated the Dodgers the next night in Game 7, giving Verlander his first World Series championship. [82] [83]

2018: 200 career wins, 2,500 strikeouts, Cy Young runner-up Edit

On March 5, 2018, Verlander was named the opening day starter for the Astros. This was his 10th career opening day start and first with Houston. [85] He started and won on March 29 versus Cole Hamels of the Texas Rangers, pitching six shutout innings and striking out five. [86]

Unlike in previous seasons, Verlander started masterfully in 2018, leading an Astros rotation that began the season as the most dominant in the major leagues. In April, Verlander went 4–0 with a 1.36 ERA and 48 strikeouts over 40 innings. He was named the AL Player of the Week on April 17 in 15 innings over two starts that week, he struck out 20 and allowed a .100 opponents' batting average. [87]

On May 1, Verlander struck out 14 Yankees, tying his career high, over eight shutout innings in Houston. [88] On May 16, Verlander threw a complete game shutout against the Los Angeles Angels for his eighth career shutout and 24th complete game. He struck out Shohei Ohtani in the top of the ninth inning for his 2,500th career strikeout, becoming the 33rd pitcher in Major League history to reach the milestone. He was second among active leaders in strikeouts behind CC Sabathia. [89]

On July 8, Verlander was named to his seventh All-Star Game, and his first with the Astros. However, Verlander made his scheduled start on the Sunday before the All-Star Game, and did not pitch in the game. [92]

On September 10, in his first start in Detroit since being traded, Verlander got the win while allowing two runs on six hits in seven innings pitched. He struck out 10 Tigers batters, giving him 258 strikeouts this season. Verlander and Gerrit Cole became the first teammates to strike out at least 250 batters in the same season since Randy Johnson and Curt Schilling in 2002. Verlander was given many standing ovations during his outing, and Comerica Park played a tribute video showing highlights of his 13 seasons as a Tiger. [93] Verlander tied his career high of 269 strikeouts in a season with an 11-strikeout performance in a 5–4 victory over the Arizona Diamondbacks on September 16. Verlander subsequently set a new career high the next game in a 10–5 victory over the Los Angeles Angels on September 22. Verlander struck out 11 in six innings while only giving up one hit, stretching his career high to 280 strikeouts. Verlander also helped set a new Major League record for the Astros with their 1,069th strikeout by their starters in a season, breaking the mark set by the Cleveland Indians in 2017. [94]

Verlander finished the 2018 season with a 16–9 record in 214 innings pitched, and posted a 2.52 ERA with a career-high 290 strikeouts. He posted his lowest ERA since his American League MVP and Cy Young Award-winning 2011 season and led the AL in strikeouts for the fifth time in his career. Verlander also led the major leagues with a 0.902 WHIP and a 7.84 strikeouts-to-walks ratio. His 1.6-per-9 IP walk rate was the lowest of his career. He had the highest fly ball percentage among major league pitchers (51.4%). [95] He finished the season with four straight games in which he struck out 10+ batters, giving him a career-best 13 games this season with double-digit strikeouts. [96]

In the 2018 AL Cy Young Award voting announced on November 14, Verlander finished second to Blake Snell of the Tampa Bay Rays by 15 points (169–154). Verlander received 13 first-place votes to Snell's 17. This was Verlander's third Cy Young runner-up finish, and sixth time finishing in the top five. [98]

2019: Third no-hitter, 3,000 strikeouts, second Cy Young award, and World Series Edit

On March 24, 2019, Verlander and the Astros agreed on a two-year, $66 million contract extension to keep Verlander with Houston through the 2021 season. [99] Verlander made his 11th career opening day start on March 28, earning a 5–1 victory against reigning Cy Young Award winner Blake Snell and the Tampa Bay Rays. [100]

On June 1, Verlander threw eight innings of one-run ball with eight strikeouts in a 5–1 win over the Oakland Athletics in Oakland. In doing so, Verlander passed Cy Young on the all-time MLB strikeouts list and finished the night with 2,809 career strikeouts. He struck out seven in his next outing against the Chicago White Sox to move into the top 20 on the all-time strikeouts list, surpassing Mike Mussina's total of 2,813.

