Clearfield APA-142 - História

Clearfield APA-142 - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Serviço da segunda guerra mundial

Clearfield foi lançado em 21 de novembro de 1944 pela California Shipbuilding Corp., Wilmington, Califórnia, sob um contrato da Comissão Marítima patrocinado pela Sra. F. L. Chambers adquirido pela Marinha em 11 de janeiro de 1945 e comissionado em 12 de janeiro de 1945, Capitão F. C. Stelter, Jr., no comando.

Clearfield carregou tropas do batalhão de construção e carga em Port Hueneme, Califórnia, e partiu em 9 de março de 1945 para Pearl Harbor, Eniwetok, Ulithi e Okinawa, onde ela chegou em 17 de abril, para desembarcar seus passageiros e seu equipamento em Ie Shima, para construir um campo de aviação.

Ela partiu de Okinawa em 26 de abril para carregar substitutos do Exército em San Francisco e transportou essas tropas para Manila, chegando em 23 de junho. Depois de mover as tropas de ocupação entre as Ilhas Filipinas, Clearfield partiu de Manila em 27 de agosto para Tóquio, onde desembarcou soldados em 2 de setembro.

De 4 de setembro de 1945 Clearfield operou entre Okinawa e Manila e portos na China, apoiando a reocupação do norte da China por meio do transporte de fuzileiros navais e tropas chinesas. Ela partiu para Tacoma, Washington, em 2 de dezembro, e após a revisão, navegou para Norfolk, chegando em 4 de fevereiro de 1946. Clearfield foi desativado em 4 de março de 1946 e devolvido à War Shipping Administration em 6 de março de 1946.

Ex-Clearfield foi colocado na Frota da Reserva da Defesa Nacional em James River, Virgínia. Entre 2 de setembro e 27 de outubro de 1955, ela foi retirada da Frota de Reserva para um Programa de Reparo, GAA-Polarus, e voltou. [1] Ex-Clearfield foi vendida por $ 111.560 para a Union Minerals & Alloys Corporation para sucata em 9 de abril de 1973. [1] Em 1440 EDT, em 7 de setembro de 1973 ela foi retirada da Frota de Reserva e enviada para o pátio do disjuntor. [1]


Um dos maiores eventos do ano -
Pesquisar na cidade pode ser encontrado aqui!
Os prêmios desta vez aos anos 90 dizem respeito.
E a diversão começa no dia 28 de junho.

Antes de começar, as regras que vamos declarar.
Queremos que todos os que jogam joguem limpo.
A competição é ótima, mas, por favor, jogue bem.
Você acabou depois que ninguém venceu duas vezes.

Você não terá que cavar, alterar, danificar ou mover.
Então, não vá aí, você não tem nada a provar.
Quando você encontrar um prêmio, compartilhe imediatamente.
Marque @ClearfieldCity para que saibamos que você já esteve lá.

Os funcionários da Clearfield e suas famílias estão fora.
Desculpem rapazes. Mas, por favor, não faça beicinho.
Agora assista ao nosso Facebook e Instagram
E prepare-se para sair e pesquisar com a família. . Ver mais ver menos


Mahaffey e arredores

Grampian

& ldquoOriginalmente chamado de Pennville, Grampian Hills P.O. serviu a área (1833-1892) quando se tornou Grampian. A primeira entrega de correio rural do condado começou aqui em 1900, a transportadora E.A. Spencer. Na década de 1820, os pioneiros quakers construíram uma casa de reuniões de toras no local do cemitério de amigos. Nora Waln (1895-1964), nativa de Grampian, romancista famosa e correspondente da segunda guerra mundial, foi nomeada filha distinta de PA. & Rdquo
* Erguido em 2004 para o Bicentenário do Condado de Clearfield.

A.W. Tozer

& ldquoUm dos autores cristãos evangélicos mais importantes do século 20, Tozer nasceu alguns quilômetros ao sul daqui, em LaJose (Newburg). Um pastor da The Christian and Missionary Alliance e um teólogo, conferencista e escritor reconhecido nacionalmente, ele foi o palestrante destaque aqui na Conferência Mahaffey Camp SummerBible nas décadas de 1940 e 1950. Mais de 3 milhões de cópias de seus mais de 40 livros estão sendo impressos em todo o mundo. & Rdquo
* Erguido em 2007 pela Comissão de Museus e Históricos da Pensilvânia.

McGee & rsquos Mills Covered Bridge

& ldquoApenas ponte coberta restante sobre qualquer braço do rio Susquehanna. Thomas McGee construiu esta ponte Burr arch truss em 1873 por US $ 175 usando madeiras de pinho branco cortadas à mão da área. Foi a última ponte coberta construída no condado de Clearfield. Milhares de jangadas flutuaram sob a ponte, incluindo a última em 1938. Listada no Registro Nacional de Locais Históricos em 1980. Renovada em 1994 após desabar devido aos danos causados ​​pela neve. & Rdquo
* Erguido pela Mahaffey Area Heritage Society.

Última Jangada

& ldquoDa década de 1840 até 1912, milhares de jangadas do condado transportaram bilhões de pés de madeira para serrarias em Lock Haven, Williamsport e Marietta. Em 14 de março de 1938, uma reconstituição & ldquoLast Raft & rdquo deixou um ponto de reunião tradicional em Charlie McGee & rsquos Landing perto daqui, com destino a Harrisburg. Em 20 de março, a balsa atingiu um píer da ponte Muncy e 7 vidas foram perdidas, incluindo o Raftsman Harry Conner. & Rdquo
* Erguido em 2004 para o Bicentenário do Condado de Clearfield.

