História da Fotografia em Brighton

História da Fotografia em Brighton


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

WilliamConstable

Nem o artigo nem o anúncio no Guardião de Brightonde 10 de novembro de 1841 menciona o nome de "O Proprietário" do Instituição Fotográfica. O proprietário anônimo era William Constable, um homem multitalentoso que, aos 58 anos, estava entrando em um novo campo de negócios, que se valeria das habilidades inventivas que ele havia demonstrado anteriormente no mundo da ciência, arte e negócios.

Propaganda da Instituição Fotográfica de William Constable ( Guardião de Brighton10 de novembro de 1841)

No Censo de 1851, William Constable atribuiu a sua ocupação como ‘Fabricante de farinha e artista heliográfico’, mas esta descrição falha em refletir o que até então tinha sido uma carreira extraordinária e colorida. Um homem sem o benefício de uma educação formal ampliada, William Constable havia trabalhado em várias ocasiões como um bem-sucedido carpinteiro de rua, um inventor de dispositivos científicos, um aquarelista, cartógrafo, agrimensor, arquiteto, construtor de pontes, engenheiro e agrimensor de uma trecho de trinta milhas da estrada Londonto Brighton Turnpike.

[FONTE2] Em uma idade em que a maioria dos homens estaria entrando no último estágio de sua vida profissional, William Constable decidiu abraçar uma nova tecnologia e embarcar em uma nova carreira como Artista Fotográfico.


Assista o vídeo: Historia de la Fotografía - Alfred Stieglitz: La Fotografia como Arte