On June 12, in a game against the Milwaukee Brewers Verlander struck out a career-high 15 batters, 14 of them swinging, in just seven innings. He got a no-decision though as the Astros lost the game in extra innings. [101] On June 18, Verlander struck out eight Cincinnati Reds batters to move past Mickey Lolich for 19th place on the all-time strikeouts list.

Verlander was named to the American League All-Star team for the eighth time in his career. At the time of the selection, Verlander had a 10–3 record, 2.86 ERA, 147 strikeouts, and an MLB-leading 0.794 WHIP. [102] Verlander was selected as the starting pitcher for the All-Star game for the second time in his career on July 9. He pitched one inning and retired all three batters he faced, two on strikeouts. [103]

On July 30, Verlander struck out 13 batters over 7 innings of two-hit ball in a 2–0 victory over the Cleveland Indians in Cleveland. The win was his first in Cleveland since June 21, 2014, and his fourth consecutive win in his last four starts. He also surpassed 2,900 career strikeouts in the game, finishing his night at 2,902. [104]

On August 4, Verlander struck out 10 batters over 6 innings in a 3–1 win over the Seattle Mariners. With the 10-K performance, Verlander surpassed 200 strikeouts in a season for the ninth time in his career. He joined Nolan Ryan, Randy Johnson, Roger Clemens, Tom Seaver, Pedro Martinez, and Bob Gibson as the only pitchers with 9 or more seasons of 200+ strikeouts. All but Clemens and Verlander are in the Hall of Fame. [105]

On August 16, Verlander struck out 11 batters over 7 innings against the Oakland A's. It was his sixth consecutive start with 10+ strikeouts, setting an Astros franchise record and becoming the first pitcher to achieve this since Max Scherzer and Chris Sale in 2017. In combination with his prior start against the Baltimore Orioles on August 11, Verlander now has more strikeouts than innings pitched in his career.

On August 21, Verlander lost to the Detroit Tigers, 2–1, despite allowing no walks and only two hits, both of them solo home runs, over nine innings. He is the only pitcher other than Mike Mussina (1998) known to have pitched a complete game loss without ever throwing a pitch with a runner on base. Verlander also had 11 strikeouts in the game, the seventh straight game in which he recorded double-digit strikeouts. [106]

On September 1, in a road game against the Toronto Blue Jays, Verlander threw his third career no-hitter. He allowed one base-runner, a walk to Cavan Biggio in the first inning, and struck out 14 batters. The Astros' only runs came on a two-run home run by Abraham Toro in the top of the ninth inning. This was Verlander's second career no-hitter against the Blue Jays making him just the third pitcher of the modern era to no-hit the same team twice, and the first to pitch both no-hitters against the same team on the road. He is the sixth pitcher ever to throw three or more no-hitters in their career. [107]

On September 28, in his final start of the 2019 regular season, Verlander struck out Kole Calhoun in the bottom of the 4th inning against the Los Angeles Angels for his 3,000th career strikeout becoming the 18th pitcher in history to strike out 3,000 hitters. [108] Verlander struck Calhoun out again in the bottom of the 6th for his 300th strikeout of the season, a new career-high, becoming the second player in Major League history after Randy Johnson to achieve his first 300 strikeout season in the same game as recording a 3,000th career strikeout. Verlander and teammate Gerrit Cole became the first pair of starting pitchers to strike out 300+ hitters in the same season since Randy Johnson and Curt Schilling achieved the feat in 2002 for the Arizona Diamondbacks. [ citação necessária ]

Verlander finished the 2019 season 21–6 with 300 strikeouts and a 2.58 ERA in 223 innings pitched. He finished first in MLB in innings pitched and games started for the fourth time in his career, first in wins for the third time in his career, and first in WHIP for the third time in his career. His 0.803 WHIP was the lowest in a major league season since Pedro Martínez posted a 0.737 WHIP in 2000. Verlander also led the American League with a 7.14 strikeouts-to-walks ratio. He was also first in MLB in WAR for pitchers (7.8) and lowest hits per nine innings (5.529). [109] Batters hit .171 against him, the lowest batting average in the major leagues, and his left on base percentage of 88.4% was the best in the majors. [110] [111] He allowed the highest fly ball percentage of all major league pitchers (45.2%), [112] which contributed to a career-high 36 home runs allowed.