George Atcheson (1787-1877)

& ldquoAbolicionista e operador de ferrovia subterrânea. Em 1820, Atcheson estabeleceu-se em Susquehanna & rsquos West Branch, rio acima deste ponto. 1845 ele construiu 2 grandes casas conectadas em níveis diferentes, secretando uma área para esconder escravos. Escravos espirituosos da Mason Dixon Line para o Canadá tornaram-se um empreendimento perigoso após a Lei do Escravo Fugitivo de 1850. por volta de 1856, ele ajudou os Free Soilers a transformar o Kansas em um Estado Livre. & rdquo
* Erguido em 2004 para o Bicentenário do Condado de Clearfield.

John Ludwig Snyder

& ldquoUm nativo da Alemanha, Snyder veio para a Pensilvânia em 1758, neste condado por volta de 1820. Cumprindo 6 anos, ele lutou sob George Washington e Gen. Wayne em Trenton, Brandywine, Germantown, Paoli e invernou em Valley Forge. Ele era amigo do Marquês de Lafayette e estava com ele na rendição de Yorktown. Em 1832, ele viajou para a França para o funeral do general Lamarque & rsquos. Lafayette fez o elogio. (& ldquoLes Miserables & rdquo) & rdquo
* Erguido em 2004 para o Bicentenário do Condado de Clearfield.


Esta lista de cidades, vilas, comunidades não incorporadas, condados e outros locais reconhecidos no estado da Pensilvânia, nos EUA, também inclui informações sobre o número e os nomes dos condados em que o local se encontra e seus limites de CEP inferior e superior, se aplicável .

Esta lista de cidades, vilas, comunidades não incorporadas, condados e outros locais reconhecidos no estado da Pensilvânia, nos EUA, também inclui informações sobre o número e os nomes dos condados em que o local se encontra e seus limites de CEP inferior e superior, se aplicável .


Trilhas de Geneologia Clearfield County Pennsylvania História de 1843 do Condado de Clearfield, Pensilvânia

O condado de Clearfield foi tomado de Lycoming, pelo ato de 26 de março de 1804. Em 1805 foi colocado provisoriamente sob o comando dos comissários do Center co. Em 1812 o condado elegeu os seus próprios comissários e por ato de 29 de janeiro de 1822, foi totalmente organizado para fins judiciais. Em abril de 1823, uma pequena peça triangular retirada de Lycoming foi anexada ao lado leste do condado. Uma parte do novo condado de Elk foi retirada deste condado em 1843. Comprimento 45 m, largura 32 área 1.425 m². População em 1810, 875 em 1820, 2.342 em 1830, 4.803 e em 1840, 7.834.

Este condado está situado atrás da montanha Allegheny, nas nascentes do braço oeste do Susquehanna. Sua superfície é extremamente montanhosa e irregular, mas nenhuma cordilheira longa e distinta pode ser traçada inteiramente através do condado. As cordilheiras são divididas em inúmeros esporões irregulares, profundamente recortados pelos riachos.

O condado é regado pelo braço oeste do Susquehanna, aqui comparativamente um pequeno riacho Chest cr., Clearfield cr., Mushannon cr., Ramos do Susquehanna e Bennett's branch do Sinnemahoning. Vários ramos do Allegheny têm suas origens dentro do condado, a oeste da montanha Elk.

O solo varia com a superfície do concelho: os fundos aluviais dos vales são ricos, os planaltos ondulantes constituem excelentes pastagens e onde prevalecem os estratos calcários aproximam-se da fertilidade das terras aluviais. Carvão, ferro, argila de tijolo de fogo e outros minerais são abundantes. Diz-se que o carvão é de qualidade superior e, enquanto os projetos estavam sendo considerados para estender as melhorias do estado a essa região, havia grandes expectativas de que o carvão seria um artigo importante de exportação. Sem essas instalações, o custo de transporte exauriria os lucros muito antes de chegar ao mercado. Um grande forno e siderúrgica foram estabelecidos em Karthauss no West Branch, mas suas operações estão suspensas. A madeira serrada ainda constitui o principal negócio dos habitantes, e a agricultura tem sido até agora apenas uma atividade secundária. Os tempos difíceis, no entanto, produziram uma mudança favorável a esse respeito e o povo de Clearfield está abrindo suas terras e descobrindo que a agricultura, se não uma maneira mais rápida, é pelo menos uma maneira mais segura de ficar rico do que serrar e rafting, ou mesmo fazendo ferro. A auto-estrada de Bellefonte a Meadville atravessa o Susquehanna em Curwensville. Outra rodovia foi construída recentemente, com parte do bônus do U. S. Bank, através da cidade de Clearfield, conectando com a estrada de Milesburg e Smethport, que passa pela porção nordeste do município.

