Como foi administrada a dívida na mudança do calendário juliano para o gregoriano?

Como foi administrada a dívida na mudança do calendário juliano para o gregoriano?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Eu estava lendo sobre as datas do New Style e do Old Style, e pensei sobre a exclusão de datas durante a transição. Do artigo da Wikipedia sobre o calendário gregoriano:

Quando o novo calendário foi colocado em uso, o erro acumulado nos 13 séculos desde o Concílio de Nicéia foi corrigido por uma exclusão de 10 dias. O dia do calendário juliano, quinta-feira, 4 de outubro de 1582, foi seguido pelo primeiro dia do calendário gregoriano, sexta-feira, 15 de outubro de 1582 (o ciclo dos dias da semana não foi afetado).

E mais tarde, como nas colônias britânicas em 1752, o ano anterior teve apenas 282 dias (uma exclusão de mais de 80 dias).

Então, como as dívidas, como empréstimos com juros acumulados, pagamentos fixos / balão, etc. foram administradas? Se esse tipo de mudança ocorresse hoje e de repente 10 dias fossem excluídos e de repente fosse de 21 de maio a 1 de junho, eu teria um cheque de uma hora para fazer o pagamento da hipoteca. Os termos do empréstimo foram ajustados para o novo calendário? Ou o governo reduziu suas taxas de imposto temporariamente? Como as economias da época se ajustaram a isso?


Embora eu duvide que houvesse muita dívida envolvendo mensalidades em relação a hoje, sabe-se que (qualquer) reforma de calendário causou muita confusão que ainda hoje confunde os historiadores.

Todos os documentos legais foram afetados e houve até protestos onde as pessoas reclamaram os dias perdidos, pois se acreditava que eles encurtaram suas vidas.

Teoricamente, se sua dívida vencesse entre 3 e 14 de setembro na Grã-Bretanha de 1752, você estaria livre, pois esses dias nunca existiram. Na prática, acho que isso não aconteceu de forma alguma, já que o não pagamento de suas dívidas tornava você um criminoso e a punição era severa, estando a lei do lado do credor.

No final, eu espero que as pessoas simplesmente se atrapalhem com os tribunais tendo um dia de campo.

Referências:
http://www.legislation.gov.uk/apgb/Geo2/24/23/contents
https://en.wikipedia.org/wiki/Dual_dating
https://en.wikipedia.org/wiki/Promissory_note
https://en.wikipedia.org/wiki/History_of_bankruptcy_law
http://mentalfloss.com/article/51370/why-our-calendars-skipped-11-days-1752


Diferentes sociedades usam dias diferentes para iniciar o ano civil. Alterar a data de início do ano é possivelmente a alteração mais simples de se fazer em um calendário. Assim, na Europa medieval, era possível viajar de um ano para outro, viajando entre lugares que iniciaram seus anos civis em datas diferentes.

Na Inglaterra, os anos civis começaram em 25 de março por volta de 1200 DC. Assim, 24 de março de 1250 seria seguido na Inglaterra por 25 de março de 1251 e, 12 meses depois, seria de 1 ° de março a 24 de março de 1251, seguido por 25 de março de 1252.

A Inglaterra mudou o início do ano civil para 1º de janeiro ao mesmo tempo em que adotou o calendário gregoriano, tornando assim um ano alguns meses mais curto.

Adicionado em 15/05/2017.

Havia, no entanto, preocupações legítimas sobre impostos e outros pagamentos no novo calendário. A Cláusula 6 (Prazos de Pagamento de Rendas, Anuidades) da Lei estipulou que os pagamentos mensais ou anuais não seriam devidos até as datas que originalmente teriam no calendário Juliano, ou nas palavras da Lei "[Prazos de Pagamento de Rendas, anuidades] nos mesmos dias e horas naturais respectivos em que deveriam e deveriam ser pagas ou efetuadas, ou teriam ocorrido caso esta Lei não tivesse sido celebrada ".

1https: //en.wikipedia.org/wiki/Calendar_ (New_Style) _Act_17501

http://www.legislation.gov.uk/apgb/Geo2/24/23/contents2


Datas e Horários¶

Os astrônomos usam uma variedade de escalas diferentes para medir o tempo. Freqüentemente, o Skyfield precisa usar várias escalas de tempo em um único cálculo! A classe Time é como Skyfield representa um único momento no tempo ou uma série de momentos, e mantém o controle de todas as diferentes designações atribuídas a esse momento pelas várias escalas de tempo padrão:

O objeto Timescale retornado por load.timescale () gerencia as conversões entre escalas de tempo diferentes e também é como o programador constrói objetos Time para datas específicas. A maioria dos aplicativos cria apenas um objeto Timescale, que os programadores do Skyfield convencionalmente chamam de ts, e o usam para construir o tempo todo.

Para referência rápida, aqui estão os cronogramas suportados:

  • UTC - Hora Universal Coordenada (“Horário de Greenwich”)
  • UT1 - Hora Universal
  • TAI - Tempo Atômico Internacional
  • TT - Tempo Terrestre
  • TDB - Tempo Dinâmico Baricêntrico (os JPL’s Teph)

E aqui estão os links para a documentação da API para escalas de tempo e horários:


1 resposta 1

LocalDate lida com o calendário proléptico gregoriano só. De seu javadoc:

O sistema de calendário ISO-8601 é o sistema de calendário civil moderno usado hoje na maior parte do mundo. É equivalente ao sistema proléptico de calendário gregoriano, no qual as regras de hoje para anos bissextos são aplicadas para todos os tempos. Para a maioria dos aplicativos escritos hoje, as regras ISO-8601 são totalmente adequadas. No entanto, qualquer aplicativo que faça uso de datas históricas e exija que sejam precisas considerará a abordagem ISO-8601 inadequada.

Em contraste, a antiga classe java.util.GregorianCalendar (que indiretamente também é usada em toString () - saída de java.util.Date) usa um corte gregoriano configurável padronizado para 1582-10-15 como data de separação entre juliano e regras do calendário gregoriano.

Portanto, LocalDate não pode ser usado para nenhum tipo de data histórica.

Mas tenha em mente que mesmo java.util.GregorianCalendar frequentemente falha, mesmo quando configurado com correto data limite dependente da região. Por exemplo, o Reino Unido começou o ano em 25 de março antes de 1752. E há muito mais desvios históricos em muitos países. Fora da Europa, mesmo o calendário juliano não é utilizável antes da introdução do calendário gregoriano (ou melhor, utilizável apenas de uma perspectiva colonialista).

ATUALIZAÇÃO devido a perguntas no comentário:

Para explicar o valor -14830974000000, vamos considerar o seguinte código e sua saída:

Deve-se observar que o valor -12219292800000L mencionado em seu comentário anterior é diferente em 5 horas de tCutOver devido à diferença de deslocamento de fuso horário entre America / New_York e UTC. Portanto, no fuso horário EST (América / New_York), temos exatamente 30.228 dias de diferença. Para o intervalo de tempo em questão, aplicamos as regras do calendário juliano que diz que a cada quatro anos é um ano bissexto.

Entre 1500 e 1582, temos 82 * 365 dias + 21 dias bissextos. Então, também temos que adicionar 273 dias entre 1582-01-01 e 1582-10-01, finalmente 4 dias até o corte (lembre-se de 4 de outubro é seguido por 15 de outubro). No total: 82 * 365 + 21 + 273 + 4 = 30228 (o que deveria ser provado).

