Noite de TV: Gladiador (França 3)

Noite de TV: Gladiador (França 3)

Quinta-feira, 13 de maio, a França 3 retransmitirá o épico peplum de Ridley Scott: Gladiador. Ela nos conta a história de Maximus Decimus (Russel Crowe), general do Imperador Marcus Aurelius (Richard Harris). De ascendência hispânica, Maximus é considerado o braço direito do imperador após uma campanha bem-sucedida contra os alemães. Este último planeja até mesmo confiar-lhe o poder após sua morte, para que Máximo restabeleça a república devolvendo seu poder ao Senado ....

Quando o imperador anuncia suas intenções a seu filho ambicioso e atormentado Cômoda (Joaquin Phoenix), este último tomou uma loucura assassina e toma o poder. Uma terrível repressão caiu sobre os oponentes em potencial do novo imperador e, em particular, sobre Máximo. Se o formidável general consegue escapar por pouco da morte, este não é o caso de sua família, cruelmente massacrada pelos Pretorianos de Commodus. Quebrado e gravemente ferido, Máximo só devia sua sobrevivência aos mercadores de escravos que passavam.

Vendido para o dono de um estábulo de gladiadores norte-africanos, um certo Proximo (Oliver Reed, falecido durante as filmagens), Maximus logo faria seu nome nas arenas. Uma verdadeira máquina de matar, o general que se tornou um gladiador e agora chamado de "o espanhol" começou então sua longa busca por vingança e justiça ... Uma busca que o levaria às areias do Coliseu para enfrentar aquele que quebrou sua vida e a dos seu.

Bom entretenimento com respiração épica

Fãs intransigentes do rigor histórico, podem seguir seu caminho, Gladiador tomando grande liberdade com os fatos. Sabemos que Marco Aurélio nunca considerou restabelecer a República e seu filho certamente não teve nenhuma responsabilidade por sua morte. No entanto, seria uma pena insistir nesses detalhes.

Considerado por si mesmo, Gladiator é um entretenimento verdadeiramente excelente. Ao sopro épico trazido pela realização virtuosa de Ridley Scott, junta-se a qualidade da reconstrução de um universo romano sublimado, de raro poder evocativo. O elenco sólido (em que o excelente Joaquin Phoenix, vilão da antologia 'claramente se destaca) serve a um enredo bem estabelecido, mas formidavelmente eficaz. O trágico destino do General Maximus é uma reminiscência do Spartacus de Kubrick, e Gladiator é uma vibrante homenagem aos grandes épicos dos anos 1950 e 1960. Uma obra importante na filmografia de Ridley Scott, este longa-metragem tem tudo para se tornar um clássico, não perca!

Gladiator, de Ridley Scott, quinta-feira, 13 de maio às 20h35 na França 3.


Vídeo: Final Recortadores Vila F. Xira