O condado ainda está parcialmente colonizado, a população em 1840 era de apenas 5 por milha quadrada. Os habitantes são principalmente de outras partes do estado, mas existem várias colônias distintas de ianques, alemães e franceses. Até perto do final do século passado, Clearfield co. permaneceu um deserto ininterrupto, com exceção talvez de aqui e ali um milharal indiano. Trilhas indígenas, conectando as grandes águas orientais e ocidentais, cruzavam as montanhas em várias direções. Havia uma trilha em direção a Fort Venango, outra em direção a Kittanning e uma em direção às nascentes de Sinnemahoning.
No verão de 1772, uma notável companhia de peregrinos, 240 indivíduos, de todas as idades, cruzou as montanhas Allegheny de Bald Eagle cr., E alcançou algum dos ramos do Allegheny, a caminho de Ohio. Eles eram os missionários morávios, com suas famílias, e os índios cristãos de Wyalusing e Sheshequin, no ramo norte. Eles tinham com eles seus filhos e filhos dos filhos, seus bens domésticos, gado e cavalos. Que selva para tal multidão penetrar, sem outra estrada além de uma trilha indígena! (Veja Bradford co.)

Os seguintes fatos foram coletados de cidadãos respeitáveis ​​do condado: -
No local da atual sede de condado, havia uma antiga cidade indígena com o nome de Chinklacamoose, ou, como dizem alguns, a cidade velha de Chinklacamoose. Clearfield foi por muitos anos chamado Oldtown, e ainda é por muitos dos colonos mais velhos. Um pequeno riacho ao norte da cidade ainda mantém o nome de Chinklacamoose cr., Embora às vezes abreviado para 'Moose cr. Os índios Seneca do clã Cornplanter costumavam caçar em torno de Chinklacamoose.

Arthur Bell, Daniel Ogden e Paul Clover estavam entre os primeiros colonos brancos do condado. Clover se estabeleceu em Curwensville. Em 1796, o general Ellicott localizou a auto-estrada Susquehanna e Waterford, indo de Curwensville, passando por Fort Franklin e Meadville, até Waterford. Em 1797, a estrada foi aberta.

Arthur Bell e Daniel Ogden, com seu filho Matthew, então um rapaz de 18 anos, subiram o ramo oeste na primavera de 1796, trazendo consigo as ferramentas simples do pioneiro, com algumas batatas e sementes para sua primeira safra. Bell se estabeleceu alguns quilômetros acima de Clearfield Ogden, perto da foz do riacho Chinklacamoose, onde, depois de um ou dois anos, construiu o primeiro moinho do condado. Eles sofreram várias provações e dificuldades para abrir suas novas casas. As provisões eram muito escassas, e o povoado mais próximo ficava em Bald Eagle, cerca de 140 milhas por água, nada de qualquer peso poderia ser trazido por terra. O Sr. Bell uma vez foi compelido a percorrer toda esta distância para consertar uma ponta de arado, empurrando pacientemente sua canoa rio acima, carregada com seus ferros e algumas provisões, suas provisões por acidente de Borne estavam molhadas na primeira vez que ele usou seu arado , a ponta se quebrou novamente, e sua árdua jornada foi em vão. Por algum tempo, antes de o moinho ser construído, eles bateram o milho em pilões. Sua rota por terra era o antigo caminho indígena pelas montanhas pelo acampamento Sapato de Neve até Milesburg. O Sr. Ogden certa vez fez essa rota no inverno com raquetes de neve, levando de 2 a 2 dias para chegar a Milesburg, 33 milhas.

Entre os residentes mais velhos estava John Bell, irmão de Arthur. Ele havia sido um velho soldado revolucionário e, quando o conflito acabou, ele procurou asilo com seu irmão. Por causa de seu tamanho muito diminuto, ele costumava usar o nome de Johnny Bell. Por força de hábitos militares, ou por medo de perder a arte de lutar pelo desuso, costumava brigar de vez em quando com os índios amigos a respeito do assentamento e costumava sair triunfante. Em uma brincadeira desse tipo, dois deles tentaram afogá-lo, mas ele quase afogou os dois.

Sendo um velho solteiro, ele era bastante caprichoso, e às vezes ficava em um animal de estimação com o humor que uma vez ele deixou a casa de seu irmão e acampou na floresta, determinado a permanecer lá, mas Greenwood Bell, seu sobrinho, um dia o tornou um invocou seu acampamento, pegou o pequenino, jogou-o sobre o ombro e carregou-o para casa, onde depois se contentou em permanecer.

Clearfield, a sede do condado, foi estabelecida por comissários sob a lei de 4 de abril de 1805, nas terras de Abraham Witmer, Esq., Um residente de Paradise, em Lancaster co. Os primeiros colonos na cidade e nos arredores foram Robert Collins, que veio em 1807, a viúva Leathers, os Valentines, Andrew Bowers, Abraham Leonard, nosso anfitrião jovial, John Cuyler, e alguns outros. O Sr. Witmer ainda possui cerca de 500 acres contíguos à cidade. Clearfield é um lugar inteligente e em aprimoramento, agradavelmente situado em uma ampla planície ao lado do Susquehanna e imerso entre as colinas. A vista em anexo foi tirada da estrada Curwensville, a oeste do rio.
A cidade contém um tribunal de tijolos e escritórios do condado, uma prisão de pedra, uma academia, igrejas católicas, presbiterianas e metodistas. Uma ponte aqui cruza o Susquehanna. Uma estrada pedonal recentemente concluída permite que as etapas entre Bellefonte e Erie passem pela cidade. O Sr. Robert Shaw tem uma extensa fábrica de farinha e madeira serrada perto da cidade, no riacho Chinklacamoose. População em 1840, cerca de 300.