Explique por que você esperava um valor diferente de -14830974000000 ms. Parece correto para mim, uma vez que lida com a compensação de fuso horário do seu sistema, as regras do calendário juliano antes de 1582 e o salto de 4 de outubro de 1582 para a data limite 1582-10-15. Então, para mim, sua pergunta "como faço para dizer ao objeto de data para retornar o ms para a data gregoriana correta?" já foi respondido - nenhuma correção necessária. Lembre-se de que esse material complexo leva muito tempo para ser usado em produção e pode-se esperar que funcione corretamente depois de tantos anos.

Se você realmente deseja usar JSR-310 para essas coisas, repito que não há suporte para data de corte gregoriana. A melhor coisa é que você pode fazer sua própria solução.

Por exemplo, você pode considerar a biblioteca externa Threeten-Extra, que contém um calendário juliano proléptico desde a versão 0.9. Mas ainda será seu esforço lidar com a transição entre o antigo calendário juliano e o novo calendário gregoriano. (E não espere que tais bibliotecas sejam capazes de lidar com datas históricas REAIS devido a muitos outros motivos, como início de ano novo, etc.)

Atualização no ano de 2017: Outra opção mais poderosa seria usar o HistoricCalendar da minha biblioteca Time4J, que lida com muito mais do que apenas julian / gregorian-cutover.


Diferença entre calendário juliano e gregoriano

O dispositivo que utilizamos para responder à velha questão de qual é a data é conhecido como calendário. O calendário que é usado em todo o mundo hoje é conhecido como calendário cristão ou calendário gregoriano. Este sistema de calendário substituiu o calendário juliano anterior que estava em uso desde 45 aC até 1582. Embora ambos sejam calendários cristãos, muitas pessoas não sabem as diferenças entre os dois calendários ocidentais. Este artigo tenta destacar essas diferenças.

Calendário juliano

Este é um calendário que foi apresentado ao mundo por Júlio César em 46 AC. Este era um calendário notavelmente próximo da duração real de um ano, mas descobriu-se que sobrou quase um dia em um período de 128 anos. Então, por volta de 1582 DC, o calendário Juliano na verdade havia se distanciado 10 dias inteiros da data real. Para reformar o calendário, o papa Gregório XIII introduziu o calendário gregoriano em 1582, que foi lenta e gradualmente adotado por países católicos em todo o mundo.

Quando Júlio César conquistou o Egito em 48 aC, ele sentiu a necessidade de uma reforma no calendário. O calendário que ele introduziu dividiu um ano em 12 meses e continha 365 dias com um dia extra a cada quatro anos para levar em conta a duração real de 365,25 dias para um ano solar.

Calendário gregoriano

A duração de um ano como 365,25 no calendário juliano foi mais tarde provada estar errada, já que um ano solar foi considerado 365,2422 e 365,2424 dias em anos tropicais e de equinócio. Isso significava que o calendário juliano apresentava um erro de 0,0078 dias e 0,0076 dias nos dois casos. Isso representou uma diferença de 11,23 minutos e 10,94 minutos, respectivamente. O erro significava que o calendário juliano perdia quase um dia a cada 131 anos. Depois de muitos séculos, o calendário Julain tornou-se impreciso para calcular as estações exatas e o dia mais importante para os cristãos, a Páscoa. Para reformar o calendário juliano, o calendário gregoriano foi introduzido em 1582 pelo Papa Gregório XIII. No entanto, o trabalho de reforma do calendário começou na época do Papa Paulo III, e as sugestões do famoso astrônomo Clavius ​​foram levadas em consideração quando finalmente o calendário gregoriano foi adotado pela Igreja.

Qual é a diferença entre o calendário juliano e o gregoriano?

• 10 dias foram omitidos do calendário juliano, e o dia seguinte a 4 de outubro, o dia em que o calendário gregoriano foi adotado, era conhecido como 15 de outubro de 1582.

• Enquanto no calendário juliano, um ano bissexto era um ano divisível por 4, foi declarado que um ano bissexto poderia ser um ano divisível por 4, mas não por 100 ou um ano divisível por 400.

• O calendário gregoriano introduziu novas leis para determinar a data da Páscoa.

• Embora o dia anterior a 25 de fevereiro tenha sido escolhido para adicionar um dia extra em um ano bissexto no calendário juliano, ele foi considerado como o dia após 28 de fevereiro no calendário gregoriano.


Conversão de calendário em data para datas anteriores a 15 de outubro de 1582. Mudança de calendário gregoriano para juliano

Dado que a data de início do calendário gregoriano é 15 de outubro de 1582, considere os seguintes testes e ajude-me a entender o que acontece:

Os resultados são os seguintes:

Você poderia me esclarecer o que está acontecendo? Muito obrigado.

EDIT: Obrigado, eu corrigi meus erros sobre o formato da data para analisar: agora todos têm a forma yyyy-MM-gg e nenhuma exceção é lançada mais.

Agora tento esclarecer minhas dúvidas.

O que determina se estamos ou não usando o calendário proléptico gregoriano?
Resumindo:
java.util.GregorianCalendar representa um calendário juliano para datas anteriores a 15 de outubro de 1582 e um calendário gregoriano após essa data. Está certo?
Então, isso justifica o comportamento no novo GregorianCalendar (.).
Se eu fizer:

porque 4 de outubro de 1582 existe no calendário juliano e o calendário que criei representa uma data juliana.
Convertendo este calendário em data, temos:

porque o dia 5 de outubro não existe no calendário juliano nem no gregoriano. Assim, o construtor GregorianCalendar cria uma data exatamente 1 dia após o 4 de outubro, que é o primeiro dia do calendário gregoriano, 15 de outubro. A nova data é então expressa no sistema de calendário gregoriano.
Terei o mesmo comportamento ao criar um novo calendário, passando as datas de (1582, 9, 5) para (1582, 9, 14).
No exemplo acima, o java.util.Date convertido é novamente consistente com o calendário

porque existe no calendário gregoriano 15 de outubro e a nova data se expressa neste sistema. O calendário convertido em data é novamente consistente:

Isso significa que o construtor GregorianCalendar assume que eu insiro datas no sistema de calendário que são válidas na época dada: em outras palavras, assume que se eu inserir uma data anterior ou igual a 04 de outubro estou pensando na data de acordo com o juliano calendário e a data é expressa neste sistema, se eu inserir uma data entre 05 e 14 de outubro ele conta o número de dias entre a data final do calendário juliano (04 de outubro) e a data que eu inseri e soma esses dias para a data de início do calendário gregoriano (15 de outubro) e expressa a nova data no sistema gregoriano, e se eu inserir uma data posterior ou igual a 15 de outubro, ele assume que a data que eu inseri se refere ao calendário gregoriano e a nova data é expressa neste sistema.
Tudo isso está correto?
Este não é um comportamento proléptico, certo? Se o calendário fosse um calendário gregoriano proléptico, eu esperaria que inicializá-lo com

ou seja, o 5 de outubro é definido também se a data não existir no sistema gregoriano e, estando 10 dias antes do primeiro dia do calendário gregoriano, seria igual à data juliana 25 de setembro, se não me engano.
Como posso decidir usar o calendário gregoriano proléptico ou não?