During the top of the second inning of game 2 of the 2019 World Series, Verlander recorded the 200th postseason strikeout of his career setting a new major league record and surpassing the previous record of 199 set by John Smoltz. [113] [114] He finished the game with six strikeouts, seven hits and four earned runs in six innings in a 12–3 loss to the Washington Nationals. With the loss, he became the first pitcher in major league history to lose his first five World Series decisions. [115]

On November 12, 2019, Verlander won his second Cy Young Award receiving 171 points and 17 of 30 first-place votes to top teammate Gerrit Cole (159 points, 13 first-place votes). [116] It was also the first time he received the award while playing for the Houston Astros. [116]

2020 Edit

On March 17, 2020, Verlander underwent surgery on his right groin that required six weeks to recover. At around the same time, the season was delayed due to the COVID-19 pandemic. [117]

On July 26, 2020, it was reported that Verlander would be shut down with a forearm strain. [118] On September 19, Verlander confirmed via his Instagram account that he would undergo Tommy John surgery and would miss the remainder of the 2020 season plus all of the 2021 season as well. [119] The operation has him sidelined until the end of his current Astros contract. [120] Verlander underwent the procedure on September 30, 2020. [121]

2021 Edit

On February 27, 2021, Verlander was placed on the 60-day injured list as he continued to recover from Tommy John surgery.

Verlander throws four pitches: a hard four-seam fastball averaging 94–95 mph (topping out at 102 [122] ), a slider in the mid-to-high 80s, a 12–6 curveball around 80, and a changeup at 85–88 mph. [123] His four-seam fastball has an "elite" spin rate of over 2500 rpm according to Statcast, giving it a late "tailing" action that cuts inside to righties and away from lefties. He often uses his four-seam fastball up in the zone to hitters. This has allowed him to strike out more batters with that pitch than any others. His slider has evolved throughout his career. In his early years, his slider was in the mid-80s with a larger break. However, in recent years, Verlander has added velocity to his slider. This change has caused a later, sharper break that has led many to believe it is actually a cutter, although Verlander has denied this on various occasions. In 2017, Verlander began to incorporate both sliders. He usually throws the slower, longer slider under the hands of lefties, and the sharper, faster slider down and away to righties. His 12–6 curveball has always been a dominant pitch that buckles hitters' knees at any point in the count. He also intentionally uses this pitch up in the zone at times to freeze hitters or throw off their timing. Since the 2016 season, Verlander has essentially become a three-pitch pitcher (fastball, slider, curveball). His changeup has been used almost exclusively against left-handed batters in recent years, and its usage has dropped considerably. The changeup accounted for 8.5 percent of his pitches in 2016, only 4 percent of his pitches in 2017, and less than 2 percent of his pitches in 2018.

Verlander is known for his unusual ability to "add" and "subtract" from his fastball velocity at any point in the game, giving him the ability to throw it in the upper 90s even in the late innings of games. Since 2008, Verlander has thrown pitches of over 100+ mph in the 8th inning or later 44 times, 39 more times than James Paxton who is second on the list. [122] [124] This is despite the fact that he has thrown the most pitches in the major leagues since the beginning of the 2008 season. [125] After a couple of injury-prone seasons, many believed Verlander had lost the velocity most fans had grown accustomed to. However, Verlander's velocity soared back up to an average of 95.3 in his 2017 campaign, 4 miles per hour faster than his average in 2014 (91.2), and 3 MPH faster than his average in 2015 (92.3). Verlander's average fastball velocity with no strikes is 94.7 mph, while with two strikes it is 97.0 mph. [126]