Curwensville é um pequeno lugar movimentado em Susquehanna, cerca de seis milhas a sudoeste de Clearfield, na rodovia Bellefonte e Meadville. Foi nomeado após John Curwen, Esq., De Montgomery co., Que era proprietário da terra, mas nunca se estabeleceu aqui. Paul Clover foi o primeiro colono, e manteve uma taverna aqui por volta do ano de 98 ou 1800. A vila contém cerca de 30 ou 40 casas e lojas, e uma ou duas igrejas. Uma bela ponte substancial acaba de ser erguida aqui (em 1842) através do Susquehanna. Curwensville é um lugar bastante animado durante a temporada de trabalho pesado nos riachos acima.

Karthauss está situado no braço oeste do Susquehanna, na foz do riacho Little Mushannon. Seu nome deriva de Peter Karthauss, esq., De Baltimore, que estabeleceu uma fornalha aqui por volta do ano de 1820 e a manteve por alguns anos com sucesso. Há um poder hídrico muito amplo aqui. Em 1836, uma empresa comprou as obras e gastou cerca de US $ 80.000, mas não teve o mesmo sucesso com o antigo proprietário. Suas obras eram administradas com coque, e eram capazes de produzir 100 toneladas por semana. Por volta do ano de 1840, suas operações foram suspensas pelas flutuações dos tempos.

Caledônia é um assentamento recente de nova-iorquinos e homens da Nova Inglaterra, na parte norte do condado, na confluência de Trout run com o ramo de Bennett do Sinnemahoning. A estrada de Milesburg e Karthauss a Smethport passa pelo local, e outra estrada segue para o noroeste até Ridgeway.

Luthersburg é um pequeno assentamento alemão na estrada, a 16 km ao norte de Curwensville. Os terrenos nas proximidades são ondulados e de boa qualidade. Há uma jazida de calcário não muito longe do local.

Mountpleasant é uma pequena vila no extremo sul do condado, na estrada entre Phillipsburg e Ebensburg. Não muito longe deste lugar, nas bifurcações do cr. Clearfield, ao sul da linha de Cambria, estão os restos de uma antiga fortificação circular, cujas margens têm mais de um metro a um metro e meio de altura e cobertas por grandes árvores. Campos claros, ou manchas abertas de pradaria, aparentemente o local de alguns antigos campos de milho, foram encontrados nesta vizinhança, daí o nome Clearfield.


Clearfield APA-142 - História

Arquivos USGenWeb da Pensilvânia

História do Condado de Clearfield

HIST0RY
DO
CLEARFIELD COUNTY
PENSILVÂNIA

COM ILUSTRAÇÕES E ESBOÇOS BIOGRÁFICOS
DE ALGUNS DE SEUS PRINCIPAIS HOMENS E PIONEIROS

EDITADO POR
LEWIS CASS ALDRICH

SYRACUSE, N. Y.
D. MASON & amp CO., EDITORES
1887

HISTÓRIA DA CIDADE DE COVINGTON.

O território agora incluído dentro dos limites do município de Covington era, antes do ano de 1817, uma parte do município de Lawrence. Covington foi erguido a pedido de residentes do condado de Clearfield, que foi apresentado ao Quarter Sessions Court em um mandato realizado durante o mês de agosto de 1816, em Bellefonte, condado de Centre (Clearfield ainda não tinha adquirido uma organização judicial totalmente separada), orando por uma divisão de Lawrence

HISTÓRIA DE CLEARFIELD COUNTY.

município, e para a nomeação de espectadores para determinar a conveniência de tal divisão. O tribunal nomeou William Petrikin, John G. Lowrey e John Mitchell para este fim, os quais, após devida deliberação, decidiram fazer a divisão ser feita erigindo dois municípios fora de Lawrence, a serem chamados de Covington e Gibson respectivamente. Nas sessões de abril de 1817, o relatório foi confirmado e os limites do município de Covington fixados da seguinte forma: & quot Começando no rio na linha do condado de Lycoming, daí para o norte até a árvore de cinquenta milhas, um canto dos levantamentos nº 5417 e 5418 , uma cicuta dali para o oeste até um bordo, um canto dos lotes Nos. 5348 e 5349 dali para o sul ao longo da linha de pesquisas até atingir Bald Hill Run, e descer a corrida para a foz daí rio abaixo até o local de início, e chamado município de Covington. & quot

Visto que o município de Gibson foi formado ao mesmo tempo e fazia parte do mesmo processo, e o fato adicional de não ser agora um município reconhecido do condado de Clearfield, uma descrição de suas linhas e dimensões limítrofes será apropriada neste lugar . Sua descrição de acordo com o relato dos espectadores foi a seguinte: & quot Começando na árvore de cinquenta milhas, uma esquina dos Nos. 5417 e 5418, e uma esquina do município de Covington na linha do condado de Lycoming, daí ao norte até a linha de McKean condado daí a oeste ao longo da referida linha até o canto leste do município de Pike daí ao sul até a árvore de oitenta quilômetros um canto do município de Lawrence daí ao leste até o local de início & quot e a ser chamado de município de Gibson, e assim denominado em homenagem a John Bannister Gibson, um eminente advogado e jurista, que no ano de 1816 se tornou um dos juízes da Suprema Corte e, no ano de 1827, foi nomeado chefe de justiça da Comunidade da Pensilvânia.