Analisando uma String e criando um novo GregorianCalendar passando pelo XmlGregorianCalendar, o comportamento me parece diferente.
Analisando "1582-10-04" eu obtenho

(igual ao exemplo acima ..) mas uma data

(Aqui temos uma data juliana, certo? Mas no exemplo acima (onde o GregorianCalendar foi criado por seu construtor) a data era igual ao calendário. Por que agora é diferente?

Analisando a string "1582-10-05", temos

(Agora temos um calendário gregoriano proléptico, certo?)
Mas, novamente, uma data diferente

Mesmo comportamento analisando "1582-10-14"

Se finalmente analisarmos "1582-10-15", voltaremos à era gregoriana e todos se tornarão consistentes:

Você pode me ajudar a entender todos esses comportamentos?
Muito obrigado.

Obrigado por suas respostas, também se alguma dúvida permanecer para mim. Tentei o seguinte código:

Agora eu tenho o calendário com DAY_OF_MONTH consistente com o que eu defini, então acho que esse é um comportamento proléptico, certo? Mas novamente pergunto por que a Date, obtida pelo método getTime (), não representa o mesmo dia, mas 10 dias antes. Obrigado novamente.

A questão para mim é um pouco mais clara, mas não completamente. Não entendi em detalhes por que lógica é feita a conversão de GregorianCalendar para Date e porque um proléptico Calendário Gregoriano e um tradicional, cada um construído com os mesmos parâmetros de DIA, MÊS e ANO, nem sempre representam o mesmo instante de tempo. Fiz mais alguns testes.

O primeiro teste (5 de fevereiro de 1582) refere-se a um período pertencente ao calendário juliano, o segundo (8 de outubro de 1582) pertence ao período de transição, o terceiro (5 de dezembro de 1582) ao período do calendário gregoriano. Então eu penso em notar as seguintes coisas:


Garantia e Obediência

Isto é o que o Observatório Naval dos EUA tem a dizer sobre a ordem da semana:

Tivemos ocasião de investigar os resultados dos trabalhos de especialistas em cronologia e nunca encontramos nenhum deles que tivesse a menor dúvida sobre a continuidade do ciclo semanal desde muito antes da era cristã. v

Deus separou o sábado do sétimo dia durante a semana da Criação. Ele reforçou o sábado no tempo de Moisés (Êxodo 16) e tornou a guarda do sábado o quarto mandamento. Ao longo da história, o povo judeu manteve o sétimo dia sagrado, e Jesus e seus seguidores também o celebraram.

A ordem da semana não mudou, nem a alegria que vem quando obedecemos a Deus e passamos o sétimo dia com ele.


Calculadora de datas julianas de Steve

O formulário acima é inicializado com a data e hora universais (para todos os efeitos, é o mesmo que o Horário de Greenwich, mas não exatamente o mesmo - veja as diferenças), conforme determinado pelo relógio do seu computador no momento em que esta página é inserida (Nota: isto é sempre até o segundo mais próximo). Uma conversão de seu fuso horário local é aplicada.

O relógio acima do formulário mostra tempo universal atual de acordo com o relógio do servidor de hora e data & rsquos, e manterá & lsquoticking & rsquo.

A hora mostrada no formulário não & lsquotick & rsquo - esta e a data são livres para você alterar como entradas para a calculadora de data juliana.

Os campos com fundo azul / cinza são somente leitura. O campo do dia da semana é determinado a partir da data juliana e o campo do fuso horário é fixo de acordo com a data e hora locais quando sua sessão foi iniciada. Isso inclui qualquer correção para & lsquodaylight saving & rsquo (ou & lsquoSummer Time & rsquo).

CE e BCE designam & ldquoCommon Era & rdquo e & ldquoBefore Common Era & rdquo, também conhecido como & ldquoAD & rdquo e & ldquoBC & rdquo, respectivamente. Veja as notas abaixo para a opção de usar ano zero.

O carimbo de data / hora UNIX é usado na linguagem de programação & lsquoC & rsquo e para mostrar datas de expiração de cookies no Mozilla Firefox, entre outras coisas. É definido como o número de segundos desde 1970-Jan-01 00:00:00 UTC. Geralmente, é definido como um número inteiro de 32 bits. Nesse caso, as frações são truncadas. Se definido como um não assinado inteiro, um sistema não tratará os tempos antes de 1º de janeiro de 1970 corretamente, e a última vez que será expressa corretamente será 2106-Fev-07 06:28:15 UTC. Mais preocupante pode ser o software que usa um assinado inteiro, em que um bug do tipo & lsquoY2K & rsquo causará falha após 2038-Jan-19 03:14:07 UTC. No entanto, esta calculadora mostra todos os tempos positivos corretamente, mais as frações (para os 10ms mais próximos). Os tempos anteriores a 1970 são mostrados como negativos.

File Time (MFT) é um número inteiro de 64 bits usado pela Microsoft para mostrar o número de 100ns & lsquoticks & rsquo desde 1601-Jan-01 00:00:00 UTC. Geralmente, é dividido em dois inteiros de 32 bits (metades superior e inferior), cada um expresso na forma decimal, como nesta calculadora. É usado principalmente em cookies do Internet Explorer para denotar tempos de expiração e criação, e também para arquivos de carimbo de data / hora em sistemas de arquivos NTFS, como os usados ​​no Windows 2000 e posteriores. O inteiro MFT de 64 bits irá estourar no ano 60056, então será válido para o futuro previsível! Como o & lsquotick & rsquo tem apenas 100 ns, que é 1/100000 de 10 ms (a resolução máxima desta calculadora), os 5 algarismos menos significativos no inteiro inferior não têm sentido aqui, portanto, são definidos como zero. Além disso, como os cookies MFT anteriores a 1601 CE seriam um pouco desatualizados, não são fornecidos resultados negativos.

Embora a data de início do UNIX em 1970 pareça sensata, dado que a linguagem de programação & lsquoC & rsquo foi desenvolvida no início de 1970, é um mistério porque a Microsoft escolheu 1601 para o MFT - embora esta não seja a única coisa misteriosa sobre a Microsoft! [A Wikipedia dá uma razão um tanto tênue, em minha opinião, que esta data foi escolhida porque era o início do ciclo de 400 anos do ano bissexto gregoriano dentro do qual os arquivos digitais existiram pela primeira vez.] NB: Se decodificar o tempo de expiração do cookie usando esta calculadora , o tempo fornecido pode diferir do relatado pelo navegador em algumas horas. Isso ocorrerá devido à diferença entre o horário local e UTC quando o cookie está definido para expirar. [É um recurso do MFT que o valor seja armazenado como UTC, mas seja convertido para a hora local quando exibido. Manter tudo em UTC significa que é impossível que um cookie ou arquivo seja lido antes de ser gravado - algo que poderia acontecer com arquivos transmitidos pela Internet entre fusos horários diferentes se os horários locais fossem usados.]

O dia do calendário longo maia é mostrado aqui (como somente leitura) porque a data 21 de dezembro de 2012 foi significativa. Nesta data, a segunda caixa da esquerda (b & rsquoak & rsquotun) rolou para 13, que era a mesma data maia do início da Quarta Criação. Por causa disso, e quase certamente porque era também o solstício de inverno do norte, alguns profetas da desgraça achavam que o mundo acabaria naquele dia. Tudo isso é explicado detalhadamente pela Wikipedia. Bem, o mundo não acabou então: a filosofia maia era, em vez disso, uma recriação ocorreria. Esperemos que a Quinta Criação comece melhor do que a Quarta terminou.