Due to the changing nature of how pitchers are used in baseball, Verlander is considered by many to be the last of the old-school power pitchers. [127] [128] He is also considered to be a higher-than-average fly ball pitcher. Throughout his career, Verlander has consistently been near or at the top of the league in innings pitched, leading the league in 2009, 2011,2012, and 2019. He has finished in the Top 10 in innings pitched 9 times (2009–13, 2016–19) and has the most 200+ innings pitched seasons of any current player with 11. [129] His power pitching frequently leads to high strikeout totals. He is a five-time American League strikeout champion (2009, 2011, 2012, 2016 and 2018), and led all of major league baseball in three of those five seasons (2009, 2011 and 2012). [130] He has fanned over 3,000 batters in his career, one of only 18 pitchers in history to reach that total. Following the 2019 retirement of CC Sabathia, Verlander is now the only active pitcher with at least 3,000 career strikeouts.

In 2016, Verlander started the "Wins For Warriors Foundation" for veterans of the United States Military. [131] The "Wins For Warriors Foundation" campaign raised $246,311 to help Houston recover from Hurricane Harvey in 2017. [132] To date, Verlander has donated over 1 million dollars to this cause. [133] Verlander has also supported various local Detroit charities for the impoverished as well as helping out with national efforts such as the Red Cross. [ citação necessária ]

For his work with military veterans, Verlander was honored as one of the inaugural recipients of the Bob Feller Act of Valor Award in 2013. [134]

Verlander grew up in Manakin-Sabot, Virginia with his parents, Theodore and Kathy Verlander and a younger brother, Ben Verlander. His life experiences and the story of his development are outlined in his parents' 2012 book, Rocks Across the Pond: Lessons Learned, Stories Told. [135] His younger brother, Ben played for the Tigers organization as an outfielder. [136] [137] Ben was released on June 23, 2017. [138]

Verlander started dating model-actress Kate Upton in early 2014, and in 2016 the couple got engaged. [139] In the 2014 iCloud leaks of celebrity photos, many of Verlander's personal pictures including nude pictures of both himself and Upton, as well as other women, were leaked online. [140] On November 4, 2017, two days after he won the World Series with the Astros, the two married in a medieval church in Tuscany, Italy overlooking the Montalcino valley. [141] On July 14, 2018, they announced that Kate was pregnant with their first child. The couple had a daughter, Genevieve later that year. [142]


‘First Day’ gets the green light for a second series

A four-part second series of the award winning drama will be created for ABC iview. The story is centered on transgender student Hannah Bradford (played by Evie Macdonald).

This new series will follow Hannah in her second year at Hillview High as she sets out to change the culture at the school, and finds it’s only through working together that meaningful change can be achieved.

Returning for series 2 are writer/director Julie Kalceff and producers Kirsty Stark and Kate Butler. They are joined by writers Eloise Brook and Martine Delaney. The project is financed with support from the South Australian Film Corporation.

First Day started life as a short film screened as part of International Day of the Girl. The original 17 minute project collected a heap of industry awards and lead to the full series being commissioned.

Since wrapping the first season, teenage star Evie MacDonald, has been building her social media profile, she makes hilariously funny and sassy TikTok videos and has over 160,000 followers on the platform.


User-Defined Aggregates

Oracle does not (as of 21.1.0.0.0) support a SUM aggregate for INTERVAL types. However, since 9i we have been able to define our own aggregates using the Data Cartridge API. Using this as a model you could extend to MIN, MAX, and AVG aggregates as well.

Using the ODCI type above, you can then define an aggregate function to use it.

Once you have the function, you can use it anywhere you’d use a native aggregate.

In the next article I will cover the INTERVAL YEAR TO MONTH type. It is simpler in that it only has 2 components: years and months but the type has its own challenges as well since years and months vary in size, whereas days, hours, minutes, and seconds are all consistent within the INTERVAL DAY TO SECOND type.


Assista o vídeo: 14 de outubro de 2021