O território de Covington como abrangido pelos limites dados acima foi posteriormente reduzido pela formação de outros municípios adjacentes a ele nos lados leste e oeste, e embora grande em relação à área, era bastante pequeno em número de população tendo, em 1817, não deve exceder oitenta habitantes. A enumeração de seus habitantes tributáveis ​​feita no ano mostra um total de apenas dezessete, e desses dois eram homens livres solteiros. Eles eram os seguintes: Jonathan Deckion, Frederick Geisenhainer, John Hanson, Jacob Michael, John Peters, Andrew Peters, Hugh Rider, William Russell, John Rider, Frederick Rider, Michael Rider, George Rider, J. F. W. Schnars, John Troutman, Harmon Young. Os únicos homens livres eram John Neff e Michael Rider. Por referência à história do município de Karthaus, será visto que alguns destes foram nomeados como residentes daquela parte de Covington, que em 1841, foi enviada para a formação do município de Karthaus.

Covington, como é atualmente, é uma das cidades da camada norte do condado e, como as adjacentes, é decididamente irregular na forma, nenhuma de suas fronteiras exceto o norte, sendo uma linha reta. O município é limitado ao norte pelo condado de Cameron a leste pelo município de Karthaus ao sul

pelo rio Susquehanna e a oeste pelo município de Girard. A superfície do terreno é acidentada, acidentada e irregular, as colinas em algumas localidades partilhando a natureza das montanhas. Em uma grande parte do município, as rochas mergulham gradualmente para o sul e leste do primeiro eixo anticlinal, mas na região de Mulsenburg e Ponto Central, o mergulho é fortemente para o leste em direção à bacia em forma de canoa Karthaus. Em Bigleman Run, a rocha de arenito é encontrada a uma altitude de mais de 1.300 metros acima da maré. Enquanto um curso ao norte do Flood's Hotel é perseguido, as rochas são encontradas subindo continuamente em direção ao primeiro eixo anticlinal, e a uma distância de cerca de três milhas até um ponto além da casa de William Kune, o conglomerado surge e forma a rocha campestre. Além deste ponto e por uma distância de mais de seis milhas ao norte, há uma selva desabitada sem quaisquer melhorias, mas contendo uma abundância de madeira excelente. Ao longo do Mosquito Run e de outros riachos de magnitude suficiente para fornecer energia hídrica, foram realizadas extensas operações de madeira durante os últimos trinta anos, tanto por residentes do município quanto por especuladores de outros lugares. De norte a sul, Covington tem um comprimento médio de onze a doze milhas, enquanto a leste e oeste a largura média é de apenas cerca de três milhas e meia, agregando na área superficial cerca de quarenta milhas quadradas de terra. O município é bem irrigado e drenado ao sul pelo West Branch e seus afluentes, Sandy Creek, Mowry's Run e Rock Run. Sandy é um riacho de tamanho considerável e tem como principal afluente Bigleman Run, além de outros de menor magnitude. Mosquito Run, cujo nome foi alterado de & quot Little Moshannon & quot para distingui-lo do maior Moshannon no lado sul do West Branch River, forma o sistema de drenagem de toda a parte norte do município e é, além disso, um fator importante no comércio de madeira serrada da região superior. Sandy atravessa a parte povoada do município e ao longo de suas margens há muitas fazendas excelentes. Ele também é utilizado para privilégios de água, como as muitas serrarias ao longo de seu curso (tanto no passado quanto no presente), atestam plenamente.

Embora seja evidente que os primeiros assentamentos no município foram feitos por pessoas cujos nomes estão registrados na lista de contribuintes, ainda assim, nenhuma medida ativa foi tomada para a melhoria e nenhum aumento material na população foi realizado até cerca de doze ou quinze anos depois , época em que os assentamentos franceses foram iniciados. Um certo John Keating possuía uma extensa área de terra nos condados de Clearfield e Clinton e, como incentivo para atrair colonos, ele ofereceu às primeiras doze pessoas que comprassem dele cinquenta acres de terra, um acréscimo de doze acres. Isso, no entanto, é contestado por algumas pessoas bem informadas, que afirmam que os doze acres foram acrescentados apenas como um subsídio para fins rodoviários, e que os campos de cinquenta acres não tinham subsídios. As primeiras pessoas a localizar no tratado, tanto quanto pode ser apurado, foram Nicholas Roussey e Irene Plubel, que ocuparam terras no ano de 1830, no tratado número 1939. Ambos os pioneiros têm descendentes agora

HISTÓRIA DE CLEARFIELD COUNTY.

morando no município. Plubel morreu poucos anos depois de vir para o assentamento. Roussey morreu cerca de vinte anos atrás.

O terceiro dos colonos franceses no município foi Francis Coudriet, que veio durante o ano de 1831, e foi seguido no mesmo ano por Claude F. Renaud. Coudriet tornou-se um personagem proeminente no município e, pela indústria e economia, adquiriu uma grande propriedade. Ele foi o primeiro postmaster em Frenchville e ocupou o cargo por cerca de dezoito anos. Seu filho, Leon Mitchell Coudriet, é agora o chefe dos correios da cidade, tendo ocupado o cargo desde cerca de 1880.