Observe que estudiosos maias e astrônomos discordam sobre o uso do calendário juliano para datas no passado (os estudiosos maias tratam todas as datas do calendário & lsquoconvencional & rsquo no passado como gregoriano, usando o & lsquoProleptic Gregorian Calendar & rsquo). Portanto, as datas anteriores à mudança gregoriana (em 1582) fornecidas no artigo da Wikipedia diferem das calculadas aqui. Para concordar com o artigo da Wikipedia, o b & rsquoak & rsquotun valor nunca é zero para datas no passado: o início da Quarta Criação (JD 584283) é notado como 13.0.0.0.0, e o próximo b & rsquoak & rsquotun (1.0.0.0.0 = JD 728283) iniciado após 13.19.19.17.19 (JD 728282). As rolagens anteriores tinham b & rsquoak & rsquotun valores entre 1 e 13. Para concordar com a representação dos estudiosos maias de datas futuras, o b & rsquoak & rsquotun o número agora subirá para 19 e, em seguida, passará para zero, quando o próximo número mais significativo (piktun) torna-se um 1. Embora o piktun também mudará para 0 após 19.19.19.19.17.19, para simplificar, esta calculadora permitirá aumentar além de 19 (19.19.19.19.17.19 será JD 58184282 ou 154591-Fev-27).

Este utilitário é baseado em uma calculadora que foi originalmente publicada pelo departamento de aplicações astronômicas do Observatório Naval dos Estados Unidos, mas essa versão não lidava com os horários locais a leste de Londres de forma adequada. No entanto, o conteúdo desse site (e URLs dentro dele) continua mudando, tornando rapidamente desatualizado qualquer link que coloquei aqui. Portanto, o link acima é apenas para a página inicial deles: se você quiser ver como eles fazem isso agora, dê uma olhada no site deles (mas volte aqui!).

Esta calculadora usa o formato original para converter a data e hora do calendário para a data juliana e vice-versa. A direção da conversão é selecionada pelo tipo de cálculo. Esta página e seu arquivo JavaScript associado foram estendidos por Steve Glennie-Smith para aumentar a precisão para os 10ms mais próximos. Outros extras incluem um cálculo de relógio UTC & lsquoticking & rsquo de e a partir do carimbo de data / hora UNIX e formato de arquivo Microsoft, mostrando o fuso horário local e a data do calendário maia longo. As correções de bugs estão listadas no final.

As datas julianas (abreviadas como JD) são simplesmente uma contagem contígua de dias e frações desde o meio-dia, hora universal de 1º de janeiro de 4713 AEC (no calendário juliano). Quase 2,5 milhões de dias se passaram desde essa data. As datas julianas são amplamente utilizadas como variáveis ​​de tempo em softwares astronômicos. Normalmente, uma variável de ponto flutuante de 64 bits (precisão dupla) pode representar uma época expressa como uma data juliana com precisão de cerca de 1 milissegundo. Observe que a escala de tempo que é a base para datas julianas é a hora universal e que 00: 00h UTC sempre ocorre em uma fração de data juliana de 0,5. A distinção entre Julian encontro e Julian dia é que o primeiro é o número inteiro, incluindo a parte fracionária, enquanto o último é apenas a parte inteira, ou seja. o número de dias desde & lsquoday zero & rsquo.

Por que 1 ° de janeiro de 4713 AEC foi escolhido como ponto de partida? Algumas teorias aqui.

Datas do calendário & ndash ano, mês e dia & ndash são ainda mais problemáticos. Vários sistemas de calendário têm sido usados ​​em diferentes épocas e lugares ao redor do mundo. Esta calculadora lida com apenas dois: o calendário gregoriano, agora usado universalmente para fins civis, e o calendário juliano, seu predecessor na maior parte do mundo ocidental. Conforme usado aqui, os dois calendários têm nomes de meses idênticos e número de dias em cada mês; eles diferem apenas na regra para anos bissextos. O calendário juliano tem um ano bissexto a cada quatro anos, enquanto o calendário gregoriano tem um ano bissexto a cada quatro anos exceto os anos centenários que não são exatamente divisíveis por 400.

Embora JD zero fosse 1º de janeiro de 4713 AEC, esta calculadora permitirá datas julianas negativas e anos com até seis dígitos.

  • Semanas sempre tiveram sete dias, nomeados como agora, desde o início dos tempos. Assim, o dia da semana pode ser obtido a partir do restante, após dividir a data juliana (mais o deslocamento de 0,5 dia, mas então expresso como um inteiro) por 7 (0 corresponde a segunda-feira), o calendário juliano não tinha ano 0. Portanto, 0001-Dez-31 AC (ou AC) foi imediatamente seguido por 0001-Jan-01 CE (ou AD). No entanto, alguns astrônomos Faz reconhecer um ano 0. Se esta variação for necessária, marque a caixa de seleção & lsquoUse Year Zero & rsquo
  • Presume-se que o calendário juliano sempre teve anos bissextos. Uma vez que não tinha ano 0, os anos 1, 5, etc. AEC são considerados anos bissextos por esta calculadora (se o uso do ano zero estiver desmarcado). No entanto, algumas pesquisas (veja abaixo) indicam que antes da introdução do calendário juliano em 45 AEC, não havia consistência no número de dias em cada ano
  • Esta calculadora não leva em consideração os segundos bissextos. Uma vez que 00: 00h UTC sempre ocorre em uma fração de data juliana de 0,5, presume-se que a parte fracionária (que representa horas, minutos, segundos e suas partes) das datas julianas em que um segundo bissexto é inserido deve ser & lsquostretched & rsquo nessas datas. Portanto, os cálculos feitos para essas datas serão imprecisos em até um segundo. Uma vez que os segundos intercalados são apenas inseridos (ou teoricamente, eles poderiam ser excluídos) no meionoite UTC, isso sempre ocorrerá no meio de um dia juliano. (Observação: o objetivo de um segundo bissexto é corrigir pequenas variações no tempo que a Terra leva para girar em seu eixo. Isso não tem relação com o número de dias que a Terra leva para orbitar o sol, nem qualquer correção para variações neste, conforme aplicado pelo calendário gregoriano)
  • A mudança do calendário Juliano para o Calendário Gregoriano ocorreu em outubro de 1582, de acordo com uma Bula Papal emitida pelo Papa Gregório XIII. Especificamente, para datas em ou antes de 4 de outubro de 1582, o calendário juliano é usado para datas em ou após 15 de outubro de 1582, o calendário gregoriano é usado. Assim, há um intervalo de dez dias nas datas do calendário, mas nenhuma descontinuidade nas datas julianas ou dias da semana: 4 de outubro de 1582 (juliano) foi uma quinta-feira, que começou em JD 2299159,5 e 15 de outubro de 1582 (gregoriano) foi uma sexta-feira , que começou em JD 2299160.5. Foi necessário excluir dez datas do calendário devido ao erro acumulado pelo calendário juliano: ao longo de muitos séculos de uso, houve muitos anos bissextos.

