Um povo e seu rei - filme (2018)

Um povo e seu rei - filme (2018)


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Tratada de forma muito desigual no cinema, a Revolução Francesa é um exercício de alto risco para uma obra de ficção. Atualmente na tela grande, "Um povo e seu rei“de Pierre Schoeller assume o desafio. Com, digamos desde o início, mais ou menos sucesso.

As pessoas falam

Em 1789, um povo entrou em revolução. Vamos ouvi-lo. Ele tem coisas para nos dizer. "Um povo e seu rei" cruza os destinos de homens e mulheres do povo e de figuras históricas. O seu ponto de encontro é a muito jovem Assembleia Nacional. No centro da história está o destino do Rei e o surgimento da República ...

Em uma sucessão de pinturas às vezes rápida demais, este filme oferece uma leitura que pretende ser equilibrada e educativa dos principais acontecimentos da Revolução, desde a captura da Bastilha em 14 de julho de 1789 até a execução do rei no início de 1793, que leva advento da Primeira República. As pessoas são aqui habilmente representadas de uma maneira colorida e diversa, sem cair na caricatura. A Assembleia Nacional, perfeitamente reconstituída, é o lugar para onde convergem todas as esperanças e paixões. Lá nos é dado um curso intensivo de história, bem documentado, mas um tanto indigesto. Luís XVI, interpretado impecavelmente, teria sem dúvida merecido um tratamento mais completo para melhor espelhar uma época que se esgota em favor de uma nova era. Uma nova era que começa com um grande cordão simbólico, quando no início do filme a luz penetra na escuridão que reinava continuamente sobre um subúrbio de Paris quando começa a destruição da Bastilha ...

Muito ambicioso?

Era uma aposta arriscada contar "a grande história" pelo prisma da "pequena", ainda mais em tão pouco tempo. O primeiro, vamos repetir bem documentado, é apenas uma visão geral (e às vezes um pouco teatral demais). O segundo, centrado na família (no sentido amplo) de um soprador de vidro parisiense, é bastante revigorante, mas não há tempo para se apegar e acreditar nisso. Tempo é o que falta a este filme para um pedaço tão grande da história francesa, e é frustrante ter visto um trailer de ... duas horas. Houve, porém, nem que seja pela qualidade da obra histórica, tanto as reconstruções como a distribuição, material para dar outro formato, o de série.

Por enquanto, continuaremos a preferir o filme de Wajda (Danton, 1983), que continua a ser uma referência embora trate do período seguinte do Terror, ver até o díptico A revolução Francesa (Robert Enrico, 1989), que apesar de seus muitos defeitos, pelo menos teve o mérito de dar profundidade e um fôlego épico que tanto falta Um povo e seu rei.

Um povo e seu rei, um filme de Pierre Schoeller, nos cinemas em 26 de setembro de 2018.


Vídeo: LEGÍTIMO REI. Trailer 2018 Dublado HD


Comentários:

  1. Wotan

    Eu parabenizo, parece -me o excelente pensamento

  2. Jukus

    É notável, esta opinião bastante valiosa

  3. Stoc

    Não é exatamente o que eu preciso. Existem outras variantes?

  4. Fulaton

    O dele ainda não chegou.

  5. Derrick

    O duplo entendeu como algo



Escreve uma mensagem