No ano de 1832 várias famílias vieram para o assentamento, entre elas Peter Mulson, Hyacinthe Mignot, pai de Charles Mignot, de Clearfield Francis Hugueney, Stephen Hugueney, Peter Brenoel, Augustus Gaulin, pai do Capitão Peter A. Gaulin, de Clearfield John B. Fournier, P. Bergey e possivelmente outros cujos nomes foram esquecidos.

No ano seguinte, 1833, veio outro grupo de imigrantes franceses, entre eles as famílias de John B. Barmoy, Francis La Motte, Francis Liegey, Francis Garmont, Christopher Bigleman, John Rougeux, TR Verbeck, M. Tourail, Francis Rolley , Francis Hugard e outros. Alphonso Leconte se estabeleceu aqui por volta do ano de 1835, e três anos depois, foi seguido por seu irmão, Augusto. Eles eram homens de negócios meticulosos e empreendedores, e fizeram muito para melhorar a cidade. Mudaram-se para a localidade posteriormente conhecida como Leconte's Mills, no município de Girard, onde uma serraria e moinho foram construídos e um negócio mercantil estabelecido. A extensa propriedade deixada por Augustus Leconte ainda é propriedade de seus herdeiros, e por eles o negócio agora é administrado.

Estas terras Keating, das quais já foi feita menção, eram muito extensas e não estavam apenas em Covington, estendiam-se da aldeia Karthaus a oeste e sudoeste até um ponto oposto ao riacho Millstone. Um plano muito elaborado dessas terras foi feito na França, mostrando não apenas o trato em detalhes, mas contendo uma explicação completa da rota da viagem a ser seguida para alcançá-los da cidade de Nova York à Filadélfia, tanto por terra quanto por água, e daí, por via terrestre, a melhor e mais conveniente rota para este condado até o distrito de Clearfield (então cidade). A parte das terras que foram mapeadas para disposição continha vinte e dois mil acres e, além disso, havia uma grande área mantida em reserva.

Diz-se que os primeiros colonos franceses chegaram a este país ao largo da costa do Maine, perto de Portland, onde o capitão do navio desejava que pousassem, mas suas passagens exigiam uma passagem para a cidade de Nova York, e o oficial foi obrigado a carregar eles para aquele lugar, que no mapa era chamado de & quotpoint de desembarque. & quot

J. F. W. Schnars atuou como agente para a venda dessas terras, cuja venda foi iniciada no ano de 1827, ou por aí. Esses imigrantes franceses eram,

claro, incapaz de falar inglês, mas estava acompanhado por um agente, Jacob Weiskopf. As primeiras pesquisas foram feitas por Charles Treziyulney, um engenheiro polonês, que se tornou bem e favoravelmente conhecido no município. Ele foi nomeado um dos comissários para organizar os municípios de Pike e Lawrence no ano de 1813, e ocupou em várias outras épocas cargos de confiança e importância no condado.

O ponto central de povoamento foi no bairro de Frenchville, nome pelo qual a localidade sempre foi conhecida e distinguida. Dificilmente pode ser chamada de aldeia, pois não tem nenhuma organização municipal, mas geralmente por toda a vizinhança existem habitações e benfeitorias espalhadas, a igreja, a loja, a serraria e moinho, dando-lhe qualquer das características de uma aldeia que o povo pode reclamar por isso.

Não deve ser entendido que a ocupação e o assentamento franceses deste município cessaram com a chegada daqueles de quem foi feita menção de que este foi apenas o início, e até hoje há uma chegada ocasional de recém-chegados da metrópole, e não apenas por imigrantes franceses, mas também por alemães e americanos. A grande maioria, no entanto, era de nascimento ou descendência francesa, que veio daquela parte da França conhecida como Haute Marne e Haute Saone. Como evidência do aumento populacional do município, pode-se afirmar que a primeira contagem de tributáveis, feita no ano de 1818, apresentava um total de apenas dezessete incluindo dois solteiros livres , ou o equivalente em número de cerca de oitenta pessoas, enquanto os habitantes tributáveis, conforme demonstrado pela inscrição do ano de 1887, são duzentos e vinte e sete, o que representa uma população de cerca de mil pessoas.

O vilarejo ou vilarejo de Frenchville está situado na parte oeste do município, a cerca de cinco quilômetros ao norte do rio. Sandy Creek passa pela parte central do assentamento.

No extremo leste do município fica outro pequeno povoado e correio chamado Keewaydin. É quase como Frenchville em um ponto de melhoria, tendo uma igreja, loja, escola, duas ou três indústrias locais e um hotel, este último a alguma distância e a oeste da própria aldeia. As pessoas são principalmente americanas e alemãs, com um residente francês ocasional. Eles também têm um médico residente na pessoa do Dr. J. W. Potter, que há muitos anos é uma figura proeminente na vida social, profissional e política do condado. O comerciante local e chefe do correio em Keewaydin é M. Kratzer, que goza do respeito e da confiança do povo do município.

Atualmente, a principal indústria e ocupação dos habitantes do município de Covington é a agricultura, embora a exploração madeireira tenha sido e agora seja desenvolvida em uma extensão considerável. Os principais operadores no início do dia foram Bigler e Powell, de Clearfield, e Leon M. Coudriet, Augustus e Alphonso

HISTÓRIA DE CLEARFIELD COUNTY.