A mudança para o calendário gregoriano só ocorreu conforme descrito acima em países católicos romanos, no entanto. A adoção do calendário gregoriano no resto do mundo progrediu lentamente. Por exemplo, a Grã-Bretanha e suas colônias não implementaram a mudança até setembro de 1752 (embora haja algumas dúvidas sobre quando a mudança ocorreu na Escócia). [O UNIX CAL comando reflete a mudança de 1752, quando se tornou necessário excluir onze dias, já que o ano de 1700 também foi considerado um ano bissexto.]

Isso produziu algumas anomalias interessantes. Por exemplo, o escritor espanhol Miguel Cervantes e o dramaturgo inglês William Shakespeare morreram no mesmo encontro (23 de abril de 1616), mas não o mesmo dia! Isso porque a Espanha adotou o calendário gregoriano, mas a Inglaterra ainda não o fez.

  • UMA 4000 regra do ano: o astrônomo John Herschel sugeriu que se o ano for divisível por 4000, deveria não ser um ano bissexto. Isso dá uma melhor aproximação, tendo 969 anos bissextos em cada 4000 (não 970), dando um ano médio de 365,24225 dias. Embora não seja a mais precisa das correções propostas, ela se enquadra perfeitamente na sequência 4 - 100 - 400. O UNIX CAL comando inclui esta correção.
  • UMA 3200 regra de ano, semelhante à regra de 4000 anos acima: Isso está muito mais próximo de abordar a discrepância de 3220 anos, mas parece ter pouco apoio fora das forças armadas. O ano corrigido médio seria de 365,2421875 dias.
  • UMA 128 regra de ano: Isso acaba com as regras de 100 e 400 anos. A proposta é reduzir o dia 29 de fevereiro para anos divisíveis por 128, começando em 2048. É tão precisa quanto a regra dos 3.200 e a correção é aplicada de forma mais uniforme. Ele pode ser implementado a qualquer momento antes de 2048, sem a necessidade de ressincronização, porque o número necessário de & lsquonon-anos bissextos & rsquo já foi omitido. [1920 não teria sido um ano bissexto, mas 1900 teria sido igualmente 1792

A meu ver, seria grosseiro impor às gerações futuras as mudanças que ocorreriam tão à frente. Quem sabe & ndash algum idiota poderia lançar uma bomba atômica ou a Terra poderia ser atingida por um grande meteorito, ambos os quais poderiam afetar a duração do ano, e assim explodir toda essa teoria da água. No entanto, os encontros julianos continuarão se arrastando de qualquer maneira. Como o objetivo desta calculadora é fornecer uma correlação precisa entre as datas julianas e as datas do calendário no futuro, concordei com o Herschel e o UNIX e alterei o JavaScript original para incluir a regra de 4000 anos.

Mais informações sobre quando vários países mudaram podem ser encontradas nas páginas do calendário deste site de história europeia. Para outra lista de quando certos países mudaram para o calendário gregoriano, consulte a seção 2.2.4 das Perguntas frequentes sobre o calendário Claus T & oslashndering & rsquos.

Mais informações sobre calendários e seus históricos podem ser encontrados em L.E. Doggett & rsquos & ldquocalendars & rdquo capítulo do suplemento explicativo do almanaque astronômico (ed. P.K. Seidelmann, 1992, University Science Books). Nota: Estes são sites de livrarias & rsquo comerciais.

Observação: há várias outras calculadoras de data juliana na web: uma pesquisa rápida no Google revelou esta, que funciona muito lentamente e fica confusa com as datas AEC. Ele assume (como vários outros) que todas as datas do calendário são gregorianas e, de acordo com ele, JD zero era BCE4712 (mês 0) (dia -2)! Eu tinha um link para um pior, que estava errado antes de 1800 e depois de 2100 dC. Ele já foi embora, mas provavelmente existem outros. Cuidado!


5 Ele implementou o calendário juliano

Júlio César fez várias mudanças cruciais no mundo de sua época, muitas delas ainda visíveis hoje. Um é o calendário juliano que ele implementou. Embora o calendário mais usado no mundo hoje seja o calendário gregoriano, o calendário juliano foi seu predecessor.

Antes de César, Roma seguia o ciclo lunar para definir seu sistema de calendário. Isso costumava ser confuso e fora de sincronia com as estações, o que levou César a fazer uma mudança. Ele consultou um astrônomo e então implementou o Calendário Juliano, que estava mais em sincronia com o ciclo solar.


Conversor de calendário

Bem-vindo ao conversor de calendário do Fourmilab! Esta página permite interconverter datas em uma variedade de calendários, tanto civis quanto relacionados a computadores. All calculations are done in JavaScript executed in your own browser complete source code is embedded in or linked to this page, and you're free to download these files to your own computer and use them even when not connected to the Internet. To use the page, your browser must support JavaScript and you must not have disabled execution of that language. Let's see.

If the box above says "Your browser supports JavaScript", you're in business simply enter a date in any of the boxes below and press the "Calculate" button to show that date in all of the other calendars.

Gregorian Calendar

The Gregorian calendar is a minor correction to the Julian. In the Julian calendar every fourth year is a leap year in which February has 29, not 28 days, but in the Gregorian, years divisible by 100 are não leap years unless they are also divisible by 400. How prescient was Pope Gregory! Whatever the problems of Y2K, they won't include sloppy programming which assumes every year divisible by 4 is a leap year since 2000, unlike the previous and subsequent years divisible by 100, é a leap year. As in the Julian calendar, days are considered to begin at midnight.

The average length of a year in the Gregorian calendar is 365.2425 days compared to the actual solar tropical year (time from equinox to equinox) of 365.24219878 days, so the calendar accumulates one day of error with respect to the solar year about every 3300 years. As a purely solar calendar, no attempt is made to synchronise the start of months to the phases of the Moon.

While one can't properly speak of "Gregorian dates" prior to the adoption of the calendar in 1582, the calendar can be extrapolated to prior dates. In doing so, this implementation uses the convention that the year prior to year 1 is year 0. This differs from the Julian calendar in which there is no year 0--the year before year 1 in the Julian calendar is year -1. The date December 30th, 0 in the Gregorian calendar corresponds to January 1st, 1 in the Julian calendar.

A slight modification of the Gregorian calendar would make it even more precise. If you add the additional rule that years evenly divisible by 4000 are não leap years, you obtain an average solar year of 365.24225 days per year which, compared to the actual mean year of 365.24219878, is equivalent to an error of one day over a period of about 19,500 years this is comparable to errors due to tidal braking of the rotation of the Earth.

Julian Day

While any event in recorded human history can be written as a positive Julian day number, when working with contemporary events all those digits can be cumbersome. UMA Modified Julian Day (MJD) is created by subtracting 2400000.5 from a Julian day number, and thus represents the number of days elapsed since midnight (00:00) Universal Time on November 17, 1858. Modified Julian Days are widely used to specify the epoch in tables of orbital elements of artificial Earth satellites. Since no such objects existed prior to October 4, 1957, all satellite-related MJDs are positive.

Julian Calendar

In the Julian calendar the average year has a length of 365.25 days. compared to the actual solar tropical year of 365.24219878 days. The calendar thus accumulates one day of error with respect to the solar year every 128 years. Being a purely solar calendar, no attempt is made to synchronise the start of months to the phases of the Moon.