Leconte, moradores do município. Francis La Motte comprou uma parte das terras Keating em Sandy Creek, onde construiu uma serraria por volta do ano de 1837. Posteriormente, ele ergueu uma serraria um pouco mais abaixo. Essas usinas são bem lembradas pelos moradores mais antigos da localidade. A ajuda era escassa e cara naquela época e, como o proprietário tinha várias filhas fortes e dignas, eram postas a trabalhar nas serrarias e era frequente constatar que a madeira fabricada por estes belos mãos era da melhor qualidade e, no que diz respeito à espessura uniforme e uniforme, sua fabricação não era excelente. A propriedade foi posteriormente vendida a Francis Coudriet, e o moinho duas vezes substancialmente reconstruído por ele. Na altura da sua morte, em 1877, passou para as mãos de Leon M. Coudriet. Francis Coudriet construiu um moinho de grãos em Sandy por volta do ano de 1864. Foi fornecido com duas tiragens de rebarbas francesas de excelente qualidade. Leon Coudriet comprou esta propriedade no momento da morte de seu pai.

Claude Barmont ergueu uma serraria em Sandy por volta de 1845 e a operou por um tempo. Ele agora pertence e é administrado por F. F. Coudriet, irmão de Leon M. Coudriet. A fábrica de Picard, assim chamada, foi outra das indústrias pioneiras do município, construída em Sandy Creek por John J. Picard. Posteriormente, foi vendida a Leon M. Coudriet, que lhe associou o filho e o genro na gestão. A empresa L. M. Coudriet & amp Co. também mandou construir outra serração em Sandy há alguns anos, no trato nº 1891. Acima e no mesmo trato ficava a serraria de Liegiey & amp Beausingeaur. Still another known as Leconte's saw-mill was built by Alphonso Leconte in the year 1839, on tract No. 1892. He operated it about three years, after which it was sold to Augustus Leconte, and is still a part of his estate.

The Flood mill, at the mouth of Sandy Creek, also takes a place among the pioneer industries of the township, having been built when lumbering was in its infancy. One Lutz had an early interest in it, but it is now owned by Lawrence Flood. Flood is also interested in the hotel business near Keewaydin, having succeeded Mr. Heugeney. This hotel was formerly kept by Solomon Bauder, who sold to Mr. Schnars, the predecessor of Heugeney.

One of the first merchants of Covington was Mr. Alexander, who established a trade near Frenchville about the year 1837. He purchased land from Peter Mulson, on which his storehouse was built. He was succeeded by the Maurers, who in turn were succeeded by Levi Lutz. The latter was followed by Hagerty & Gaulin, and they by Leon M. Coudriet.

There can be obtained but little data regarding the early educational institutions of the township. A school-house was, however, established near Frenchville about the year 1838. Notwithstanding the fact that but very few of the early French settlers were familiar with the English language, and to this day French is mainly spoken in the vicinity. There has been no French school taught in the township, both parents and pupils preferring to educate

themselves in the language of the country rather than the mother tongue. An exception may be made to this statement so far as relates to the parochial school occasionally taught by the priest, and known as the priest's school, wherein the scholars received instruction in the French language.

There are at the present time five established schools in Covington township, known and located as follows : Frenchville, at Frenchville Mulsonburg, at Mulsonburg Fairmount, in the southwest part of the township Mignot, in the west part, and so named in honor of the Mignot family Union or Central Point, in the northern part of the township.

Irene Plubel came to the vicinity of Frenchville about the year 1831. After having been a resident here for something like a year and a half he was taken ill, and soon after died. During this illness Rev. Father Leavey was called to attend him. This was the first visit by a priest to the township, and on the occasion he said mass at the house of Mr. Plubel. After this, and for several years, the place was occasionally visited by different priests, and mass was said at the houses of Francis Renaud, Peter Mulson, Nicholas Roussey, and also at the house of a German named Schnell. About 1841-2 a priest named Rev. Oriack came to the mission and remained some time, and as the settlement increased, the erection of a church was begun. While the edifice was building Father Oriack said mass at the house of Francis LaMotte, and in the school-house. The church, a log structure, was situate about thirty rods east of the present church site, the spot of its erection being now occupied as a cemetery.

After a short time Father Oriack left, and his place was taken by Rev. Father Berti. He soon went away, after which Rev. Father Prendergast, of Bellefonte, occasionally visited the parish. After him, and early in the year 1846, came Father Rauder, but was succeeded after a few months by Rev. John Berbigier, who remained in charge as pastor until the year 1880, but being occasionally called away, his place was supplied at various times by Revs. Joseph Billou, M. A. De La Rouque, C. Berard, and Eugene Cogneville.

In the course of time the old log church became too small for the growing congregation, and was therefore abandoned and a new church commenced. The corner stone was laid by Right Rev. T. Mullen, bishop of the diocese. The edifice, a substantial stone building, stands on an elevated piece of land about ten rods north of the Clearfield and Karthaus road, and is distant from Clearfield twenty miles, and from Karthaus seven miles. The church was dedicated October 8, 1873, by Bishop Mullen.

In the year 1880 Father Berbigier was succeeded by Rev. H. Mullen, who is now the pastor in charge. The congregation is in a decidedly healthful condition, and numbers about two hundred families, residents mainly of Covington township.

The cemetery lot on which the old log church was built comprised two

HISTORY OF CLEARFIELD COUNTY.

acres of land, and was donated to the society by Francis La Motte but Mr. Keating, of Philadelphia, the proprietor of an extensive tract of land in this and adjoining townships, reimbursed Mr. La Motte for his gift, and presented to the society a thirty acre tract, on which the present church stands.