Hebrew Calendar

Years are classified as comum (normal) or embolismic (leap) years which occur in a 19 year cycle in years 3, 6, 8, 11, 14, 17, and 19. In an embolismic (leap) year, an extra mês of 29 days, "Veadar" or "Adar II", is added to the end of the year after the month "Adar", which is designated "Adar I" in such years. Further, years may be deficient, regular, ou completo, having respectively 353, 354, or 355 days in a common year and 383, 384, or 385 days in embolismic years. Days are defined as beginning at sunset, and the calendar begins at sunset the night before Monday, October 7, 3761 B.C.E. in the Julian calendar, or Julian day 347995.5. Days are numbered with Sunday as day 1, through Saturday: day 7.

The average length of a month is 29.530594 days, extremely close to the mean synodic month (time from new Moon to next new Moon) of 29.530588 days. Such is the accuracy that more than 13,800 years elapse before a single day discrepancy between the calendar's average reckoning of the start of months and the mean time of the new Moon. Alignment with the solar year is better than the Julian calendar, but inferior to the Gregorian. The average length of a year is 365.2468 days compared to the actual solar tropical year (time from equinox to equinox) of 365.24219 days, so the calendar accumulates one day of error with respect to the solar year every 216 years.

Islamic Calendar

Each cycle of 30 years thus contains 19 normal years of 354 days and 11 leap years of 355, so the average length of a year is therefore ((19 354) + (11 355)) / 30 = 354.365. days, with a mean length of month of 1/12 this figure, or 29.53055. days, which closely approximates the mean synodic month (time from new Moon to next new Moon) of 29.530588 days, with the calendar only slipping one day with respect to the Moon every 2525 years. Since the calendar is fixed to the Moon, not the solar year, the months shift with respect to the seasons, with each month beginning about 11 days earlier in each successive solar year.

The calendar presented here is the most commonly used civil calendar in the Islamic world for religious purposes months are defined to start with the first observation of the crescent of the new Moon.

Persian Calendar

As one of the few calendars designed in the era of accurate positional astronomy, the Persian calendar uses a very complex leap year structure which makes it the most accurate solar calendar in use today. Years are grouped into ciclos which begin with four normal years after which every fourth subsequent year in the cycle is a leap year. Cycles are grouped into grand cycles of either 128 years (composed of cycles of 29, 33, 33, and 33 years) or 132 years, containing cycles of of 29, 33, 33, and 37 years. UMA great grand cycle is composed of 21 consecutive 128 year grand cycles and a final 132 grand cycle, for a total of 2820 years. The pattern of normal and leap years which began in 1925 will not repeat until the year 4745!

Each 2820 year great grand cycle contains 2137 normal years of 365 days and 683 leap years of 366 days, with the average year length over the great grand cycle of 365.24219852. So close is this to the actual solar tropical year of 365.24219878 days that the Persian calendar accumulates an error of one day only every 3.8 million years. As a purely solar calendar, months are not synchronised with the phases of the Moon.

Mayan Calendars

The Mayans believed at at the conclusion of each pictun cycle of about 7,885 years the universe is destroyed and re-created. Those with apocalyptic inclinations will be relieved to observe that the present cycle will not end until Columbus Day, October 12, 4772 in the Gregorian calendar. Speaking of apocalyptic events, it's amusing to observe that the longest of the cycles in the Mayan calendar, alautun, about 63 million years, is comparable to the 65 million years since the impact which brought down the curtain on the dinosaurs--an impact which occurred near the Yucatan peninsula where, almost an alautun later, the Mayan civilisation flourished. If the universe is going to be destroyed and the end of the current pictun, there's no point in writing dates using the longer cycles, so we dispense with them here.

Dates in the Long Count calendar are written, by convention, as:

baktun . Katun . tun . uinal . kin

and thus resemble present-day Internet IP addresses!

For civil purposes the Mayans used the Haab calendar in which the year was divided into 18 named periods of 20 days each, followed by five Uayeb days not considered part of any period. Dates in this calendar are written as a day number (0 to 19 for regular periods and 0 to 4 for the days of Uayeb) followed by the name of the period. This calendar has no concept of year numbers it simply repeats at the end of the complete 365 day cycle. Consequently, it is not possible, given a date in the Haab calendar, to determine the Long Count or year in other calendars. The 365 day cycle provides better alignment with the solar year than the 360 day tun of the Long Count but, lacking a leap year mechanism, the Haab calendar shifted one day with respect to the seasons about every four years.

The Mayan religion employed the Tzolkin calendar, composed of 20 named periods of 13 days. Unlike the Haab calendar, in which the day numbers increment until the end of the period, at which time the next period name is used and the day count reset to 0, the names and numbers in the Tzolkin calendar advance in parallel. On each successive day, the day number is incremented by 1, being reset to 0 upon reaching 13, and the next in the cycle of twenty names is affixed to it. Since 13 does not evenly divide 20, there are thus a total of 260 day number and period names before the calendar repeats. As with the Haab calendar, cycles are not counted and one cannot, therefore, convert a Tzolkin date into a unique date in other calendars. The 260 day cycle formed the basis for Mayan religious events and has no relation to the solar year or lunar month.

The Mayans frequently specified dates using Ambas the Haab and Tzolkin calendars dates of this form repeat only every 52 solar years.

Bah ' Calendar

The year begins at the equinox, March 21, the Feast of Naw-R z days begin at sunset. Years have their own cycle of 19 names, called the V hid. Successive cycles of 19 years are numbered, with cycle 1 commencing on March 21, 1844, the year in which the B b announced his prophecy. Cycles, in turn, are assembled into Kull-I-Shay super-cycles of 361 (19 ) years. O primeiro Kull-I-Shay will not end until Gregorian calendar year 2205. A week of seven days is superimposed on the calendar, with the week considered to begin on Saturday. Confusingly, three of the names of weekdays are identical to names in the 19 name cycles for days and months.

Indian Civil Calendar

The National Calendar of India is composed of 12 months. The first month, Caitra, is 30 days in normal and 31 days in leap years. This is followed by five consecutive 31 day months, then six 30 day months. Leap years in the Indian calendar occur in the same years as as in the Gregorian calendar the two calendars thus have identical accuracy and remain synchronised.

Years in the Indian calendar are counted from the start of the Saka Era, the equinox of March 22nd of year 79 in the Gregorian calendar, designated day 1 of month Caitra of year 1 in the Saka Era. The calendar was officially adopted on 1 Caitra, 1879 Saka Era, or March 22nd, 1957 Gregorian. Since year 1 of the Indian calendar differs from year 1 of the Gregorian, to determine whether a year in the Indian calendar is a leap year, add 78 to the year of the Saka era then apply the Gregorian calendar rule to the sum.

French Republican Calendar

The calendar consists of 12 months of 30 days each, followed by a five- or six-day holiday period, the jours compl mentaires ou sans-culottides. Months are grouped into four seasons the three months of each season end with the same letters and rhyme with one another. The calendar begins on Gregorian date September 22nd, 1792, the September equinox and date of the founding of the First Republic. This day is designated the first day of the month of Vend miaire in year 1 of the Republic. Subsequent years begin on the day in which the September equinox occurs as reckoned at the Paris meridian. Days begin at true solar midnight. Se o sans-culottides period contains five or six days depends on the actual date of the equinox. Consequently, there is no leap year rule per se: 366 day years do not recur in a regular pattern but instead follow the dictates of astronomy. The calendar therefore stays perfectly aligned with the seasons. No attempt is made to synchronise months with the phases of the Moon.