The society of St. John's Evangelical Lutheran Church is practically an offshoot or branch from the Lutheran Church Society, whose house of worship was erected on Karthaus Hill, and was the result of a division of the society, not through dissension, but for the convenience of the members. The corner stone of this church edifice, at Keewaydin, was laid, with appropriate ceremonies, on the 14th day of August, 1869, and during the pastorate of Rev. Samuel Croft. Upon this occasion Rev. Nixdorf assisted. The building committee were : C. Schnars, C. Brown and George Emerick. The church was formally dedicated on the 18th day of December, 1870. The entire cost of the building and furniture for the church was eighteen hundred dollars, all of which was paid or provided for, before the day of dedication.

A substantial parsonage was built on the same lot on which the church stands, the funds therefor being raised by a sale of the old parsonage and property in Karthaus township.

After the resignation of Rev. Croft, the charge remained vacant for about two years, after which Rev. P. B. Sherk became pastor, and served two years. Then followed another vacancy of two years, when Rev. G. W. Stroup was called, and is still pastor, having served the charge since April 1, 1878. The present membership of St. John's church numbers about ninety persons.

Although as yet in a comparatively undeveloped condition, owing almost wholly to the lack of railroad communication with the outside world, there is known to exist in Covington township a rich vein, five feet in thickness, of clean, bright, shining, columnar coal. This bed is opened for home consumption, a short distance east from Lawrence Flood's hotel, at an elevation of fourteen hundred and ten feet above tide. This is distant from Karthaus and its good producing beds only a few miles. A short extension of the Karthaus railroad will reach this point, when Covington, in common with a majority of the other townships of the county, will develop her latent resources and take her place among the rich producing townships of the county.


Medical direction and continuous quality improvement

All Paramedics are required to work under the direction of an ALS Service Medical Director. The ALS Service Medical Director is a physician who monitors the quality of services being provided, and is directly responsible for the care given in the field. Clearfield E.M.S. works closely with local physicians and our ALS Service Medical Director to assure that we are providing the latest and best possible pre-hospital care available.

Continuous quality improvement is an essential and key element of Clearfield E.M.S.’ ability to provide the high level of care that we provide. Clearfield E.M.S. exceeds the minimum state mandated requirements for quality assurance and continuous quality improvement. Clearfield E.M.S. has a comprehensive and aggressive program to assure that every patient receives the care that they deserve. Every patient care record is reviewed by a Continuous Quality Improvement group to assure that the care given was appropriate, that the response met the EMS Acts requirements, and that local protocols and standing orders were followed. These patient care records are then forwarded to the ALS Service Medical Director who again reviews them for compliance with all applicable laws, protocols, and standing orders. These cases are then used to identify trends and implement continuing education to assure that the highest-level patient care is being provided to the patients of Clearfield E.M.S. The CQI process is successful due to its focus on education and improved patient care.

Clearfield E.M.S. also challenges its employees to better themselves. All employees are encouraged to participate in continuing education and professional development courses. It is the policy of Clearfield E.M.S. to enable its staff access to these types of programs by scheduling shifts around the classes, providing financial assistance for qualifying programs, and allowing employees to study while on duty. All staff members are encouraged to expand their education to make them a more rounded employee.


Analyst Price Targets (2)

7050 Winnetka Avenue North
Suite 100 Brooklyn Park
Minneapolis, MN 55428
Estados Unidos
763 476 6866
http://www.seeclearfield.com

Sector(s) : Technology
Industry : Communication Equipment
Full Time Employees : 230

Clearfield, Inc. manufactures, markets, and sells standard and custom passive connectivity products to the fiber-to-the-premises, enterprises, and original equipment manufacturers markets in the United States and internationally. The company offers FieldSmart, a series of panels, cabinets, wall boxes, and other enclosures. It also provides WaveSmart, which are optical components integrated for signal coupling, splitting, termination, multiplexing, demultiplexing, and attenuation for integration within its fiber management platform and outdoor cabinet and fiber active cabinet products. In addition, the company offers StreetSmart, a portfolio of fiber management products FieldShield, a fiber pathway and protection method for reducing the cost of broadband deployment and YOURx platform that consists of hardened terminals, test access points, and various drop cable options for portions of the access network across various fiber drop cable media. Further, it provides CraftSmart, a line of optical protection field enclosures, including CraftSmart Fiber Protection Pedestals and CraftSmart Fiber Protection Vaults integrated solutions optimized to house FieldSmart products at the last mile access point of the network in above-grade or below-grade installations. Additionally, the company offers fiber and copper assemblies with an industry-standard or customer-specified configuration and designs and manufactures custom solutions for in-the-box and network connectivity assemblies specific to that customer's product line. It provides its fiber to anywhere platform for various incumbent local exchange carriers, competitive local exchange carriers, wireless operators, and MSO/cable TV companies, as well as the utility/municipality, enterprise, and data center markets. The company was formerly known as APA Enterprises, Inc. and changed its name to Clearfield, Inc. in January 2008. Clearfield, Inc. was founded in 1979 and is headquartered in Minneapolis, Minnesota.


Assista o vídeo: Легион Дэна Абнетта. ч. 44 Предательство Альфария. История Вархаммер. эпизод 35