The Republican calendar is rare in that it has no concept of a seven day week. Each thirty day month is divided into three d cades of ten days each, the last of which, d cadi, was the day of rest. (The word "d cade" may confuse English speakers the French noun denoting ten years is "d cennie".) The names of days in the d cade are derived from their number in the ten day sequence. The five or six days of the sans-culottides do not bear the names of the d cade. Instead, each of these holidays commemorates an aspect of the republican spirit. The last, jour de la R volution, occurs only in years of 366 days.

Napol on abolished the Republican calendar in favour of the Gregorian on January 1st, 1806. Thus France, one of the first countries to adopt the Gregorian calendar (in December 1582), became the only country to subsequently abandon and then re-adopt it. During the period of the Paris Commune uprising in 1871 the Republican calendar was again briefly used.

The original decree which established the Republican calendar contained a contradiction: it defined the year as starting on the day of the true autumnal equinox in Paris, but further prescribed a four year cycle called la Franciade, the fourth year of which would end with le jour de la R volution and hence contain 366 days. These two specifications are incompatible, as 366 day years defined by the equinox do not recur on a regular four year schedule. This problem was recognised shortly after the calendar was proclaimed, but the calendar was abandoned five years before the first conflict would have occurred and the issue was never formally resolved. Here we assume the equinox rule prevails, as a rigid four year cycle would be no more accurate than the Julian calendar, which couldn't possibly be the intent of its enlightened Republican designers.

ISO-8601 Week and Day, and Day of Year

In solar calendars such as the Gregorian, only days and years have physical significance: days are defined by the rotation of the Earth, and years by its orbit about the Sun. Months, decoupled from the phases of the Moon, are but a memory of forgotten lunar calendars, while weeks of seven days are entirely a social construct--while most calendars in use today adopt a cycle of seven day names or numbers, calendars with name cycles ranging from four to sixty days have been used by other cultures in history.

ISO 8601 permits us to jettison the historical and cultural baggage of weeks and months and express a date simply by the year and day number within that year, ranging from 001 for January 1st through 365 (366 in a leap year) for December 31st. This format makes it easy to do arithmetic with dates within a year, and only slightly more complicated for periods which span year boundaries. You'll see this representation used in project planning and for specifying delivery dates. ISO dates in this form are written as "YYYY-DDD", for example 2000-060 for February 29th, 2000 leading zeroes are always written in the day number, but the hyphen may be omitted for brevity.

All ISO 8601 date formats have the advantages of being fixed length (at least until the Y10K crisis rolls around) and, when stored in a computer, of being sorted in date order by an alphanumeric sort of their textual representations. The ISO week and day and day of year calendars are derivative of the Gregorian calendar and share its accuracy.

You can download the ISO 8601 standard from the ISO Web site to read this PDF document you'll need Adobe Acrobat Reader, which is available as a free download from Adobe's site.

Unix time() valor

The machines on which Unix was developed and initially deployed could not support arithmetic on integers longer than 32 bits without costly multiple-precision computation in software. The internal representation of time was therefore chosen to be the number of seconds elapsed since 00:00 Universal time on January 1, 1970 in the Gregorian calendar (Julian day 2440587.5), with time stored as a 32 bit signed integer (grande in the original C implementation).

The influence of Unix time representation has spread well beyond Unix since most C and C++ libraries on other systems provide Unix-compatible time and date functions. The major drawback of Unix time representation is that, if kept as a 32 bit signed quantity, on January 19, 2038 it will go negative, resulting in chaos in programs unprepared for this. Modern Unix and C implementations define the result of the time() function as type time_t, which leaves the door open for remediation (by changing the definition to a 64 bit integer, for example) before the clock ticks the dreaded doomsday second.

Excel Serial Day Number

You'd be entitled to think, therefore, that conversion back and forth between PC Excel serial values and Julian day numbers would simply be a matter of adding or subtracting the Julian day number of December 31, 1899 (since the PC Excel days are numbered from 1). But this is a Microsoft calendar, remember, so one must first look to make sure it doesn't contain one of those bonehead blunders characteristic of Microsoft. As is usually the case, one doesn't have to look very far. If you have a copy of PC Excel, fire it up, format a cell as containing a date, and type 60 into it: out pops "February 29, 1900". News apparently travels muito slowly from Rome to Redmond--ever since Pope Gregory revised the calendar in 1582, years divisible by 100 have não been leap years, and consequently the year 1900 contained no February 29th. Due to this morsel of information having been lost somewhere between the Holy See and the Infernal Seattle monopoly, all Excel day numbers for days subsequent to February 28th, 1900 are one day greater than the actual day count from January 1, 1900. Further, note that any computation of the number of days in a period which begins in January or February 1900 and ends in a subsequent month will be off by one--the day count will be one greater than the actual number of days elapsed.

By the time the 1900 blunder was discovered, Excel users had created millions of spreadsheets containing incorrect day numbers, so Microsoft decided to leave the error in place rather than force users to convert their spreadsheets, and the error remains to this day. Note, however, that only 1900 is affected while the first release of Excel probably also screwed up all years divisible by 100 and hence implemented a purely Julian calendar, contemporary versions do correctly count days in 2000 (which is a leap year, being divisible by 400), 2100, and subsequent end of century years.

PC Excel day numbers are valid only between 1 (January 1, 1900) and 2958465 (December 31, 9999). Although a serial day counting scheme has no difficulty coping with arbitrary date ranges or days before the start of the epoch (given sufficient precision in the representation of numbers), Excel doesn't do so. Day 0 is deemed the idiotic January 0, 1900 (at least in Excel 97), and negative days and those in Y10K and beyond are not handled at all. Further, old versions of Excel did date arithmetic using 16 bit quantities and did not support day numbers greater than 65380 (December 31, 2078) I do not know in which release of Excel this limitation was remedied.
Having saddled every PC Excel user with a defective date numbering scheme wasn't enough for Microsoft--nothing ever is. Next, they proceeded to come out with a Macintosh version of Excel which uses an entirely different day numbering system based on the MacOS native time format which counts seconds elapsed since January 1, 1904. To further obfuscate matters, on the Macintosh they chose to number days from zero rather than 1, so midnight on January 1, 1904 has serial value 0.0. By starting in 1904, they avoided screwing up 1900 as they did on the PC. So now Excel users who interchange data have to cope with two incompatible schemes for counting days, one of which thinks 1900 was a leap year and the other which doesn't go back that far. To compound the fun, you can now select either date system on either platform, so you can't be certain dates are compatible even when receiving data from another user with same kind of machine you're using. I'm sure this was all done in the interest of the "efficiency" of which Microsoft is so fond. As we all know, it would take a computer almost forever to add or subtract four in order to make everything seamlessly interchangeable.

Macintosh Excel day numbers are valid only between 0 (January 1, 1904) and 2957003 (December 31, 9999). Although a serial day counting scheme has no difficulty coping with arbitrary date ranges or days before the start of the epoch (given sufficient precision in the representation of numbers), Excel doesn't do so. Negative days and those in Y10K and beyond are not handled at all. Further, old versions of Excel did date arithmetic using 16 bit quantities and did not support day numbers greater than 63918 (December 31, 2078) I do not know in which release of Excel this limitation was remedied.

Referências

P. Kenneth Seidelmann (ed.) Explanatory Supplement to the Astronomical Almanac . Sausalito CA: University Science Books, 1992. ISBN 0-935702-68-7. Authoritative reference on a wealth of topics related to computational geodesy and astronomy. Various calendars are described in depth, including techniques for interconversion.

The Institut de m canique c leste et de calcul des ph m rides in Paris provides excellent on-line descriptions of a variety of calendars.

by John Walker
November, MM This document is in the public domain.


Leap Year, Y2K, and Other Computer Calendar Issues

Every four years, we get a February 29th. What’s the story behind that? And how long has this been going on?

The Earth takes a bit over 365 days to orbit the sun completely – roughly 365-1/4 days. The calendar needs to adjust for that or the seasons get out of sync with the calendar.

Western Calendar History

Archaic Calendars

The Julian calendar was introduced by Julius Caesar in 46 B.C. to replace the Roman calendar after Julius had a team of calendar experts come up with the most accurate calendar possible at the time. The Julian calendar has added an extra day at the end of February every fourth year since A.D. 8.

The Roman calendar began during the month of the spring equinox, which always takes place in March. March 1 was the first day of the new year. The original Roman calendar had 10 months, each with 30 or 31 days for a total of 304 days on the calendar. The dates between December 31 and March 1 simply didn’t belong to any months.

According to tradition, Numa Pompilius, the second king of Rome, added two months, January and February, to fill the unnamed gap between December and March. These months were tacked on to the end of the year, and the tradition of a new year beginning near the spring equinox continued

The Julian calendar officially made January 1 the first day of the new year when it went into use in 45 B.C. The Julian calendar would remain in use into the 18th Century in some parts of Europe.

As Christianity became more widespread in medieval Europe, the pagan debauchery associated with the New Year celebration just wouldn’t do, and in A.D. 567, the second Council of Tours declared that January 1 would no longer be the first day of the year – without providing a replacment date. In A. D 755, the third Council of Tours said that the new year should begin on Easter – which itself can occur anywhere from March 22 through April 25 on the Gregorian calendar (using the Julian calendar, the earliest date for Easter in modern times would be April 3, 1763, and the latest was May 8, 1983).

Depending on where and when dates were recorded, the new year might begin on March 1, January 1, March 25, December 25, or the Saturday between Good Friday and Easter Sunday.

A History of Leap Year

Egypt first used a lunar calendar with an average of 354 days per year over 5,000 years ago. This quickly went out of sync with the seasons, so a 360 day civic calendar was created with 36 weeks of 10 days and three seasons of 12 weeks. Again, the seasons and calendar got out of step, but only one-third as quickly as with the lunar calendar.

Rather than revise its 360 day calendar, Egypt created a 365 day calendar with a 5-day month at the end of the year. This did not include a leap year, but it was the most accurate yet.

In 238 BC, Ptolomy III introduced the Ptolemaic calendar with a leap year every four years. This was where Julius Caesar got the idea to add an extra day to the Roman calendar every fourth year – and it was only after the Roman emperor Augustus introduced the Roman calendar to Egypt that the change-resistant Egyptians finally adopted Ptolomy’s idea.

The Gregorian Calendar

By the 16th Century, the fact that the year isn’t quite 365.25 years had moved the calendar and the seasons apart by 10 days. The Gregorian calendar took into account that the year is actually 365.2425 days long by doing the following:

  1. When the Gregorian calendar was first adopted in 1852, the date on the calendar jumped forward 10 days to correct the accumulated error in the Julian calendar. (When the Julian calendar went into effect, it added 80 days to create a single 445 day year
  2. Leap year was dropped in every year that is a multiple of 100, such as 1900.
  3. However, leap year was not dropped if that year is also a multiple of 400, as was the year 2000.
  4. And for good measure, the January 1 would henceforth be the first day of the year (again).

The Gregorian calendar is as good as could be devised in the 16th Century. It only varies from the solar year by 23 seconds, which means the difference takes over 3,200 years to add up to a single day.

The biggest problem with the Gregorian calendar had nothing at all to do with the calendar. The problem was the Reformation, which made some nations skeptical if not downright opposed to anything coming from the Roman Catholic Church. It took the Calendar Reform Act of 1750 to get the United Kingdom and its dominions to move from March 25 as the start of the year and drop the Julian calendar in favor of the Gregorian.

It’s very important for historians and genealogists to know when a particular state or nation changed January 1 as the first day of the year.

Calendars and Computers

Early home computers didn’t have clock chips. If they even supported a date-time stamp, the user had to enter the date and time when starting up the computer. Few of those home computers made it into the 21st Century, so the fact that some didn’t properly support 4-digit years never became a big deal, especially in the 8-bit world.

The Y2K Problem

Problem is, the original IBM PC, introduced in 1981. was designed to run an extension of the 8-bit CP/M operating system, and its designers stuck with two digits when storing the year. This is the genesis of the infamous Y2K problem that was expected to cause all kinds of catastrophes as the calendar advanced to January 1, 2000.

Planes would crash. Elevators would stop working. Pacemakers would quit. Water would no longer come out of the faucet. And ATMs would be unable to dispense cash, so you’d better stock up in advance. Seriously, these were some of the Y2K expectations.

Fortunately Microsoft delivered Windows Me and most PC makers had Y2K-ready hardware in the months leading up to January 1, 2000. It was a great time to be selling PCs and Windows upgrades.

There was a secondary Y2K problem: Programmers who didn’t use 4-digit years or who didn’t understand the Gregorian calendar made 2000 a leap year.

No Y2K Problem Here

Unix, a nulti-user operating system that goes back to 1970, never had a Y2K problem. It counts time in seconds since the start of January 1, 1970 – and the oldest Unix implementations won’t have any problem until January 19, 2038. That’s when the signed 32-bit integer that handles the timestamp overflows. The Unix world has about 22 years to figure things out, and with most CPUs running at 64 bits nowadays, it’s not an insurmountable problem for newer hardware.

Even the oldest Macs have no Y2K problem. The original 1984 Macintosh can handle dates into 2040, although the Classic Mac OS won’t allow users to set dates beyond December 31, 2019. On top of that, it can’t run System 6 or 7, so it may not even be able to set recent dates. Anyhow, 2019 is not far off – but then, how many 680ࡦ Macs remain in use? Apple tested Mac OS version 7.5.5, 7.6.1, 8.1, 8.5, 8.5.1, and 8.6 in advance of January 1, 2000 and declares them fully compliant with Y2K.

Maybe in the next three years, someone will patch System 6 through Mac OS 9 for this. Talvez não. All 680ࡦ processors are 32-bit CPUs, so a 64-bit timestamp probably isn’t a solution. While they’re at it, fixing the outdated Daylight Saving Time changeover dates would also be nice. There’s no way to fix that on these ancient Macs.


Assista o vídeo: Origen del calendario


Comentários:

  1. Kamarre

    Eu acho que você está errado. Vamos considerar.

  2. Kaganris

    Wonderful, this is a valuable information

  3. Sal

    Não se preocupe!

  4. Lap

    Granted, this brilliant idea just got engraved

  5. Araran

    Uma coisa linda!



Escreve uma mensagem